Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden

0
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Seguros Promo

O Portland Japanese Garden é um paraíso de tranquilidade e é considerado um dos mais autênticos jardins japoneses fora do Japão. Confira porque você não pode deixá-lo fora do seu roteiro na cidade.

O PORTLAND JAPANESE GARDEN

O Portland Japanese Garden é um tradicional jardim japonês que ocupa uma área de 5 hectares no Washington Park, um lindo parque público localizado a cerca de 4 km do centro de Portland. Projetado pelo professor Takuma Tono, da Universidade de Agricultura de Tóquio, ele foi aberto em 1967 e é composto de 8 áreas de jardins, além de uma Cultural Village, adicionada em 2017.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
O belíssimo Portland Japanese Garden
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Espere muito verde, paz e tranquilidade

A Vila Cultural foi projetada pelo mundialmente renomado arquiteto Kengo Kuma, um dos mais importantes arquitetos japoneses contemporâneos da atualidade. O local oferece um local onde os visitantes podem mergulhar nas artes tradicionais japonesas por meio de atividades sazonais, performances e exposições. O Portland Japanese Garden é considerado um dos melhores jardins japoneses da América do Norte e até mesmo o ex-embaixador japonês nos Estados Unidos chegou a dizer que era “o jardim japonês mais bonito e autêntico do mundo fora do Japão”.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Para quem gosta de natureza e cultura japonesa, o passeio é imperdível

Leia mais: Oregon: O que fazer em Portland – Roteiro de 2 ou 3 dias

 

VISITANDO O PORTLAND JAPANESE GARDEN

Para ajudar você a guiar pelo belíssimo Portland Japanese Garden, reproduzimos abaixo o mapa do local a partir do folheto que recebemos na bilheteria do jardim.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Mapa do Portland Japanese Garden. Figura: reprodução

1. ENTRY GARDEN

A entrada para o Portland Japanese Garden começa com um espaço com uma cascada ao lado da bilheteria. Compre o ticket, pegue o mapa do local e prepare-se para subir. Há duas opções para chegar ao local: subir por uma trilha (um pouco íngrime, mas super tranquila para caminhar) por cerca de 5 minutos, ou esperar por um dos shuttles gratuitos do jardim, que saem a cada 15 minutos. Nós, sinceramente, recomendamos ir a pé e deixar o shuttle para idosos e pessoas com deficiência.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Pequena queda d’água na entrada, ao lado da bilheteria

O trajeto é um verdadeiro passeio paisagístico gostoso, tranquilo e com muita sombra. Você fará um ziguezague por um caminho de pedra meio das árvores, abetos imponentes, um riacho e outras plantas que crescem naturalmente na encosta do “Jardim da Entrada”.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
A variedade de plantas na entrada do Portland Japanese Garden
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Hora de iniciar a caminhada pelo meio da mata
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Chegando ao pátio onde fica o restaurante e a Cultural Village
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Vista da escadaria que leva até o complexo

2. JORDAN SCHNITZER JAPANESE ARTS LEARNING CENTER

O Centro de Aprendizagem de Artes Japonesas foi projetado para ser o centro cultural, educacional e arquitetônico da Cultural Village. O edifício é super moderno, todo de vidro, inox e madeira. O destaque central é uma bonita escada de madeira em que os degraus parecem flutuar.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Espaço interno do Jordan Schnitzer Japanese Arts Learning Center

O local possui a sala de aula Yanai, a Biblioteca Vollum (com mais de 2 mil publicações relacionadas a jardins japoneses e artes e cultura japonesa) e uma para apresentação, oferecendo um espaço onde os visitantes podem aprender mais sobre a cultura japonesa. Além disso, conta com a presença da Tanabe Gallery, um espaço criado para exposições que são realizadas o ano todo no complexo. No terraço, há uma fonte de água e um espaço excelente para meditar e refletir com tranquilidade.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Terraço no último andar
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Tanabe Gallery. Foto: site oficial / Jonathan Ley

3. ZAGUNIS CASTLE WALL

Esta autêntica muralha em estilo medieval japonês mede 5,6 metros de altura e mais de 56 metros de comprimento. Ela foi construída usando técnicas tradicionais e ferramentas manuais e foi a primeira a ser erguida desta forma fora do Japão. Confira todos os detalhes sobre a construção e história desta muralha neste link.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
A muralha de pedra Zagunis Castle Wall

4. ELLIE M. HILL BONSAI TERRACE

No sul da Cultural Village fica este terraço de bonsai. A arte do bonsai, a criação de uma paisagem em miniatura que satisfaz o anseio humano de uma conexão com a natureza no menor dos espaços, está em exibição neste espaço do jardim. O Portland Japanese Garden faz parceria com praticantes de bonsai locais em Portland e de toda a região, proporcionando a exibição rotativa de muitas espécies e estilos diferentes de bonsai.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Bonsai Terrace. Foto: site oficial / Julia Taylor

>> ENTRADA PARA O JARDIM

A partir deste item está o jardim propriamente dito com suas várias áreas verdes projetadas. É preciso passar por um grande portão de madeira para ter início ao passeio pelos variados espaços do Portland Japanese Garden.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Entrada para o jardim

5. FLAT GARDEN

Este jardim é um exemplo de como os jardins no Japão continuaram a desenvolver o estilo de paisagem seca do karesansui ao longo do tempo. Ele foi criado com objetivo de equilibrar os planos do chão com o volume de pedras, arbustos e árvores, criando uma profundidade de espaço. Este jardim foi projetado para destacar a beleza e as cores de todas as estações do ano.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Flat Garden fica em frente ao Pavilion Gallery

6. PAVILION GALLERY E MIRANTE

A Pavilion Gallery é usada para exposições e eventos especiais. As características arquitetônicas incluem shoji (painéis de papel translúcido) e varandas que conotam a integração de casa e jardim. Depois de admirar a exposição dentro da galeria, vá até a parte traseira para admirar a vista espetacular do Mt. Hood, a montanha mais alta do estado do Oregon.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Chegando ao Pavilion Gallery
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Exposição dentro do Pavilion Gallery
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Contornando o Pavilion Gallery, é possível ter uma bela vista do edifício
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
A vista incrível do Mt. Hood

7 e 8.  TEA GARDEN & KASHINTEI TEA HOUSE

O Jardim de Chá é um local tranquilo para reflexão sobre a beleza da natureza e a arte de viver em harmonia. O acesso é feito por um caminho de pedras, ladeado por lanternas. O Tea Garden é composto por jardins internos e externos, conectados por um caminho que leva à Casa de Chá Kashintei (falaremos dela em seguida).

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Entrada para o Tea Garden

Kashintei significa algo como sala de coração de flores em japonês. Essa casa de chá fica no coração do Tea Garden e possui uma estrutura que foi construída no Japão, enviada em partes e remontada no jardim. As casas de chá japonesas são compostas de vários espaços estritamente definidos: a ante-sala, onde os utensílios para a cerimônia são pré-preparados; a sala de estar, onde é realizada a cerimônia do chá; a alcova, onde flores e um pergaminho de caligrafia são exibidos. Quatro tatames e meio, que são as dimensões padrão de uma tradicional casa de chá, cobrem o chão. Embora a Casa de Chá seja uma estrutura autêntica, também apresenta elementos incomuns, incluindo paredes de portas de correr de papel ao redor da área de tatame, um piso de ardósia circundante e paredes externas de portas de correr.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Casa de Chá Kashintei. Foto: site oficial / Tyler Quinn

9, 10 e 11. STROLLING POND GARDEN, ZIG-ZAG BRIDGE E HEAVENLY HOUSE

Strolling Pond Garden é o meu lugar favorito de todo o Portland Japanese Garden. Este é o maior jardim do complexo e consiste em Lagoas Superior e Inferior ligadas por um riacho que flui. A Lagoa Superior apresenta a icônica Ponte da Lua, enquanto a Lagoa Inferior tem uma ponte Zig-Zag que atravessa o lago no cenário das encantadores cachoeiras Heavenly Falls. Aproveite este local para a admirar as lindas carpas coloridas que ficam passeando de uma lagoa para outra e admirar a bela vegetação e um paredão verde incrível que fica atrás da cachoeira.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Vista da Lagoa Superior
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Lagoa Superior vista de outro ângulo
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
A icônica Ponte da Lua
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Ponte em ziguezague
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Embaixo da ponte em ziguezague ficam muitas carpas coloridas
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
A cachoeira Heavenly Falls
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Admirando o paredão verde

12. NATURAL GARDEN

O Jardim Natural foi criado para incentivar os visitantes a descansar e refletir sobre a essência e a brevidade da vida. É o mais contemporâneo dos cinco jardins originais, e inclui muitas plantas não tradicionalmente associadas a jardins japoneses. Este jardim concentra-se principalmente em plantas decíduas e é projetado para apresentar mudanças sazonais.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Natural Garden

13. SAND AND STONE GARDEN

Este jardim de areia e pedra é totalmente diferente de todos os demais do Portland Japanese Garden. Esse estilo de jardim foi criado no Japão entre os século XII e XIV para traduzir a paisagem seca. Embora os jardins paisagísticos secos sejam às vezes chamados de jardins zen, é mais preciso referir-se a eles como karesansui. Este estilo de jardim não tinha como objetivo ser utilizado para meditação, mas para contemplação. Este jardim foi criado na década de 1960, quando o zen-budismo era pouco conhecido ou entendido nos Estados Unidos. A inspiração foi um conto indiano de mais de 2 mil anos de idade sobre a encarnação anterior de Buda. A ideia é mostrar que o auto-sacrifício do Buda para salvar criaturas famintas é uma lição de compaixão no caminho para atingir a iluminação.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Sand and Stone Garden visto do alto

RESTAURANTE DO JAPANESE GARDEN

Dentro do complexo do jardim fica um restaurante, o Umami Café. Ele é belíssimo, moderno e todo construído em vidro em uma encosta, oferecendo bonitas vistas da área. O design do restaurante lembra o templo Kiyomizu-dera, em Kyoto, no Japão. O Café funciona diariamente durante os horários de abertura do jardim. Neste ambiente é possível relaxar após uma caminhada pelo jardim, tomando um tradicional chá japonês e delicias gastronômicas para acompanhar. Confira o menu neste link.

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Café visto ao chegar ao Cultural Village
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
A estrutura é toda feita de vidro e madeira

LOJA DE PRESENTES DO JAPANESE GARDEN

Localizada no edifício do Centro de Aprendizagem de Artes Japonesas, a Garden Gift Shop fica aberta o ano todo e oferece uma grande seleção de livros, cartões, objetos de arte, joias, presentes variados, artigos de jardinagem, decoração, entre muitos outros. A loja de presentes está fica no canto nordeste da Cultural Village, ao lado da Tanabe Gallery. Você pode ter uma ideia do que encontrar por lá verificando os itens disponíveis na loja virtual.

DICAS PARA VISITAR O JAPANESE GARDEN

  • Fique somente nas trilhas do jardim para não pisar em lugares proibidos e prejudicar o ecossistema do local.
  • O jardim é um local de meditação, tranquilidade de sossego e, por isso, a direção pede para que os celulares seja silenciados.
  • É proibido levar comida e água pelos ambientes do jardim, exceto água.
  • É proibido fumar, incluindo cigarros eletrônicos.
  • É proibido alimentar ou tocar as carpas dos lagos.

RESERVE AGORA seu hotel e economize até 50%. Leitores do Viajonários estão com um SUPER DESCONTO! E o melhor, com CANCELAMENTO GRÁTIS*!



Booking.com

OUTRAS ATRAÇÕES DO WASHINGTON PARK

Aproveite sua visita ao Portland Japanese Garden para conhecer outras atrações que também ficam próximas ao Washington Park (ou nos arredores no caso da Pittock Mansion):

  • INTERNATIONAL ROSE TEST GARDENEste jardim de rosas é o mais antigo do tipo ainda em operação nos Estados Unidos. O jardim proporciona vistas incríveis de mais de 8 mil rosas, o que tornou o local uma das marcas registradas da “cidade da rosas”.
Oregon: O que fazer em Portland – Roteiro de 2 ou 3 dias
International Rose Test Garden
  • HOYT ARBORETUMCriado em 1928, este arboreto possui cerca de 6 mil árvores e arbustos individuais de cerca de 2,3 mil espécies do mundo todo, das quais mais de 60 correm ameaça de extinção. Além disso, o arboreto possui uma das mais extensas coleções de coníferas dos Estados Unidos.
  • PORTLAND CHILDREN’S MUSEUMFundado em 1946, o Museu das Crianças é o mais antigo a oeste dos Estados Unidos. Há um Centro de Aprendizagem que pesquisa a aprendizagem das crianças para mostrar de que forma as crianças imaginam, projetam, inventam e criam usando ferramentas das artes e das ciências.
  • OREGON ZOO: Fundado em 1888, o zoológico é o mais antigo zoológico da costa oeste dos Estados Unidos. O zoológico abriga 1,8 mil animais de mais de 230 espécies, incluindo cerca de 30 espécies ameaçadas de extinção.
Oregon: O que fazer em Portland – Roteiro de 2 ou 3 dias
Oregon Zoo. Foto: site oficial
  • WORLD FORESTRY CENTERO museu está localizado em uma área de mais 1,8 m² e tem como foco educar os visitantes sobre a importância das florestas e árvores em nossas vidas, bem como a sustentabilidade ambiental.
  • PITTOCK MANSION: Construída entre 1909 e 1914, a Pittock Mansion é uma mansão em estilo renascentista francês originalmente construída como residência particular do editor londrino Henry Pittock e de sua esposa Georgiana. A construção possui 46 cômodos e foi erguida em uma área de 19 hectares. Localizada a 300 metros acima do nível do mar, a mansão é um dos melhores lugares para observação em Portland. Leia mais: Oregon: Pittock Mansion e suas lindas vistas de Portland
Oregon: Pittock Mansion e suas lindas vistas de Portland
Vista da casa a partir dos jardins

COMO CHEGAR AO PORTLAND JAPANESE GARDEN

O parque onde fica o Portland Japanese Garden costuma ficar bem cheio durante os meses de verão e, por isso, você pode encontrar muita dificuldade em conseguir uma vaga para estacionar caso esteja de carro. Se tiver pouco tempo, recomendamos pegar um táxi ou Uber, que funcionam super bem na cidade. Outras formas de chegar até o local, estão abaixo:

  • A PÉ: O Portland Japanese Garden fica dentro do Washington Park a cerca de 4km do centro de Portland. Por isso, caminhar até o local é possível, mas será bem cansativo, uma vez que é uma subida íngrime.
  • ÔNIBUS: A linha de ônibus TRIMET 63 funciona o ano inteiro aos finais de semana de 10h30 às 19h e nos dias de semana de 7h às 19h. O ônibus saem da Kings Hill / SW Salmon Street e atravessam o parque passando pelo Portland Japanese Garden e vão até o Oregon Zoo, Portland Children’s Museum e World Forestry Center.
  • METRÔ DE SUPERFÍCIE: Há uma estação de metrô de superfície, a Washington Park MAX Station, que é atendida pelas linhas azul e vermelha. Os trens partem a cada 9 minutos, entre 4h25 e 1h da manhã. No entanto, a estação fica localizada do outro lado do parque, próxima ao Oregon Zoo, Portland Children’s Museum e World Forestry Center. Você pode, então, pegar o shuttle gratuito do parque para ir até o Portland Japanese Garden.
Oregon: Como ir ao Aeroporto de Portland ao centro
Área interna do vagão do metrô de superfície
  • WASHINGTON PARK FREE SHUTTLE: O shuttle gratuito interno do parque funciona de maio a outubro com saídas a cada 15 minutos. A volta completa leva em torno de 30 minutos. O horário de funcionamento é de maio a setembro: diariamente de 9h30 às 19h | abril e outubro: fins de semana de 9h30 às 17h. O shuttle roda somente dentro do parque e para nos seguintes pontos: Washington Park MAX Station (acesso ao Oregon Zoo, Portland Children’s Museum e World Forestry Center, Vietnam Veterans Memorial, Hoyt Arboretum, Holocaust Memorial, Portland Japanese Garden/International Rose Test Garden, Archery Range e, novamente, Vietnam Veterans Memorial.
Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden
Washington Park Free Shuttle. Foto: divulgação

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

NÃO SE ESQUEÇA DE CONTRATAR O SEGURO VIAGEM!

É super recomendável contratar um seguro viagem antes de embarcar. Alguns lugares do mundo, o seguro é obrigatório, como é o caso da Europa. Não vale a pena fazer um rombo no orçamento caso algo inesperado aconteça. O seguro cobre cancelamentos de voos, malas extraviadas, emergências médicas e muitas coisas que podem dar uma dor de cabeça danada se você não se planejar com antecedência. Nosso parceiro é o Seguros Promo que possui uma ferramenta bem inteligente de comparação de preços de seguros, trazendo as melhores opções disponíveis em cada caso. Faça uma cotação sem compromisso neste link. E não se esqueça de utilizar o código VIAJONARIOS5 para garantir 5% de desconto na compra do seu seguro!


Portland Japanese Garden

  • Endereço: 611 SW Kingston Ave, Portland, OR 97205
  • Horários: 
    • de meados de março a setembro: segunda-feira de meio-dia às 19h / de terça a domingo de 10h às 19h
    • de outubro a meados de março: segunda-feira de meio-dia às 16h / de terça a domingo de 10h às 16h
  • Entrada: US$ 18.95
  • Tours: Há tours públicos com guias voluntários disponíveis de 14h às 16h de maio até o início de setembro e ao meio-dia do início de setembro até o final de abril.

Agradecemos ao Travel Portland pelas informações e tickets para visitar o Portland Japanese Garden e demais atrações na cidade. Todas as opiniões que constam neste post relatam exclusivamente as nossas experiências no local.

Guarde esta dica no Pinterest!

Oregon: Visitando o belíssimo Portland Japanese Garden - Viajonários | https://www.viajonarios.com.br/portland-japanese-garden/ | #viajonarios #portland #oregon #roteiro #atracoes #eua #usa #thecityofroses #cityofroses #ripcity #rosecity #japanesegarden #portlandjapanesegarden


Leia mais sobre Portland:

VAI VIAJAR? PROGRAME AQUI SUA VIAGEM!
 RESERVA DE HOTELUtilize o Booking.com para reservar sua hospedagem!
  ALUGUEL DE CARRO: Faça uma cotação na RentalCars  e confira o preço nas principais locadoras do mundo!
  INGRESSOS, TOURS & EXCURSÕESCompre online ingressos para as principais atrações no mundo com Get Your Guide!
 PASSAGENS DE AVIÃO: Compre passagens de avião e pacotes de viagem na Passagens Promo!
  SHOWS DA BROADWAY: Compre tickets para os principais musicais da Broadway na WePlann!
  SEGURO VIAGEMCote com a Seguros Promo para diversos planos e destinos. Use o código "VIAJONARIOS5" para garantir 5% de desconto!
 TRANSFER DE TÁXI DE/PARA AEROPORTOSReserve seu transfer com a Taxi2Airport e faça seu traslado com comodidade.
 TREM NA EUROPACompre seus bilhetes de trem com os melhores preços na Trainline!
  CHIP INTERNACIONAL DE CELULAR com a Viaje Conectado e saia com o chip funcionando antes de viajar!
 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por gentileza, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui