Guia prático para organizar uma viagem às Ilhas Gregas

0
Guia prático para organizar uma viagem às Ilhas Gregas
Seguros Promo

Está em dúvida sobre como planejar uma viagem para as ilhas gregas? Confira como estão divididas as ilhas, quais são as ilhas principais, como se deslocar entre elas, melhor época para visitar, quanto tempo ficar e muito mais! Tudo para montar um roteirinho perfeito se ter uma viagem incrível pela Grécia!

ÍNDICE: O QUE ENCONTRAR NESTE POST

QUANDO IR ÀS ILHAS GREGAS

Quem está organizando uma viagem para conhecer as Ilhas Gregas tem como objetivo principal curtir as praias, certo? Portanto, é preciso se planejar para ir em um período em que você possa aproveitar o sol e as temperaturas agradáveis (ou quentes até demais!) que a Grécia tem a oferecer. Por este motivo, a melhor época para visitar as Ilhas Gregas seria entre o meio da primavera e do outono, mais precisamente entre meados de maio até o final de setembro. Depois de setembro, as temperaturas caem bastante e pode chover em algumas ilhas. Os meses de julho e agosto são alta temporada, período de férias do verão europeu, o que significa preços bem mais elevados, praias mais famosas abarrotadas e um calor fortíssimo!

Roteiro de 4 dias em Zakynthos: Navagio Beach e muito mais
Cameo Island, Zakynthos

Nós estivemos visitando as ilhas gregas na primeira metade do mês junho e estava muito calor. Algumas praias com pedras e areia de origem vulcânica ficam extremamente quentes e é impossível caminhar descalço. Ficamos imaginando como deve ser difícil suportar aquele calorão todo no auge do verão. Em contrapartida, a partir do mês de outubro, o clima vai esfriando muito, há ventos fortes que deixam a maré brava e vários estabelecimentos comerciais e hotéis fecham no baixa temporada.

RESERVE AGORA seu hotel e economize até 50%. Leitores do Viajonários estão com um SUPER DESCONTO! E o melhor, com CANCELAMENTO GRÁTIS*!



Booking.com

*confira os hotéis com cancelamento grátis no site

QUAIS ILHAS GREGAS VISITAR

As Ilhas Gregas compreendem mais de 6 mil ilhas e ilhotas que cobrem grande parte do leste do Mediterrâneo. Embora o número de ilhas seja grandioso, apenas cerca de 230 delas são habitadas e, destas, pouco mais de 80 possui mais de 100 habitantes permanentes. Cada grupo de ilhas tem características próprias. Por exemplo, as Ilhas Jônicas é caracterizada por uma vegetação exuberante, já as das Cíclades possuem aquelas casinhas brancas típicas famosas. As ilhas gregas são tradicionalmente agrupadas em seis grandes grupos, além da ilha de Creta. No mapa abaixo, destacamos as principais ilhas de cada um dos principais agrupamentos conhecidos. Em seguida, falaremos um pouco mais sobre cada um deles.

1. ILHAS JÔNICAS

O arquipélago é formado por cerca de 25 ilhas localizadas na costa noroeste da Grécia continental no Mar Jônico. Lá ficam as ilhas de Corfu, Paxos, Lêucade (Lefkada), Ítaca, Cefalônia (Kefalonia), Meganissi e Zakynthos (Zante).  Possuem vegetação exuberante e verde graças às chuvas de inverno. Estas ilhas são bastante populares entre os turistas do Reino Unido e Itália e guardam riquezas da influência histórica dos venezianos, franceses e britânicos.

Roteiro de 4 dias em Zakynthos: Navagio Beach e muito mais
Mergulhando nas águas cristalinas de Navaggio, em Zakynthos

NÃO SE ESQUEÇA DE CONTRATAR O SEGURO VIAGEM!

É super recomendável contratar um seguro viagem antes de embarcar. Alguns lugares do mundo, o seguro é obrigatório, como é o caso da Europa. Não vale a pena fazer um rombo no orçamento caso algo inesperado aconteça. O seguro cobre cancelamentos de voos, malas extraviadas, emergências médicas e muitas coisas que podem dar uma dor de cabeça danada se você não se planejar com antecedência. Nosso parceiro é o Seguros Promo que possui uma ferramenta bem inteligente de comparação de preços de seguros, trazendo as melhores opções disponíveis em cada caso. Faça uma cotação sem compromisso neste link. E não se esqueça de utilizar o código VIAJONARIOS5 para garantir 5% de desconto na compra do seu seguro!


2. ILHAS SARÔNICAS

Estas ilhas encontram-se no Golfo Sarônico, ao sul de Atenas. O arquipélago é constituído por 7 ilhas: Salamina, Egina (Aegina), Hidra, Poros, Spetses, Dokos e Agistri. Essas ilhas costumam receber poucos turistas estrangeiros, mas muitos gregos possuem casas de veraneio no arquipélago.

3. ILHAS CÍCLADES

Trata-se grande e denso grupo de ilhas no Mar Egeu Meridional muitas delas famosas entre os turistas estrangeiros. O nome é uma referência ao fato de formarem um círculo em volta da ilha sagrada de Delos. As Ilhas Cíclades abrangem 39 ilhas, das quais 24 são habitadas, incluindo Amorgos, Anafi, Andros, Antiparos, Ceos (Kea), Delos, Donussa, Folegandros, Ios, Hiracleia, Címolos, Cufonísia, Cítno, Milos, Mykonos, Naxos, Paros, Santorini, Serifos, Sifnos, Sikinos, Syros, Therasia e Tinos. Estas ilhas têm atrações para todos os gostos, desde paisagens vulcânicas como o de Santorini, áreas badaladas em Mykonos, festas em Ios e lindas colinas em Paros.

Grécia: Dica de hospedagem na ilha de Mykonos
Hora do incrível pôr-do-sol em Mykonos

4. ILHAS EGEIAS DO NORTE

Um grupo insular de 12 ilhas desconexas localizadas no Mar Egeu a nordeste da Grécia, perto da Turquia. Os principais destinos de férias dessas ilhas são Samos e Icária, Chios, Lesbos, Lemnos, Agios Efstratios, Psara, Fourni Korseon, Oinousses, Samothrace e Thassos. Muitas das ilhas desta região são grandes, distantes umas das outras e com serviço de ferry pouco frequente. Por este motivo, costumam ficar fora da rota turística principal. As ilhas de Samos e Lesvos são mais desenvolvidas e visitadas pelo fato de contarem com bons aeroportos.

5. ILHAS ESPÓRADES

Este é um pequeno e bem unido grupo de ilhas ao longo da costa leste da Grécia continental. Consiste em 11 ilhas, sendo 4 habitadas: Alonissos, Skiathos e Skopelos e Skyros. Geralmente, chega-se até elas através do aeroporto de Skiathos, a principal ilha do arquipélago e que possui mais de 60 praias. Já as ilhas de Skopelos e Alonissos atraem turistas ricos. Uma curiosidade é que o filme “Mamma Mia” se passa na ilha Skopelos, mas criou é utilizado o nome fictício de “Kalokairi” para se referir ao local.

6. ILHAS DODECANESO

Esta é uma longa cadeia de ilhas que ficam próximas à costa da Turquia. A área conta com uma rica herança cultura com ilhas desabitadas que possuem várias igrejas bizantinas e castelos medievais. O arquipélago reúne 163 ilhas, sendo 26 habitadas. Dodecaneso significa “doze”, em referência às 12 principais ilhas que do arquipélago. São elas: Rodes, Kos, Astipaleia, Calímnos, Cárpatos, Kassos, Kastelorizo, Leros, Nísiros, Patmos, Simi e Tilos. Outras ilhas importantes incluem Agathonissi, Alimia, Arkoi, Halki, Farmakonisi, Gyali, Kinaros, Lebinto, Lipsi, Nimos, Pserimos, Saria, Syrna e Telendos. Muitas das ilhas do Dodecaneso sofreram histórias turbulentas nas mãos de vários invasores, especialmente os turcos, e há uma forte influência otomana em toda parte. A principal ilha de férias nesta cadeia é Rhodes, a capital do arquipélago e, de longe, a maior ilha do grupo com boas ligações aéreas e marítimas. Tanto Rhodes quanto Kos possuem aeroportos internacionais.

7. CRETA

É a maior e mais populosa ilha da Grécia, com mais de 8 mil km² de extensão e quase 650 mil habitantes. Ela fica localizada no Mar Egeu e tem como capital a cidade de Heraclião. Creta constitui uma parte significativa da economia e patrimônio cultural da Grécia, mantendo as suas próprias características culturais locais, como a sua própria poesia e música. Foi em Creta que floresceu a Civilização Minóica (2700 a 1420 a.C.), considerada a mais antiga civilização de que há registo na Europa. Segundo a mitologia grega, é em Creta que Zeus cresceu e onde viveu o Minotauro.

COMO VIAJAR ENTRE AS ILHAS GREGAS

O planejamento de viagem para a Grécia inclui estudar toda uma logística para visitar várias ilhas na mesma viagem, além de incluir a capital Atenas, é claro. Os deslocamentos entre as ilhas podem ser feitos tanto por avião (quando a ilha possui um aeroporto que opera voos comerciais), quanto através de ferry (balsa). É difícil dizer qual é a melhor maneira de viajar porque depende do tempo que você tem disponível, preços das passagens, distância percorrida, etc.

Guia prático para organizar uma viagem às Ilhas Gregas
Linda vista de Santorini

Geralmente, quando o deslocamento é muito grande, é melhor dar preferência ao avião. Quando você se deslocar entre ilhas do mesmo agrupamento, o ferry pode ser uma boa opção. Nós viajamos das duas formas durante nossa viagem para a Grécia. Nosso roteiro incluiu Zakynthos, Atenas, Mykonos e Santorini, nesta ordem. Viajamos de avião entre Zakynthos e Atenas, de ferry de Atenas para Mykonos e também de ferry de Mykonos para Santorini. Confira quais são as principais empresas de transporte entre as ilhas.

VIAJANDO DE AVIÃO ENTRE AS ILHAS GREGAS

Várias companhias aéreas oferecem voos entre as Ilhas Gregas. Algumas delas são low cost (baixo custo) como as gregas Aegean AirlinesSky Express, Olympic Air e as estrangeiras RyanAir, EasyJet e Volotea. Comprando com antecedência é possível conseguir passagens por menos de €100 o trecho. Nós viajamos pela Olympic Air entre Zakynthos e Atenas e pagamos menos de €88 por pessoa com todas as taxas incluídas (compramos em abril de 2017 e viajamos em junho do mesmo ano).

Guia prático para organizar uma viagem às Ilhas Gregas
Saguão do Aeroporto de Zakynthos

VIAJANDO DE FERRY ENTRE AS ILHAS GREGAS

Há várias empresas que fazem o serviço de ferry entre as ilhas. O preço varia com o tipo de balsa (as mais rápidas são mais caras) e de passagem que você compra Existem as mais simples, que dão direito a um assento e mais nada e as mais caras, que dão direito a espaços mais reservados, poltronas mais confortáveis, refeições e outros benefícios. Entre as principais empresas que operam ferries estão: SeaJets, Blue Star Ferries, Golden Star Ferries, Fast Ferries, Hellenic Seaways, Nel Lines, Minoan Line. Nós viajamos de Atenas para Mykonos com a SeaJets, que oferece opções de ferries mais rápidos, e pagamos menos de €60 por pessoa. Fomos com a mesma empresa de Mykonos para Santorini e pagamos menos de €67 por pessoa (compramos em abril de 2017 e viajamos em junho do mesmo ano).

Guia prático para organizar uma viagem às Ilhas Gregas
Nós utilizamos os serviços da SeaJets durante os traslados de ferry

Alguns sites que você pode utilizar para consultar e comparar preços de passagens de ferry são:

COMO SE LOCOMOVER NAS ILHAS GREGAS

Não há uma resposta simples quando o assunto é se locomover nas Ilhas Gregas. Tudo depende da infra-estrutura da ilha visitada, de onde você se hospeda, o que pretende conhecer, qual é o seu ritmo de viagem (quer ficar sossegado ou ver tudo o que for possível). A ilha de Zakynthos, por exemplo, é uma das quais nós recomendamos alugar um carro porque há muitos lugares em que não se chega através de transporte público ou tours.

Vista da Navagio Beach, em Zakynthos, onde é recomendável alugar um carro

Já em Mykonos, nós não recomendamos carro. Nós alugamos e nos arrependemos porque não havia lugar para estacionar em várias das praias. Vale a mais a pena usar o serviço de transporte público (oferecido para algumas das principais praias do sul da ilha) e alugar um quadriciclo para ir àquelas que não são acessadas por transporte público. Santorini é melhor explorada de carro também, mas se você pretende ficar quase o tempo todo em Oia, pode ficar sem carro e fazer passeios em que a empresa responsável busca você na porta do hotel. Saindo um pouco das ilhas, a capital Atenas é explorada facilmente através de transporte público e caminhadas. Basta se hospedar próximo às principais atrações turísticas no centro da cidade.

Mykonos: Roteiro de 4 dias na mais animada das ilhas gregas
Ruela florida em Mykonos Town, local fechado para carros

QUANTO TEMPO FICAR NAS ILHAS GREGAS

Como conhecer a Grécia significa fazer vários deslocamentos por ferry ou avião, você precisará de no mínimo 2 semanas para conhecer o básico. Nossa viagem completa durou 15 dias e incluiu Zakynthos, Atenas, Mykonos e Santorini, nesta ordem. Gostaríamos muito de ter incluído outras ilhas como Cefalônia, Milos, Rhodes e até mesmo Creta, mas seria inviável pelo tempo. Preferimos ficar, no mínimo, 3 dias em cada lugar ao invés de fazer um passeio todo na correria sem conseguir aproveitar nada direito. Acredito que com 3 semanas disponíveis conseguiria fazer um roteiro bem mais completo e 4 semanas seria o ideal, para curtir tudo com calma e conhecer praticamente todas as principais ilhas.

Mykonos: Roteiro de 4 dias na mais animada das ilhas gregas
Mergulhando nas águas cristalinas

DICAS PRÁTICAS E INFORMAÇÕES GERAIS

  • PROTEJA-SE!: O sol grego é forte, o clima é seco pode castigar os desavisados. Por este motivo, proteja-se como protetor solar de FPS alto, boné ou chapéu e beba muita água. Uma dica é comprar aqueles sapatinhos emborrachados que protegem o pé porque muitas praias têm pedras. Para mim, era praticamente impossível caminhar em Navagio Beach, em Zakynthos, sem os sapatos por conta das grandes pedras e da temperatura delas.
Em Navagio Beach, considerada por muitos a praia mais bonita do mundo
  • COMUNICAÇÃO: Como o grego é uma língua só falada lá mesmo, todo mundo fala muito bem o inglês. Não tivemos problemas de comunicação em nenhum lugar. Todos os restaurantes possuem menu em inglês e, nos lugares mais turísticos, há cardápios em vários idiomas, inclusive português. Como o turismo corresponde a uma parcela significativa da economia grega, eles costuma tratar todo mundo com muita simpatia e educação.
  • GASTRONOMIA: Pode se acabar na culinária grega/mediterrânea! Os pratos são saborosos, elaborados com ingredientes frescos, azeite grego e muito sabor. A salada grega é uma boa pedida para a entrada, porque além de tradicional é super refrescante para os dias quentes.
Salada Grega
  • PÔR-DO-SOL: Uma das coisas mais bacanas para se fazer nas ilhas gregas é curtir o pôr-do-sol. Deixe a preguiça de lado e no fim da tarde se dirija para um local para se encantar com o sol alaranjado se pondo. Achamos um dos mais incríveis do mundo, principalmente vistos de Oia em Santorini e perto dos moinhos em Mykonos.
Pôr do sol em Santorini, um dos mais belos do mundo
  • No post “10 coisas que amamos na Grécia” falamos sobre como ficamos encantados com o país e o povo grego e morrendo de vontade de voltar! As águas cristalinas, dias ensolarados, boa comida, hospitalidade, cultura, história, dança, música e paisagens incríveis deixam qualquer visitante encantado com a Grécia! Aproveite!

Guarde estas dicas no Pinterest!

Guia prático para organizar uma viagem às Ilhas Gregas - Viajonários | https://www.viajonarios.com.br/ilhas-gregas/ | #viajonarios #grecia #greek #ilhas #ilhasgregas #islands #island #greekislands #praia #beach #natureza #nature #belezasnaturais


Leia mais sobre a Grécia:

Roteiro de 15 dias na Grécia: Atenas, Mykonos, Santorini e Zakynthos

VAI VIAJAR? PROGRAME AQUI SUA VIAGEM!
 RESERVA DE HOTELUtilize o Booking.com para reservar sua hospedagem!
  ALUGUEL DE CARRO: Faça uma cotação na RentCars  e confira o preço nas principais locadoras do mundo!
  INGRESSOS, TOURS & EXCURSÕESCompre online ingressos para as principais atrações no mundo com Get Your Guide!
 PASSAGENS DE AVIÃO: Compre passagens de avião e pacotes de viagem na Passagens Promo!
  SHOWS DA BROADWAY: Compre tickets para os principais musicais da Broadway na WePlann!
  SEGURO VIAGEMCote com a Seguros Promo para diversos planos e destinos. Use o código "VIAJONARIOS5" para garantir 5% de desconto!
 TRANSFER DE TÁXI DE/PARA AEROPORTOSReserve seu transfer com a Taxi2Airport e faça seu traslado com comodidade.
 TREM NA EUROPACompre seus bilhetes de trem com os melhores preços na Trainline!
  CHIP INTERNACIONAL DE CELULAR com a Viaje Conectado e saia com o chip funcionando antes de viajar!
 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por gentileza, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui