Westminster: Atrações na área da realeza britânica em Londres

0

Westminster é uma das regiões mais visitadas pelos turistas quando visitam Londres. No entanto, muita gente desconhece diversas coisas bacanas para fazer/conhecer na área. Neste post você vai encontrar sugestões conhecidas e outras pouco convencionais para curtir a região.

A REGIÃO REAL DE WESTMINSTER

Westminster é conhecida por ser uma região de assentamento da realeza britânica. O núcleo histórico de Westminster é a antiga Thorney Island, na qual a Abadia de Westminster foi construída. A partir de 1066, a abadia se transformou o local tradicional da coroação dos reis e das rainhas de Inglaterra. Por volta do ano 1200, o Palácio de Westminster se tornou a principal residência real. Posteriormente, o palácio passou a abrigar o Parlamento em desenvolvimento e os tribunais da Inglaterra. Assim, Londres desenvolveu dois pontos focais: a City of London (área financeira e econômica) e Westminster (área política e cultural). Os monarcas mais tarde se mudaram para o Palácio de St James e para o Palácio de Whitehall e, posteriormente, para o Palácio de Buckingham. Atualmente, moram na região a Rainha Elizabeth e o herdeiro direito ao trono, o príncipe Charles.

12 ATRAÇÕES PARA CONHECER EM WESTMINSTER

Separamos 12 dicas para curtir em Westminster e colocamos tudo no mapa interativo abaixo. Para auxiliar ainda mais, colocamos as estações de metrô mais próximas.

1.  TROCA DE GUARDAMUSEU DA CAVALARIA REAL

A Guarda da Cavalaria Britânica, conhecida como Queen’s Life Guard, é formada por homens do Regimento Montado da Cavalaria, que consiste em um esquadrão chamado “The Life Guards”; e outro esquadrão chamado “The Blues and Royals”. Estes homens guardam a frente do Palácio de Buckingham e do Palácio de St. James desde a restauração da monarquia, em 1660, pelo Rei Charles II. Da mesma forma que existe a troca de guarda no Palácio de Buckingham, a guarda montada também faz sua troca diariamente. Pode-se aproveitar a passagem pelo Horse Guards para conhecer o Museu da Cavalaria Britânica que fica localizado ali mesmo.

  • Endereço: Horse Guards Parade, Whitehall, Londres SW1A 2AX, Reino Unido
  • Horário:
    • Troca de Guarda: de segunda a sábado às 11h / domingo às 10h / às 16h é a cerimônia de desmontar a guarda, quando os cavalos voltam aos estábulos
    • Museu: diariamente de abril a outubro de 10h às 18h / de novembro a março de 10h às 17h / fechado em 20 de julho e entre 24 e 26 de dezembro
  • Entrada:
    • Troca de Guarda: gratuita
    • Museu: £7 – inclui audio guide (vários idiomas, inclusive português)

Leia mais: Londres: Museu e Troca de Guarda da Cavalaria Britânica

Troca de Guarda da Cavalaria Britânica

2. BANQUETING HOUSE

Com o rompimento com a Igreja Católica e consequente fundação da Igreja Anglicana, Henrique VIII adquiriu a propriedade e, em 1530, teve a ideia de construir o Palácio de Whitehall através da expansão desta propriedade. Mas, foi James I que fez uma série de modificações no palácio, construindo uma sala de banquetes (Banqueting House, em inglês). No entanto, a sala foi destruída pelo fogo em 1619, após as festividades de Ano Novo. Em 1622, foi construída a sala de banquetes do Palácio de Whitehall como conhecemos atualmente. Em 1698, o Palácio de Whitehall pegou fogo novamente, destruindo a maior parte das estruturas. A única sala sobrevivente deste incêndio foi justamente a Banqueting House.

  • Endereço: The Banqueting House Whitehall London, SW1A 2ER
  • Horários: diariamente de 10h às 17h
  • Entrada: £6 (bilheteria) / £5,50 (online) – audio guide incluso (não tem em português)
  • Informações: veja a página de informações em português

Leia mais: Banqueting House: o que sobrou do Palácio de Whitehall em Londres

O enorme salão com um teto impressionante

3. PALÁCIO DE WESTMINSTER & BIG BEN

Um dos lugares mais fotografados de Londres é o Palácio de Westminster, onde fica o Parlamento do Reino Unido (Houses of Parliament). O edifício abriga, entre outras coisas, a Torre Elizabeth II, onde está localizado o famoso sino “Big Ben”. O que pouca gente sabe é que é possível fazer um tour no Parlamento do Reino Unido, conhecendo diversas salas importantes, inclusive o local onde se reúnem a Câmara dos Comuns e a Câmara dos Lordes. Em geral, tours estão disponíveis aos sábados ou em horários em que não há sessões nas Casas do Parlamento. Para visitar, reserve antecipadamente seu ticket no site oficial.

  • Endereço: A entrada para o tour é no Cromwell Green Visitor Entrance (acessada pela Abingdon St.)
  • Horários: os tours acontecem aos sábados e em horários que não há sessões (confira o calendário para efetuar a compra dos tickets). Há dois tipos de tours (com audio guide: tem em português brasileiro; ou com um guia: não tem em português) e é possível complementar a experiência tomando um chá no local com um custo adicional.
  • Entrada: £18.50 com audio guide / £25.50 com um guia

Leia mais: 

Palácio de Westminster

4. JEWEL TOWER

A Jewel Tower é uma torre que faz parte da história medieval da Inglaterra. O Palácio de Westminster (edifício que abriga o Parlamento) era muito diferente do que conhecemos hoje, pois, no século XIX, um grande incêndio destruiu parte do palácio e o modificou para sempre. A Jewel Tower é uma evidência desta estrutura que remonta à Idade Média e conta a história de Londres nesta época. Ela já teve várias funções ao longo dos séculos, servindo para abrigar as joias da Coroa, armazenando registros parlamentares da Câmara dos Lordes e como escritório de pesos e medidas reais. Atualmente, ela tem finalidade apenas turística, abrigando exposições que contam a sua história.

  • Endereço: Abingdon St, Westminster SW1P 3JX, Londres
  • Horários: 
    • de novembro a março: sábado e domingo de 10h às 16h
    • de abril a outubro: diariamente de 10h às 18h
  • Entrada: £4.70

Leia mais: Jewel Tower: Antiga Torre do Palácio de Westminster em Londres

A torre tem 3 andares e formato de um “L”

5. CHURCHILL WAR ROOMS

Churchill War Rooms faz parte de um complexo de museus britânicos voltados para o tema de guerra. O que realmente chama a atenção no Churchill War Rooms é o fato de ele estar embaixo da terra! O complexo compreende duas partesCabinet War Rooms, um complexo subterrâneo que abrigava o centro de comando do governo britânico durante a Segunda Guerra Mundial; e o Churchill Museum, um museu com foco biográfico que tem como objetivo explorar a vida do primeiro-ministro e ministro da guerra Winston Churchill. A visita é interessantíssima para quem se interessa pelo tema de guerra e o audio guide auxilia muito no passeio dando informações relevantes sobre o funcionamento dos bunker.

  • Endereço: Clive Steps, King Charles St, Londres SW1A 2AQ, Reino Unido
  • Horários: diariamente de 9h30 às 18h
  • Entrada: £17.25

Leia mais: Churchill War Rooms: Bunkers da Segunda Guerra em Londres

Escritórios montados no bunker para controlar a guerra

6. ST. JAMES’S PARK

O St. James’s Park é o mais antigo dos parques reais Londrinos, fundado em 1603. Com 23 hectares, ele fica super bem localizado no coração da região de Westminster. O parque tem um lago pequeno, com duas ilhas. Uma colônia residente de pelicanos tem sido uma característica do parque desde que pelicanos foram doados por um embaixador russo, em 1664, ao Rei Charles II. Uma das características mais interessantes do parque é que é possível ver a London Eye, a roda-gigante de Londres, a partir da ponte que atravessa o lago. A vista é encantadora.

London Eye vista do St James's Park 🇬🇧🔝🍁🍂🍃🎡 #viajonarios #london #londres #stjamespark #autumn #outono #uk #reinounido #england #inglaterra

A post shared by Viajonários ✈️🌎📷🍷🍴⚽️🎥 (@viajonarios) on

7. CLARENCE HOUSE

A Clarence Housefoi construída entre 1825 e 1827 devido a um projeto encomendado pelo Duque de Clarence que, em 1830, tornou-se Rei William IVA casa de 4 andares sofreu uma extensa remodelação e reconstrução ao longo dos anos, principalmente após a Segunda Guerra Mundial. Com o fim da Guerra, a residência foi dada de presente para a, então, princesa Elizabeth (que se tornou a Rainha Elizabeth II) e seu marido, o príncipe Phillip, Duque de Edimburgo. Com a morte do Rei George VI, pai de Elizabeth II, a casa passou a ser residência de Elizabeth, a Rainha-Mãe, que morou no local por 49 anos. Desde 2003, ela se tornou a residência oficial do Príncipe de Gales e da duquesa de Cornualha, Camila Parker Bowles. O princípe William morou na residência com seu pai até seu casamento com Kate Middleton, Duquesa de Cambridge, em 2011 e o Princípe Harry viveu no local até 2012. A visita à casa somente pode ser feita durante 1 mês por ano e com guias especializados.

  • Endereço: A entrada de visitantes é feita pela The Mall, a avenida que leva ao Palácio de Buckingham, entre as Ruas Stables Yard e Marlborough Road
  • Horários: somente durante o mês de agosto de segunda a sexta de 10h às 18h30; sábado e domingo de 10h às 17h30
  • Entrada: £10 (há tours exclusivos por £35) / compre ingressos online neste site

Leia mais: Londres: Visita à Clarence House, casa do príncipe Charles

The Dining Room, a sala de jantar. Foto: Clarence House

8. SPENCER HOUSE

Spencer House é um magnífico palacete aristocrata construído entre 1756 e 1766 por John Spencer, primeiro Conde de Spencer e ancestral da Princesa de Gales, Diana. Embora não seja usado mais como residência da família, o palácio ainda pertence a descendentes dos Spencer. O atual titular Charles Spencer, 9º Conde Spencer, irmão de Diana. Ele é o único palacete privado do século XVIII ainda em pé em Londres. A visita é super válida porque o palacete tem uma decoração incrível, muitas obras de arte e objetos históricos.

  • Endereço: 27 St James’s Pl, St. James’s, London SW1A 1NR
  • Tours: visitadas exclusivamente acompanhadas por guias somente aos domingos de hora em hora de 10h30 às 16h30 / até 20 pessoas por tour / agende online neste link
  • Entrada: £13

Leia mais: Spencer House: Lar da família da Princesa Diana em Londres

Fachada da Spencer House, a casa da família da princesa Diana

9. GREEN PARK 

O Green Park é um parque público, fundado no século XVI, que possui 19 hectares e fica coladinho ao Palácio de Buckingham. Ele é bem simples, sem lagos, construções, playgrounds, nada parecido com seus vizinhos St. James’s Park, Hyde Park e Kensington Gardens. O grande barato do parque é fazer piqueniques, ficar sentado na grama ou nas cadeiras estilo espreguiçadeiras que ficam disponíveis para aluguel. No outono, ele fica incrível com as folhas amareladas.

Green Park, Londres 🇬🇧🍂🍃☀️ #viajonarios #inglaterra #england #london #londres #greenpark #uk #reinounido

A post shared by Viajonários ✈️🌎📷🍷🍴⚽️🎥 (@viajonarios) on

10. TROCA DE GUARDA DO PALÁCIO DE BUCKINGHAM

Desde 1660, a cerimônia da troca de guarda é realizada por soldados da guarda real que estão em atividade. Eles sempre estão com seus uniformes famosos por um comprido chapéu preto e túnicas vermelhas (no inverno costumam usar um casacão cinza). Acompanhados por uma banda militar que toca uma seleção de músicas que vão desde marchas tradicionais até mesmo canções popularmente conhecidas, a cerimônia é uma tradição militar colorida e também um lembrete importante da estreita relação entre as forças armadas e o monarca.

  • Horários: 
    • entre abril e julho: diariamente às 11h30 da manhã,
    • agosto a março: dias alternados – confirme a data no site oficial

Leia mais: Londres: Troca de guarda no Palácio de Buckingham

Guarda chegando ao Palácio de Buckingham para efetuar a troca

11. PALÁCIO DE BUCKINGHAM: APARTAMENTOS REAIS + GALERIA DA RAINHA E ESTÁBULOS REAIS

O Palácio de Buckingham é a residência oficial do monarca britânico desde que a Rainha Victoria subiu ao poder, em 1837. As “Salas de Estado”, utilizadas com finalidades oficiais; os Estábulos Reais e a Galeria de Arte da Rainha são abertos ao público todos os anos. Geralmente, os aposentos abrem durante os meses de verão, mas há também tours especiais oferecidos no final do ano e na primavera, por um preço bem mais salgado, mas que incluem uma taça de champanhe no final do passeio.

  • Quartos de Estado
    • Horários 2017: de 22 de julho a 31 de agosto: diariamente de 9h15 às 19h45 / de 1º de setembro a 1º de outubro: diariamente de 9h15 às 18h45 / Entrada: £21.50
  • Galeria de Arte da Rainha
    • Horários 2017: até 21 de julho de 2017: diariamente de 10h às 17h30 / de 22 de julho a 1º de outubro de 2017 de 9h30 às 17h30 / de 2 de outubro a 2 de novembro: de 10h às 17h30 / Entrada: £10.30
  • Estábulos Reais
    • Horários 2017: de 1º de fevereiro a 31 de março: de segunda a sábado de 10h às 16h / de 1º abril a 31 de outubro: diariamente de 10h às 17h / de 1º a 30 de novembro: de segunda a sábado de 10h às 16h / Entrada: £9.30
  • Combo com todos os passeios: £37
  • Tours especiais no fim do ano ou primavera: £80

Leia mais: Londres: Como visitar o Palácio de Buckingham

Palácio de Buckingham

12. APSLEY HOUSE & ARCO DE WELLINGTON

Construída em 1771, a Apsley House ficou muito famosa por ter sido o lar do primeiro Duke de Wellington, Arthur Wellesley, o marechal responsável pela derrota de Napoleão Bonaparte na Batalha de Waterloo. Após a guerra, ele passou a ser muito admirado não só na Inglaterra como por toda a Europa. A casa reúne muitos dos presentes ganhos pelo Duque de Wellington em homenagem ao seu desempenho contra Napoleão, além de possuir salas belíssimas e finamente decoradas. Atravessando a rua, fica uma praça com área verde, estátuas e o belo Arco de Wellington, em homenagem ao Duque. É possível subir no topo do arco para ver uma pequena exposição de 3 andares com curiosidades sobre a construção do Arco, objetos que pertenceram a Wellington como espada, botas e uniforme, além de uma apresentação didática do contexto da Batalha de Waterloo.

  • Endereços:
    • Apsley House: 149 Piccadilly, London W1J 7NT, Reino Unido
    • Arco de Wellington: Apsley Way, London W1J 7JZ, Reino Unido
  • Horários:
    • Apsley House: de novembro a março aos sábados e domingos de 10h às 16h / de abril a outubro de quarta a domingo de 11h às 17h
    • Arco de Wellington: de novembro a março de 10h às 16h / de abril a setembro de 10h às 18h / outubro de 10h às 17h
  • Entrada:
    • Apsley House: £8.80
    • Arco de Wellington: £4.70
    • Ticket combinado (Apsley House + Arco de Wellington): £10.50

Leia mais: Londres: Apsley House & Arco de Wellington

O belo Arco de Wellington

COMO CHEGAR

Seguem as 5 estações de metrô que selecionamos para conhecer as atrações mencionadas anteriormente:

  • Charing Cross: Banqueting House, Horse Parade, Clarence House – Northern Line e Bakerloo Line
  • Westminster: Palácio de Westminster, Catedral de Westminster, Jewel Tower, Churchill Rooms – Jubilee Line, District Line, Circle Line
  • St. James’s Park: St. James’s Park, –  District Line, Circle Line
  • Victoria: Palácio de Buckingham – District Line, Circle Line, Victoria Line
  • Green Park: Green Park, Palácio de Buckingham, Spencer House – Piccadilly LineVictoria Line
  • Hyde Park Corner: Apsley House, Arco de Wellington – Piccadilly Line

Leia mais sobre o que fazer em bairros ou regiões de Londres:

Deixe seu comentário