Tour na Tower Bridge: a ponte mais linda de Londres

A Tower Bridge, localizada ao lado de uma das atrações mais interessantes da cidade, a Torre de Londres, é uma das pontes mais icônicas de Londres. O que muita gente não sabe é que você não precisa se contentar em vê-la de longe, pois é possível subir e fazer um tour na Tower Bridge! Lá em cima, uma exposição bem bacana falando da construção da ponte, algumas curiosidades e uma plataforma de vidro em que é possível enxergar os carros, as pessoas e o Rio Tâmisa lá de cima! Ao final, ainda é possível fazer uma visita à casa de máquinas, já que a Tower Bridge se abre diariamente sempre que uma embarcação de grande porte precisa atravessá-la. Neste post, damos dicas de como visitar a Tower Bridge este cartão postal londrino!

Placa na Tower Bridge
Placa na Tower Bridge

A TOWER BRIDGE

Cruzando o Rio Tâmisa está a Tower Bridge, uma uma mistura de ponte basculante com ponte pênsil, cuja construção teve início em 1886 e terminou em 1894. A Ponte foi construída na segunda metade do século XIX devido ao aumento do desenvolvimento comercial na área leste de Londres, que levou à necessidade de uma nova travessia do rio próxima à London Bridge. Uma ponte fixa tradicional no nível da rua não poderia ser construída porque iria cortar o acesso de navios à vela para as instalações portuárias da associação de Londres, entre a Ponte de Londres e da Torre de Londres. Desta forma, em 1877, abriu-se o projeto da ponte para a concorrência pública e mais de 50 projetos foram apresentados. A avaliação dos projetos foi cercada de polêmica, e em 1884, o projeto apresentado por Sir Horace Jones (que também era um dos juízes que avaliavam os projetos enviados), foi aprovado.

Vista da Tower Bridge a partir da área próxima à Torre de Londres
Vista da Tower Bridge a partir da área próxima à Torre de Londres

A ponte consiste em duas torres amarradas e, no nível superior, duas plataformas horizontais, projetadas para suportar as forças de tensão horizontais exercidas sobre as vertentes terrestres das torres. Os pivôs basculantes e máquinas de operação estão alojados na base de cada torre. Em 30 de junho de 1894, a Tower Bridge foi inaugurada pelo Príncipe de Wales (futuro Rei Eduardo VII) e por sua esposa, a princesa de Wales, Alexandra da Dinamarca.

Repare que há 2 plataformas superiores separadas
Repare que há 2 plataformas superiores separadas

Em 1974, o mecanismo de funcionamento original foi em grande parte substituído por um novo sistema de acionamento eletro-hidráulico, com os pinhões finais originais acionados por motores hidráulicos modernos e engrenagens. O esquema de cores atual da ponte data de 1977, quando foi pintado de vermelho, branco e azul para o Jubileu de Prata da Rainha Elizabeth II. Finalmente, em 1982, a Tower Bridge Exhibition (Exposição da Tower Bridge) foi aberta. Ela está alojada nas duas torres da ponte, em plataformas no alto da Tower Bridge. E é sobre ela que falaremos em seguida.

Caminhando pela Tower Bridge na passarela de pedestres
Caminhando pela Tower Bridge na passarela de pedestres

TOWER BRIDGE EM NÚMEROS

  • Comprimento: 244 metros
  • Altura: 65 metros
  • Tempo de construção: 8 anos
  • Materiais: 70 mil toneladas de concreto e 11 mil toneladas de aço
  • Custo: O custo total da construção foi de £ 1,184 mil na época (equivalente a £ 122 milhões nos dias atuais).

Curiosidades Cinematográficas:

A Tower Bridge já apareceu em diversos filmes de Hollywood, entre eles: “O Diário de Bridget Jones” (2001); “007: O Mundo Não É o Bastante” (1999); “O Retorno da Múmia” (2001); entre outros.

TOUR NA TOUR BRIDGE: A PONTE MAIS LINDA DE LONDRES

A Tower Bridge Exhibition é o nome oficial do tour que você pode fazer pela Tower Bridge (Ponte da Torre). A entrada para a exposição se encontra do lado da ponte que fica próximo à Torre de Londres, um castelo medieval que abriga, entre outras coisas, as Joias da Coroa Britânica. Compre o ticket na bilheteria (pode-se também comprar pela internet) e dirija-se até o elevador que levará até as plataformas.

  • Importante: Guarde o ticket até o final do passeio porque você precisará mostrá-lo novamente para visitar a Sala de Máquinas.
A área arredondada à esquerda é onde você deve comprar os tickets e entrar para a exibição
A área arredondada à esquerda é onde você deve comprar os tickets e entrar para a exibição
Compre os tickets e pegue o elevador
Compre os tickets e pegue o elevador
Ticket comprado! Guarde-o para mostrar na entrada da Sala de Máquinas
Ticket comprado! Guarde-o para mostrar na entrada da Sala de Máquinas

Para ajudar na localização, criamos o mapa abaixo com informações sobre a Ponte, atrações próximas e estações de metrô que ficam perto da Tower Bridge.

O tour começa pela plataforma leste (a que fica mais distante da London Bridge). No início, um filme mostrando Londres no século XIX. É chocante ver a quantidade de carroças que existiam na cidade que congestionavam o trânsito na época. Siga até a exposição e comece a ler informações sobre a ponte que estão presentes nas duas plataformas. Em ambas as plataformas também são expostas belas pontes em várias partes do mundo.

tower-bridge8
Entrada para a plataforma leste
tower-bridge9
Explicação sobre os tipos de ponte
tower-bridge10
Todas as pontes de Londres em detalhe

No centro das plataformas, fica uma área com um piso de vidro em que é possível ver a ponte de cima para baixo. É bem interessante ver tudo por um ângulo novo. Alguns visitantes chegavam a deitar no chão em busca de fotos diferentes! O piso de vidro mede 11 metros de comprimento e 1,8 metro de largura e é composto por painéis que pesam 530 kg cada.

tower-bridge11
Olha só a área de vidro na plataforma
tower-bridge12
Olha o pessoal fazendo graça deitando na plataforma de vidro

No video oficial abaixo, é possível ver como é a experiência que permite até mesmo que você acompanhe lá de cima a ponte abrindo! Dá só uma olhadinha que incrível!

E, claro, a vista lá de cima do Rio Tâmisa é um colírio para os olhos. Nesta plataforma leste não é possível observar nenhuma atração super conhecida da cidade, mas a vista não deixa de ser bonita, não é mesmo?

tower-bridge13

Chegando ao final da plataforma, uma sala exibe um novo filme, desta vez mostrando de forma didática a construção da ponte. Após ver o filme, siga para a plataforma oeste, que fica mais próxima da London Bridge e do centro da cidade. É nesta plataforma que estão as melhores vistas da cidade. É possível ver com clareza o prédio da Prefeitura de Londres; o The Shard, o prédio mais alto da Europa em formato triangular; o HMS Belfast, um navio histórico que funciona, atualmente, como museu; a Torre de Londres; o The Gherkin, aquele prédio envidraçado no Centro Financeiro que lembra um pepino; entre outras atrações.

tower-bridge14
Entrando na plataforma oeste
tower-bridge15
Olha a vista do Tâmisa e do HMS Belfast
tower-bridge16
Centro Financeiro de Londres visto da plataforma oeste
tower-bridge20
Prédio da Prefeitura, The Shark e o HMS Belfast

Mais uma vez, há uma parte da plataforma que é feita de vidro transparente e, desta vez, com espelho no teto, sendo possível se observar enquanto caminha pelo local. Eu aproveitei para tirar uma foto com o efeito do espelho.

tower-bridge17
Plataforma de vidro oeste com o espelho no teto
tower-bridge18
Tirando uma foto olhando para o espelho no teto

E a seleção de pontes lindíssimas do mundo também continua deste lado. Um dos destaques é a Ponte Juscelino Kubitschek em Brasília! Para sair do local, é preciso voltar pelo mesmo caminho que você veio na plataforma e descer as escadas.

Ponte JK em destaque na exibição da Tower Bridge
Ponte JK em destaque na exibição da Tower Bridge

A CASA DE MÁQUINAS

Está incluso no ticket adquirido uma visita à Casa de Máquinas da Tower Bridge. Atravesse o resto da ponte à pé e vá seguindo as placas até chegar ao local da Casa de Máquinas. Para entrar, é preciso mostrar o ticket para o funcionário.

tower-bridge21
A saída acontece pela porta que fica à direita da torre
tower-bridge22
Caminhe pela ponte até encontrar essa escada
tower-bridge23
Siga as placas e você chegará até essa porta azul que é a entrada da Sala de Máquinas

Na Casa de Máquinas (Engine Room) está disposto todo o maquinário que faz ser possível abrir a ponte ao meio para passagem de grandes embarcações. A exposição é super detalhada e explica cada detalhe como o mecanismo de abertura da ponte funciona. O museu inclui os motores a vapor, dois dos acumuladores e um dos motores hidráulicos que se moviam as básculas, junto com outros artefatos relacionados.

Toda explicação de como era e como é a abertura da ponte está em detalhes aqui
Toda explicação de como era e como é a abertura da ponte está em detalhes aqui

Como a Tower Bridge abre

A exposição na Casa de Máquinas detalha como a Tower Bridge abre. O mecanismo de elevação original era alimentado por água pressurizada armazenada em vários acumuladores hidráulicos. A água era bombeada para os acumuladores por dois motores a vapor equipados com válvulas de expansão. Em 1974, o mecanismo de funcionamento original foi em grande parte substituído por um novo sistema de acionamento eletro-hidráulico. Os únicos componentes do sistema original ainda em uso são os pinhões finais, que se envolvem com as prateleiras que equipam as básculas. Estes são acionados por motores hidráulicos modernos e engrenagens, utilizando óleo, em vez de água como fluido hidráulico. Algumas das máquinas hidráulicas originais foram mantidas, embora já não estejam mais em uso.

Máquinas que fazem a ponte abrir ao meio
Máquinas que fazem a ponte abrir ao meio

Um fato curioso é que a ponte abre ao meio, em média, 3 vezes ao dia! Um exemplo concreto de como isso acontece é mostrado no video no finalzinho da exposição da Casa de Máquinas. Sente-se em uma das cadeiras para assistir ao video porque vale a pena. Para ver o vivo, você pode acompanhar neste link o dia e horário em que a ponte vai abrir. Quem quiser fazer umas comprinhas, pode aproveitar a saída da Casa de Máquinas para passar na lojinha da Tower Bridge. Em seguida, siga para o outro lado do Tâmisa para tirar belas fotos com vista para a Torre de Londres.

tower-bridge26
Panorâmica mostrando a Tower Bridge, Torre de Londres e prédios do Centro Financeiro
tower-bridge27
Prefeitura de Londres e a Tower Bridge

O passeio é bem interessante para quem quer entender melhor a história e funcionamento desta ponte incrível. Engenheiros devem pirar quando visitam a Casa de Máquinas. A exposição no alto da ponte é legal, mas não chega a impressionar. De qualquer forma, valeu super a pena visitar a Tower Bridge e ver a cidade de Londres por um novo ângulo. Reserve em torno de 1 hora e meia para fazer a visita.

COMO CHEGAR

As estações de metrô mais próximas são:

  • Estação Tower Hill: Circle Line (amarela) e District Line (verde)
  • Estação London Bridge: Jubilee Line (cinza) e Northern Line (preta)

É possível também chegar de trem de superfície:

  • Estação Tower Gateway: Docklands Light Railway (DLR)

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Tower Bridge Exhibition

  • Endereço: Tower Bridge Rd, London SE1 2UP
  • Horários: 
    • Verão: de abril a setembro de 10h às 17h30 (horário da última entrada)
    • Inverno: de outubro a março de 9h30 às 17h (horário da última entrada)
  • Entrada: £9 (online: £8 => compre neste link) / é possível comprar um ticket combinado para subir no Monumento ao Grande Incêndio de Londres, que fica em uma localização próxima, por £11

Leia mais sobre o Reino Unido: