Southwest – cia aérea de baixo custo

0

Voamos por uma companhia aérea de baixo custo aqui nos EUA, a Southwest Airlines. Já havíamos viajado na Europa, mas em terras americanas foi novidade. Vamos conhecer um pouco mais a empresa?

CIA AÉREA DE BAIXO CUSTO – SOUTHWEST

A Southwest Airlines é uma companhia aérea fundada em Dallas, Texas no final em 1967, possui 46 mil funcionários e opera em torno de 3.400 voos por dia!

Um fato importante: É a companhia aérea que mais transporta passageiros nos EUA!!! Dados do final de 2014 apontam que a companhia têm voos para 93 destinos diferentes em 41 estados, Porto Rico e outras localizações, utilizando aviões Boeing 737.

A companhia segue a mesma linha daquelas de baixo custo. Para valer mesmo a pena utilizar, não despache sua bagagem e não pague nenhuma tarifa adicional para ter preferência de embarque. Não há lugares marcados.

  • COMO É O EMBARQUE

O embarque de passageiros é dividido em grupos (A, B ou C) e na passagem há um número. No portão de embarque, você deverá se posicionar em frente ao número correspondente e entrará no avião não somente por ordem do grupo, mas também pela ordem de entrada do grupo a que pertence. Por exemplo, o embarque começa com o grupo A (geralmente embarque preferencial e das pessoas que pagaram uma taxa extra para embarcar primeiro para pegar lugares melhores e juntos). Se você é número 20 do grupo B, terá que esperar o grupo 1 inteiro embarcar e será a 20ª pessoa do grupo B a entrar no avião. É bem organizado e foi a primeira vez que tivemos uma experiência assim de embarque.

Totens com os grupos e os números que você deve esperar em um fila organizada.
Totens com os grupos e os números que você deve esperar em um fila organizada. Foto: divulgação

No voo de ida, estávamos no grupo C. Sabe o que acontece? Chega uma hora que não há espaço mais para colocar a bagagem de mão. Eles pegam a sua bagagem e despacham. Daí no destino você terá que ir até a esteira pegar sua mala. Portanto, fica a dica, se for viajar pela Southwest e estiver no grupo C, prepare-se para a possibilidade de ter que despachar sua mala no portão de embarque, colocando um cadeado na mala e não deixando objetos de valor para se previnir em caso de despache.

Na volta, éramos grupo B e não tivemos problema nem na questão da bagagem, nem para pegaremos lugares juntos (na ida fomos separados).

Um ponto positivo para os voos da Southwest é o fato de ter wifi no avião. Você consegue navegar de graça para ver informações do voo em andamento; pagar uma taxa de $2 para poder mandar mensagens à vontade (iMessage) ou uma terceira opção é pagar $8 (por dia por dispositivo) para acessar qualquer site e ter acesso total à internet. É possível também alugar filmes da Netflix e HBO por $5.

  • DENTRO DO AVIÃO

O avião tem um espaço normal como qualquer outro na classe econômica. O serviço de bordo é pago, como normalmente ocorre em voos internos das companhias mais conhecidas.

Southwest_737-800_interior
Dentro do avião. Foto: divulgação
  • O PREÇO

Como se trata de uma companhia aérea de baixo custo, é claro que o tratamento não vai ser de rei, mas não vimos nada de muito diferente em relação à classe econômica de empresas como American Airlines, United, por exemplo. A nossa passagem para San Diego custou 60% do valor de uma das grandes companhias. E o fato de não despachar bagagem ajuda muito! Aqui nos EUA qualquer empresa aérea cobra pelo despache da 1ª e da 2ª bagagens.

A partir de agora para voos internos vamos sempre pesquisar os preços da Southwest para ver se compensam. Fica aí mais uma dica de economia!

Deixe seu comentário