Sandringham House: onde a família real britânica celebra o Natal

0

Para quem curte visitar as residências da família real britânica como o Palácio de Buckingham, em Londres, e o Palácio de Holyroodhouse, em Edimburgo, na Escócia, vale a pena ficar de olho nesta dica! Sandringham House é o local onde a realeza britânica passa as festas de fim de ano e é um bate-volta tranquilo a partir de Londres. Confira como conhecer o local e o que encontrar por lá.

SANDRINGHAM & SANDRINGHAM HOUSE

Sandringham é um pequeno vilarejo com pouco mais de 400 habitantes, localizado a 180 km a noroeste de Londres. A pessoa mais ilustre nascida no local é a falecida princesa Diana. Ali está localizada a Sandringham House, uma casa de campo onde a família real britânica passa os últimos dias do ano, incluindo as celebrações de Natal. A propriedade não pertence à Coroa Britânica, mas sim é uma residência particular da família da rainha Elizabeth há quatro gerações. Por não pertencer a Coroa, quando Eduardo VIII, tio de Elizabeth II, abdicou ao trono, a propriedade não passou automaticamente para seu irmão, George VI, pai de Elizabeth II. O novo rei precisou comprá-la do irmão, assim como o Castelo Balmoral, na Escócia.

Detalhes da Sandringham House
Detalhes da Sandringham House

A Rainha costuma ficar em Sandringham durante o inverno (no hemisfério norte), entre dezembro e meados de fevereiro. O seu pronunciamento anual na TV britânica, no finalzinho do ano, é gravado na residência. Mais de 200 pessoas ganham a vida a partir de atividades desenvolvimentos na propriedade, entre fazendeiros, silvicultores, caçadores e jardineiros. Um dos itens produzidos mais famosos é o delicioso suco de maçã.

Parte traseira da Sandringham House
Parte traseira da Sandringham House
Casa vista dos jardins

DIFERENTES ESTILOS ARQUITETÔNICOS

A história da Sandringham House remota de 1771, quando foi construído um grande salão, chamado Sandringham Hall. O salão foi modificado durante o século XIX por Charles Spencer Cowper , que acrescentou uma varanda e um conservatório ao salão. Em 1862, o salão foi comprado pela Rainha Victoria a pedido do Príncipe de Gales (futuro rei Eduardo VII) como uma casa para ele e sua noiva, a Princesa Alexandra. No entanto, em 1865, o príncipe considerava o tamanho do salão insuficiente para suas necessidades, e ele encomendou uma ampliação do edifício.

Diferentes estilos arquitetônicos da Sandringham House
Diferentes estilos arquitetônicos da Sandringham House

A casa de tijolos vermelhos foi concluída no final de 1870 em uma mistura de estilos. Esta seção incorporou um hall de entrada com uma galeria que é usado pela família real para entretenimento e ocasiões familiares. Uma nova ala foi posteriormente adicionada a uma extremidade da casa em um estilo mais tradicional, incorporando um salão de baile. O casarão foi um dos primeiros no país a possuir iluminação a gás e banheiros com água encanada. No final do século XIX, uma parte da casa foi destruída por um incêndio e, posteriormente, reconstruída.

Detalhes da fachada da Sandringham House

COMO VISITAR A SANDRINGHAM HOUSE

Como Sandringham é a “casa de inverno” da rainha, não é possível visitá-la quando ela está em uso pela família real. Em geral, a residência abre para visitação entre os meses de abril e outubro. Para facilitar a planejamento de sua visita, colocamos todas as informações mais importantes no mapa interativo abaixo. Nele, você vai encontrar dados sobre transporte (em preto), onde comer e comprar (em vermelho) e onde estão localizadas as principais atrações de Sandringham (em azul). Os tickets para visitar a casa estão à venda exclusivamente na bilheteria, não sendo possível comprar pela internet. Isso significa que você não precisa reservar dia e horário para visitar o local, como acontece no Palácio de Buckingham, por exemplo. Amplie o mapa para ver cada item no detalhe.

COMO É A VISITA À SANDRINGHAM HOUSE

O complexo todo é dividido em duas partes. De um lado da estrada fica o Centro de Visitantes. Do outro lado da estrada ficam: a bilheteria, a casa, o museu e a igreja de Sandringham. Eu recomendo em torno de 4 horas para visitar tudo. Para começar a visita propriamente dita, atravesse a estrada, passe pela bilheteria e siga à direita. Abaixo, confira o mapa da área que pode ser visitada da propriedade.

Mapa de Sandringham Estate. Figura: site oficial

1. CENTRO DE VISITANTES

A área do Centro de Visitantes é o primeiro contato dos visitantes com Sandringham. Quem vai de carro, deve deixar o automóvel no estacionamento que fica ali pertinho. Quem vai de ônibus, encontra o ponto “Sandringham House Visitor Center” ali do lado também. No Centro de Visitantes você vai encontrar:

Área do Centro de Visitantes

2. CASA DE CAMPO

Depois de passar pela bilheteria e virar a direita, você vai seguir por um caminho todo arborizado que levará até a casa. A vista durante o trajeto é muito bonita, e você vai poder admirar a fachada da grande residência. Siga em frente (pelo lado esquerdo da casa) e vire à direita. Você vai precisar mostrar o ingresso para acessar a casa. É proibido tirar fotos, filmar e usar o celular durante a visita.

É pelo lado de trás da casa que se iniciam as visitas

Em todos os cômodos há um funcionário que pró-ativamente já vai contando diversas curiosidades da casa e qual é o uso daquele cômodo. A decoração é bem mais simples do que o Palácio de Buckingham, que é a residência oficial, mas não deixa de ser requintada, é claro. Confesso que eu esperava ver mais cômodos da casa, mas pelo o que vi já deu para ter uma ideia de como a Sandringham House é usada durante a estadia da família real. A entrada para a visita na casa é justamente pela porta onde a rainha costuma entrar quando chega à Sandringham. Ali está o The Sallon, uma sala muito bonita, grande, com relógios e móveis antigos. Sob a lareira, na parede, ficam bonitas tapeçarias.

Sala de entrada. Foto: site oficial Sandringham House

Saindo da sala, chega-se a um corredor com muitas armas antigas e espadas. Esse corredor leva até uma pequena sala de estar, com belas pinturas e alguns livros. É possível visitar, em seguida, uma sala de estar maior, recheada de fotos de membros da família. Neste espaço, com bastante luz natural, é onde a rainha costuma tomar seu tradicional chá da tarde. O ponto alto da visita é a sala de jantar, com uma bela decoração e paredes verdes. Não há luminária no teto e, por isso, é obrigatório o uso de velas em candelabros de prata. Esta é a mesa em que a família real faz o seu jantar de Natal.

Sala de jantar. Foto: site oficial Sandringham House

A mesa está posta e está disposto o cardápio do que foi servido no último Natal. Reparei que o apoio para prato tinha um desenho de um cavalo, uma das paixões da rainha Elizabeth II. Repare nas belíssimas tapeçarias nas paredes. O trabalho é realmente incrível, muito bem feito e bastante colorido. Saindo de lá, chega-se a um corredor com vitrines repletas com coleções de armas antigas. Há também diversas estátuas de bronze e muitas pinturas e retratos de membros da família real. O último cômodo, The Saloon, é um enorme salão decorado com armaduras indianas, utilizado para atividades de entretenimento da família. Segundo uma das funcionárias, há um projetor do alto da sala que projeta um tabuleiro de xadrez no chão do salão, para momentos de divertimento em família.

2. JARDINS E ÁREAS VERDES

Um dos grandes destaques da propriedade são seus belos jardins e áreas verdes. Tudo é cuidado com extremo carinho e muita dedicação. São 24 hectares de jardins gloriosos, e lugares ótimos para uma caminhada tranquila pela propriedade. Há uma variedade enorme de plantas, árvores e flores coloridas. Os jardins originais de Sandringham Hall foram amplamente alterados desde 1862. Na década de 1870, o lago original a oeste da casa foi drenado e preenchido com plantas. Dois novos lagos foram escavados, salpicados de pequenas ilhas encantadoras. Os destaques são o North Garden, o jardim ao lado da casa de campo; e a área ao redor do lago menor.

3. MUSEU DE SANDRINGHAM

Caminhando pelas áreas verdes, atrás da casa de campo, chega-se ao O Museu de Sandringham. Confesso que ele é maior do que eu esperava. Logo nas primeiras exposições, há toda a história de Sandringham, e detalhes históricos da rainha e da monarquia britânica.

Siga as placas até o museu
Entrada do Museu de Sandringham fica ao centro

O museu possui uma coleção extraordinária de itens. Estão em exposição diversos presentes recebidos pela rainha durante suas visitas de Estado ao exterior, além de presentes pessoais. A coleção de automóveis reais é, realmente, impressionante. Quem gosta de carros vai adorar visitar a exposição. Além disso, todos os anos há uma exposição especial que celebra algum momento especial da realeza britânica.

Entrada do museu de Sandringham
A primeira exposição explica detalhes sobre Sandringham House e de seus cômodos principais
Coleção de porcelanas
Presentes ganhos pela Coroa
Belíssimo carro antigo
A coleção de carros é enorme e muito impressionante
Há até mesmo um carro antigo de bombeiros

Ao lado do museu, fica o Stables Tea Room, um café construído nos antigos estábulos, bem menor do que o restaurante do Centro de Visitantes. Este é o único lugar dentro da propriedade em que os visitantes podem comer e também usar os banheiros. Durante a minha visita, acabei almoçando por lá mesmo. O foco do cardápio está mais em sobremesas, sanduíches prontos e bebidas quentes. O horário de funcionamento do Tea Room é o mesmo do museu.

Lanchinho no Tea Room

4. IGREJA DE SANDRINGHAM

A Igreja de Sandringham não pertence à residência e pode ser visitada gratuitamente. O nome oficial desta igreja paroquial é Igreja de Santa Maria Madalena. Embora super pequena, ela é uma histórica, com memórias a muitos membros e relações da família real desde a rainha Victoria. A igreja é usada regularmente como um local de culto pelos membros da Família Real e de Sandringham.

Igreja de Sandringham

O grande destaque desta igreja é o incrível altar de prata decorado com anjos esculpidos. Ela foi um presente dado à rainha Alexandra, como homenagem ao rei Eduardo VII. Outros destaques são uma fonte de mármore florentino, uma fonte grega do século IX e um vitral do século XVI. Uma curiosidade é que a princesa Charlotte, filha do príncipe William e da duquesa de Cambridge, Kate Middleton, foi batizada nesta igreja em 2015. A igreja abre de segunda a sábado entre os meses de abril e outubro entre 11h e 17h (16h em outubro); aos domingos de 13h às 17h (16h em outubro). Durante o inverno, ela só abre em horários de missas ou outros serviços.

Altar de prata da igreja
O belíssimo teto decorado da igreja

COMO CHEGAR À SANDRINGHAM HOUSE

Para chegar à Sandringham House partindo de Londres é preciso fazer um combo de trem + ônibus. Confira o passo-a-passo:

  • PASSO 1: Pegue o trem na estação London King’s Cross com destino a King’s Lynn. Eu costumo comprar as passagens de trem pelo site da TrainLine, pois acho mais fácil checar os melhores preços. O trajeto dura cerca de 1h30 minutos.
  • PASSO 2: Chegando na estação de King’s Lynn, é preciso caminhar cerca de 7 minutos até o terminal de ônibus de King’s Lynn, que eu coloquei no mapa interativo para facilitar a localização.
  • PASSO 3: Procure pelo ônibus número 11 (linha King’s Lynn – Hunstanton) da empresa Stagecoach Norfolk no ponto E. Há somente 1 ônibus por hora, tanto na ida quanto na volta. Por isso, vale a pena comprar uma passagem de trem cuja chegada na estação dê tempo de ir até o terminal. Confira os horários da linha 11 no site oficial (digite número 11 no campo “Download bus timetable PDF”). No site, é possível simular jornadas. O trajeto leva cerca de meia hora e você precisa descer no ponto “Sandringham House Visitor Center”.
Ponto de ônibus no Centro de Visitantes da Sandringham House
Informações no ponto de ônibus
  • PASSO 4: O ponto de ônibus fica do lado da estrada onde estão a Loja de Presentes e Restaurante. Você pode comprar o seu ingresso para a Sandringham House tanto na Loja de Presentes, quanto na bilheteria que fica do outro lado da estrada. Atravesse a estrada, passe pela bilheteria e siga à direita.
  • PASSO 5: Na hora de voltar, você precisa pegar o ônibus na volta para King’s Lynn no mesmo ponto em que desceu. Só tome cuidado para pegar o ônibus no sentido correto. Uma diferença é que na volta, o ônibus para em um ponto exatamente em frente à estação de King’s Lynn. Sendo assim, você não precisa ir até o terminal e, depois, voltar para a estação, ok?

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Sandringham House

  • Endereço: Sandringham PE35 6EN
  • Horários: entre meados de abril e final de outubro (a casa pode ficar fechada para eventos da família real – confira os dias de abertura neste link)
    • Casa e Museu entre 11h e 16h45 (15h45 em outubro)
    • Jardins entre 10h30 às 16h30  (15h30 em outubro)
  • Entrada:
    • Casa + Jardins + Museu: £15.50
    • Somente Jardins + Museu: £10
    • Tours guiados pelo Jardim: Entrada + £3.50 (somente às quartas e sábados às 11h e às 14h)


Conheça mais residências da realeza britânica:

Deixe seu comentário