Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres

2
Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres

Visitar a Red House é mais uma dica para quem quer sair do roteiro convencional em Londres. A visita é interessante, principalmente, para quem é apaixonado por decoração e arquitetura. Confira os motivos de incluir essa casa no roteiro na cidade.

A RED HOUSE

Construída em 1860, a Red House é um dos melhores exemplos de prédios “Arts and Crafts”. A casa foi projetada pelo arquiteto Philip Webb e o designer William Morris e tinha como objetivo servir de residência para Morris e sua esposa Jane. Morris comprou um terreno em uma área rural (na época). Ele chamou se amigo para ajudar a projetar e construir a casa, com um dinheiro que ganhou de herança de família. Morris foi profundamente influenciado pelo medievalismo e os estilos neo-góticos de inspiração medieval se refletem em todo o projeto do edifício.

Arts and Crafts

Trata-se de um movimento internacional de decoração e artes finas que teve início da Grã-Bretanha e se espalhou pela Europa e América do Norte entre 1880 e 1920. Este movimento representava o artesanato tradicional usando formas simples e, muitas vezes, usado estilos de decoração medieval, romântico ou popular.

 

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Placa indica que William Morris morou no local

Enquanto morou na Red House, Morris estava envolvido na formação de sua empresa de design, “Morris, Marshall, Faulkner & Co.”, e embarcou em seus primeiros projetos de papel de parede. Muitos exemplos de seus projetos podem ser vistos ainda hoje na casa. Foi também na Red House que nasceram as duas filhas, Jenny e May. Embora pretendesse viver no local o resto de sua vida, Morris percebeu que era muito caro manter a propriedade. Depois de cinco anos, mudou com sua família para um apartamento e vendeu a casa. De 1866 a 2002, diversos proprietários passaram pela Red House e muitas alterações foram feitas no design de seus interiores. Em 2003, a propriedade foi comprada pela National Trust, que realizou um projeto de conservação para mantê-la como uma atração turística.

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Red House vista dos jardins

DUAS FORMAS DE VISITAR A RED HOUSE

Passando pelo portão que leva a Red House, siga à esquerda para chegar até a área da bilheteria para comprar o seu ingresso. Ela parece que fica meio escondida, mas há placas indicativas que mostram o caminho.

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Entrada da propriedade – siga à esquerda para ir até a bilheteria

Se você chegar antes de 13h30, a única forma de visitar a casa é mediante tours guiados (veja mais informações no final do post). Depois desse horário, a casa fica aberta à livre circulação. Eu fiz o tour guiado e recomendo porque não teria prestado atenção a alguns detalhes da casa se tivesse feito a visita sem acompanhamento. Depois de comprar o seu ticket, fique na área próxima à bilheteria até que um guia voluntário venha chamar pelo grupo do horário. Você receberá um adesivo para colar na roupa quando comprar o ticket e, por isso, o guia conseguirá identificar quem são os participantes do tour.

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Bilheteria da Red House

ECONOMIA EM LONDRES: CARTÕES DE ATIVIDADES

Para quem pretende fazer muitas coisas e visitar muitos lugares pagos em Londres, a sugestão é adquirir um dos cartões que dão direto a acessar atrações e andar de ônibus turístico economizando muito! O THE LONDON PASS é o mais famoso deles. O cartão pode ser adquirido em versões de 1, 2, 3, 4, 5, 6 ou 10 dias. Ele dá direito a entrar em mais de 60 das principais atrações de Londres e 1 dia de passeio no ônibus turístico hop-on hop-off. Além disso, o cartão oferece mais de 20 ofertas especiais exclusivas em algumas das lojas e restaurantes da cidade. Veja a lista completa de atrações inclusas neste link. Preço: a partir de £69.

Leia mais: O que fazer em Londres – Roteiro completo de 5 dias ou mais

 

 TOUR GUIADO PELA RED HOUSE

Red House é uma jóia arquitetônica por dentro e por fora. No entanto, não tem uma coleção significativa de itens, já que William Morris mudou-se no início de sua carreira e levou todos os seus pertences com ele. De qualquer forma, o tour guiado é muito rico e passa por diversos cômodos da casa. A nossa guia começou explicando detalhes sobre a pintura interna da porta principal da casa e de um móvel que fica ao pé da escada.

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Móvel decorado logo na entrada
Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Vista das escadas

Em seguida, seguimos para a área da sala de jantar. Em cima da mesa, há tecidos e fotografias com detalhes de algumas das artes criadas por Morris. Ali eu comecei a conhecer melhor tanto a vida, quanto a obra deste famoso britânico.

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Sala de Jantar
Muitos exemplos de “Arts & Crafts”

Em seguida, subimos as escadas e a simpática guia nos fez reparar no teto todo pintado no estilo do movimento “Arts & Crafts”. Aliás, não é somente no teto em que eles estão presentes, estão nos papéis de parede e em paredes que em restauradores estão ainda tirando camadas de tintas e outros materiais que foram aplicados após Morris vender a casa e se mudar. O trabalho atual é resgatar esses elementos que o designer tinha colocado na casa. Alguns cômodos da área de cima, que eram quartos da família, não são visitados com a guia. Eu retornei após o término do tour para olhar com mais cuidado esses cômodos.

Voltando para o piso de baixo, a guia nos fez reparar nos desenhos das salas e algumas assinaturas nelas. Confesso que eu passaria batido por elas, mas foi muito interessante ver esses detalhes. Já sem a guia nos acompanhar, fui até a última sala onde há uma pequena exposição sobre a casa.

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Exposição no andar de baixo da casa

Embora eu não seja da área de arquitetura e design de interiores, achei bem bacana a visita. Tive a oportunidade de aprender um pouco sobre um assunto que era desconhecido para mim.

Jardins

Por fim, conheci externa casa. Ali fica uma bonita área verde, uma pequena horta de verduras e um jardim bem de plantas e flores coloridas. Foi um ótimo final para um passeio bem diferente.

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Área dos jardins
Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Uma área verde muito bonita
Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Detalhes das flores
Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Parte traseira da casa

RESERVE AGORA seu hotel e economize até 50%. Leitores do Viajonários estão com um SUPER DESCONTO! E o melhor, com CANCELAMENTO GRÁTIS*!



Booking.com


*confira os hotéis com cancelamento grátis no site

OUTRAS ATRAÇÕES NO LOCAL

Além do grande casarão, há ainda uma Loja de presentes com muitos itens de William Morris, no local onde fica a bilheteria; um Café, próximo à área dos jardins da casa; e uma lojinha de livros usados (Sebo), que fica em frente à bilheteria.

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres
Alguns itens da loja de presentes. Foto: site oficial

COMO CHEGAR À RED HOUSE

Não há estações de metrô próximas à Red House. A estação de trem mais próxima é a Bexleyheat, cujos trens saem da estação London Bridge. Saia da estação e caminhe a pé por cerca de 13 minutos ou pegue os ônibus números 96 ou 486. Descendo no ponto é preciso caminhar mais uns 5 minutos para chegar até a casa.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Red House

  • Endereço: Red House Ln, London DA6 8JF, Inglaterra
  • Horários: de março a outubro de quarta a domingo de 11h às 17h | de novembro a meados de dezembro de sexta a domingo de 11h às 16h30 | fechada de meados de dezembro a fevereiro | Importante: é possível visitar a casa no período da manhã somente mediante tours guiados; a partir de 13h30, ela fica aberta para livre circulação
  • Tours: nos dias em que a casa estiver aberta às 11h, 11h30, 12h, 12h30 e 13h / o tour dura de 45 minutos a 1 hora e é a única forma de visitar a casa no período da manhã | não há custos adicionais para participar do tour
  • Entrada: £8

Guarde esta dica no Pinterest!

Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres - Viajonários


Conheça outras atrações fora do convencional em Londres:

VAI VIAJAR? PROGRAME AQUI SUA VIAGEM!

=> RESERVA DE HOTEL: Há anos utilizamos o Booking.com para escolhermos nossa hospedagem!

=> ALUGUEL DE CARRO: Nossa dica é fazer uma cotação pela RentalCars e consultar o preço nas principais locadoras do mundo!

=> ENVIO DE BAGAGEM: Para quem está de mudança para outro país ou precisa viajar com muitas malas, confira as opções oferecidas pelo Send My Bag, um serviço incrível de envio de bagagens.

=> INGRESSOS: Não perca seu precioso tempo na fila para comprar tickets. Compre online ingressos para as principais atrações no mundo com Get Your Guide!

=> TOURS E EXCURSÕES PELO MUNDO: Para tours, excursões e passeios variados, a melhor opção é a Viator, uma empresa do grupo do TripAdvisor. Há várias opções bacanas para quem quer dispensar o carro!

=> SEGURO VIAGEM: Não deixe de contratar um seguro viagem antes de viajar!  Na Europa, o seguro viagem é obrigatório! Com Seguros Promo você pode fazer cotações para diversos planos e destinos.

=> TRANSFER DE TÁXI DE/PARA AEROPORTOS: Faça sua reserva com antecedência pelo Taxi2Airport e não fique esperando quando chegar em diversos aeroportos pelo mundo!

=> TREM NA EUROPA: Os melhores preços estão no site da Trainline, uma empresa que reúne tickets de várias companhias de trem do mundo!

=> CHIP INTERNACIONAL DE CELULAR: Não dá para imaginar ficar sem celular e plano de dados! Com a TravelMobile, você terá o chip funcionando e seu novo número antes de viajar!

2 COMENTÁRIOS

  1. […] Nesta exibição você saberá que Morris nunca teve um treinamento artístico formal. De fato, ele chocou a sua família quando decidiu dedicar a sua vida à arte. Esta galeria conta um pouco sobre as primeiras influências do artista, seus primeiros esforços de desenho e como Morris contou com a ajuda de seus jovens amigos para decorar a Red House, uma casa onde ele morou e até hoje há muito de sua arte. (Saiba mais no post: Red House: arquitetura e decoração inovadoras em Londres). […]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por gentileza, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui