Preparativos para a mudança

0
Algumas pessoas têm nos questionado o que estamos fazendo antes de ir para os EUA.
Antes de mais nada, ainda estamos trabalhando! Mas falta pouco! Estamos deixando nossos empregos no início de maio. A partir daí, vamos conseguir nos dedicar integralmente à mudança.
 
Desde que recebemos a resposta positiva de que o Paulo havia sido aprovado e decidimos por Stanford (ele também foi aprovado no MIT), começamos a verificar possibilidades para mim (Ana) também. Já estou com 2 cursos programados, ambos na Universidade de Stanford, um intensivo de inglês com foco acadêmico e uma pós-graduação em decisão estratégica e gestão de risco, mas a ideia é fazer muito mais (ainda em análise), pois as opções são várias!
 
Burocracia para mudança existe sim! Antes de mais nada, é preciso provar que temos recursos financeiros para nos manter nos EUA durante o período. Imposto de renda, extratos bancários, extratos de investimentos são requeridos. Estamos ainda no processo para a documentação do visto. É preciso enviar um formulário para a área de admissão de Stanford para que nos retornem um documento (ainda estamos aguardando) para darmos prosseguimento ao pedido de visto de estudante no Consulado Americano.
Quanto à moradia, nossa intenção é morar dentro do campus (em Escondido Village, como é chamado o setor de moradias de Stanford). Já enviamos a requisição, mas ainda estamos no aguardo da resposta (deve sair dentro de 2 semanas).
 
Quanto às nossas coisas no Brasil…
Estamos colocando à venda o nosso apartamento. Várias pessoas já vieram visitá-lo. Enquanto escrevo este post, o Paulo está apresentando o prédio para um potencial comprador em pleno feriado de 1º de maio.
Algumas coisas estão à venda também (eletrônicos, móveis, etc.) e outras tantas coisas vamos encaixotar para deixar nas casas de nossos pais no interior.
O que vai conosco vai ter que caber em algumas malas (umas 3, no máximo 4 por pessoa). Já doamos boa parte das nossas roupas e ainda vamos doar mais!
 
Uma coisa importante que estamos tirando desta experiência é que conseguimos viver muito bem com muito menos. Doar 60% das minhas roupas não foi tarefa difícil, confesso.  Achei que seria muito mais complicado. A maior parte das coisas nós realmente não usamos. Queremos que esta experiência também nos traga um equilíbrio maior em relação a isso. Estamos mesmo promovendo o desapego das coisas do passado.
A preocupação no momento é se dará tempo de fazermos tudo até o dia da nossa ida para lá. Tem muita coisa pendente para fazer e estamos embarcando em menos de 2 meses!!!
 
Estamos muito felizes também com as demonstrações de carinho das pessoas, muita gente torcendo por nós, felizes por um lado e tristes por causa de nossa ausência no dia-a-dia.
 
O que virá depois deste período de estudos? Só Deus sabe! Estamos com tantas coisas para resolver que não temos tempo para pensar nisso agora. E, sinceramente, para quê? Vamos aproveitar ao máximo este período maravilhoso e sabático que estamos tirando para nossas vidas. Independente se vamos voltar para o Brasil ou não, se vamos decidir ir para outro lugar, mudar de vida, de emprego e etc. o mais importante é que queremos passar por isso intensamente para sair como pessoas melhores e cheias de experiências!
E lá vamos nós! Falta pouco!
 

Deixe seu comentário