Planejando uma viagem ao Grand Canyon

ATUALIZADO: 15/06/2016

Está planejando uma viagem ao Grand Canyon? Considerado uma das 7 Maravilhas Naturais do Mundo, o Grand Canyon é um dos locais mais belos que já visitamos. Localizado no estado do Arizona, o Canyon foi sendo moldado por muitos anos a medida que as águas do Rio Colorado percorriam o território. Estima-se que há cerca de 2 bilhões de anos sedimentos foram sendo depositados no local e o canyon foi sendo criado. Elaboramos este guia para ajudar você que está planejando uma viagem ao Grand Canyon! Se você está querendo chegar ao Grand Canyon de carro pela Rota 66, veja dicas aqui.

GRAND CANYON EM NÚMEROS

  • Extensão: 446 km
  • Largura máxima: 29 km
  • Profundidade máxima: 1.857 metros
  • Turistas: 5 milhões ao ano

PLANEJANDO UMA VIAGEM AO GRAND CANYON:

AS 3 PARTES

Se você está planejando uma viagem ao Grand Canyon, é preciso entender que ele é dividido em 3 partes distintas: o lado oeste (Grand Canyon West) e as margens norte e sul do Rio Colorado (North Rim e South Rim).

Segue abaixo o mapa com a localização das 3 partes do Grand Canyon:

PARTE 1 – GRAND CANYON WEST

A área denominada Grand Canyon West está sob responsabilidade da tribo Hualapai de índios americanos e não pertence ao Grand Canyon National Park. É nesta área que está localizada a Grand Canyon Skywalk. Aberta em 2007, trata-se de uma plataforma de vidro transparente que coloca o visitante em uma posição privilegiada para admirar o Grand Canyon abaixo de seus pés. Esta região é a mais próxima da cidade de Las Vegas, no estado de Nevada, ficando a apenas 200 km de distância e da Represa Hoover que descrevemos neste post.

Mapa de localização do Grand Canyon West. Figura: Site Oficial dos Parques Nacionais dos EUA
Mapa de localização do Grand Canyon West. Figura: Site Oficial dos Parques Nacionais dos EUA

Locais de observação no Grand Canyon West:

  • Eagle Point: nesta região ficam a Native American Village, que permite uma caminhada por um vilarejo típico de índios americanos; o Grand Canyon Skywalk, uma plataforma de vidro que fica a 1.200 metros de altura; um Anfiteatro que conta com apresentações dos índios americanos; e Creations by Native Hands, uma exposição de artesanatos feitos pelo povo Hualapai.
  • Hualapai Ranch: é possível ter uma experiência da vida de cowboys com passeios de carroça; aprender a laçar gado; fazer passeios andando a cavalo ao longo do Grand Canyon; há também cabines que permitem pernoitar na área.
  • Guano Point: proporciona vistas panorâmicas do Grand Canyon e do Rio Colorado.
grandcanyon-map
Informações sobre a visita ao Grand Canyon West. Figura: reprodução site do Grand Canyon West

Para visitar o Grand Canyon West, é possível comprar tickets a partir de US$ 43.42* US$ 46.95* por pessoa (Hualapai Legacy Package), que dão acesso ônibus que levam aos 3 pontos de observação e estacionamento no local. No entanto, é preciso pagar um valor adicional para visitar o Skywalk, a plataforma de vidro, totalizando, no mínimo, em um ingresso no valor de US$ 80.94* US$ 71.38* por pessoa (Legacy Gold Package). O valor inclui uma refeição no local. E vale lembrar que é proibido tirar fotos no local. Na hora de entrar na plataforma, não é permitido levar bebidas, alimentos, câmeras fotográficas ou celulares. Segundo os responsáveis, são ações preventivas para preservar a qualidade do vidro da plataforma. O horário de funcionamento é diariamente de 7h às 19h.

*valores referentes a jul/2015 jun/2016

À esquerda, a plataforma de vidro que se lança para o meio do Grand Canyon. Foto: site oficial do Grand Canyon West
À esquerda, a plataforma de vidro que se lança para o meio do Grand Canyon. Foto: site oficial do Grand Canyon West

Os tours de helicóptero que saem de Las Vegas com direção ao Grand Canyon pousam nesta área. Veja todas as informações sobre este tour neste post. Nós super recomendamos este passeio, pois a visão que o tour de helicóptero proporciona não pode ser obtida de nenhuma outra forma e é magnífica.

thumb_419876_2689554769038_210705561_n_1024
Vista deslumbrante do local que o helicóptero pousa durante o tour

PARTES 2 E 3 – GRAND CANYON NATIONAL PARK (SOUTH RIM e NORTH RIM)

Tanto a South Rim como a North Rim pertencem ao Grand Canyon National Park que é administrado pelo governo americano. É possível chegar ao local através dos aeroportos de Las Vegas, em Nevada e de Flagstaff e Phoenix, ambos no Arizona. Uma dica é consultar o site oficial para ter acesso a várias informações, mapas e horários do nascer e do pôr-do-sol para aproveitar bem o dia no parque. A melhor maneira ter mais informações e o que fazer no South e  North Rim é através deste link do site oficial, em inglês.

thumb_DSC02606_1024
Pôr-do-sol no Grand Canyon

South Rim

Cerca de 90% dos turistas que visitam o Grand Canyon National Park vão para a South Rim, que o lado sul do Grand Canyon, local em que há a melhor estrutura para visitar o local, com restaurantes, hotéis e demais serviços. Lá existe o Grand Canyon Village, com um ótima estrutura turística, e também ali pertinho fica a cidade de Tusayan, a mais próxima do Grand Canyon, que conta com uma rede hoteleira maior, além de vários restaurantes. O lado Sul fica aberto o ano inteiro e existem linhas gratuitas de ônibus que levam aos principais pontos do parque.

map2large
Mapa da localização do South Rim. Figura: site oficial do parque

Distâncias de carro até o Grand Canyon South Rim

  • Partindo de Las Vegas: 460 km (4h30 min de viagem)
  • Partindo de Flagstaff: 140 km (1h40 min de viagem)
  • Partindo de Phoenix: 380 km (4h de viagem)

Vale a pena se hospedar na região, já que o tempo gasto na estrada será muito grande e o passeio ficará muito cansativo. Caso queira se hospedar dentro do Grand Canyon Village, é preciso reservar o hotel com 6 meses de antecedência na alta temporada, que é o período do verão no hemisfério norte.

Do lado Sul, também fica localizada uma região chamada de Desert View. Há vários pontos de observação do Grand Canyon de vários ângulos diferentes.

Torre no Desert View
Watch Tower, a torre de observação no Desert View

Todos os detalhes sobre o que visitar no South Rim podem ser encontrados neste post especial com várias dicas!

North Rim

A região do North Rim fica aberta à visitação do dia 15 de maio ao dia 15 de outubro de cada ano, ficando fechada (hotel, restaurante e centro de visitantes) durante o inverno no hemisfério norte, já é comum nevar no parque durante este período. Em relação ao South Rim, este lado do Grand Canyon tem pouquíssima estrutura (hotel e restaurante), existem partes não pavimentadas da estrada e há menos pontos de observação. Recebe somente 10% dos visitantes que entram todos os anos na área do Grand Canyon National Park.

A região possui área para camping e somente um hotel, o Grand Canyon Logde at North Rim, que fica ao lado do Centro de Visitantes do North Rim, que fica aberto diariamente, durante os meses de maio a outubro, de 8h às 18h. Para ver as opções de restaurantes do North Rim, confira este link.

Locais de observação do North Rim:

  • Bright Angel Point: local que proporciona uma vista clássica do Grand Canyon e é acessível também para cadeirantes.
  • Point Imperial: é o ponto mais alto do North Rim (2.683 metros de altura). Somente uma parte é acessível para cadeirantes.
  • Cape Royal: proporciona uma visão panorâmica do Canyon e é o melhor ponto do North Rim para apreciar o nascer e pôr-do-sol.
Mapa do North Rim. Figura: Reprodução do site oficial
Mapa do North Rim. Figura: Reprodução do site oficial
Mapa da região do North Rim. Figura: Reprodução site oficial
Mapa da região do North Rim. Figura: Reprodução site oficial

Distâncias de carro até o Grand Canyon North Rim

  • Partindo de Las Vegas: 425 km (3h30 min de viagem) – passando pelo estado de Utah
  • Partindo de Flagstaff: 330 km (4h de viagem)
  • Partindo de Phoenix: 565 km (6h de viagem)

Uma opção é se hospedar na cidade de Page, no Arizona, que fica a 200 km do North Rim e tem outras atrações interessantes (Horseshoe Bend e Antelope Canyon).

TICKET PARA ACESSAR O PARQUE

Quem visita o South Rim e o North Rim, pode adquirir o ticket por US$ 30* por veículo e é válido para entrar no parque por 7 dias consecutivos. Quando for passar pela entrada, receberá um mapa e um jornal do parque e já precisará estar com o ticket comprado. Por isso, veja aqui os locais de venda.

*valor referente a jun/2016

thumb_DSC02731_1024
Tabela de preços em uma das entradas do Grand Canyon National Park

Caso esteja visitando mais parques nos Estados Unidos, vale a pena comprar o ticket anual que custa US$ 80 e vale por um ano, dando acesso a vários parques americanos (demos dicas de como adquirir este ticket neste post).

MELHOR ÉPOCA PARA VISITAR

É possível visitar o Grand Canyon o ano todo, porém, é preciso lembrar que o North Rim fica fechado durante o inverno por conta da neve e as temperaturas podem chegar a 5ºC, trazendo desconforto. Além disso, entre os meses de junho a agosto, a alta temporada e as altas temperaturas do verão americano, que chegam a ultrapassar os 40ºC, podem causar excesso de turistas e desconforto para caminhar sob sol forte. Os períodos do outono e primavera, portanto, tendem a ser menos lotados e de temperatura mais agradável.

MELHOR FORMA DE VISITAR

Existem várias formas de visitar o Grand Canyon e, provavelmente, a melhor delas é ir de carro. Dentro do parque há vários ônibus gratuitos que podem ser utilizados para se deslocar de um ponto a outro. O passeio de helicóptero é altamente recomendado, mas não exclui a necessidade de se fazer o passeio por terra.

DICAS

  • Muitas áreas do Grand Canyon não tem cerca ou qualquer proteção que separem os visitantes do abismo. Por isso, é fundamental ter cuidado com crianças e idosos e evitar andar muito próximo da borda do canyon, pois alguns lugares podem ser escorregadios e muito perigosos.
  • Algumas pessoas sofrem com problemas relacionados à altitude, tendo dificuldade de respirar, pois o ar fica mais rarefeito. O Grand Canyon chega a ficar a uma altitude de 2.438 metros acima do nível do mar e, por isso, quem sofre com problema de altitude deve se prevenir tomando remédios específicos.
  • Sempre levar água e algo para se alimentar na bolsa ou mochila, pois na maior parte dos lugares não há lugar para comprar.
  • Usar filtro solar o ano todo e usar boné ou chapéu para se proteger do sol forte.
  • Antes de entrar no parque, passe em um post de combustível para encher o tanque do carro.

O QUE FAZER NO GRAND CANYON

A vista do Grand Canyon é incrível e, com certeza, a principal atividade é para nos pontos de observação para apreciar a paisagem e tirar fotos de vários ângulos. Além disso, há várias trilhas para caminhada com vários níveis de dificuldade que permitem até mesmo passar do South Rim para o North Rim (neste caso, a trilha tem 34 km). Há também passeios a cavalo ou mulas, passeio de barco pelas águas do Rio Colorado, passeio de helicóptero, entre outras atividades. Existem muitas opções de passeios e excursões que são oferecidas por empresas especializadas. Para conhecer mais no detalhe estas opções, acesse este link.

thumb_DSC03078_1024
Linda vista do Grand Canyon e do Rio Colorado

No próximo post, daremos dicas para aproveitar da melhor maneira possível sua passagem pela região do South Rim!

 Continue lendo sobre o Grand Canyon…