Os 25 países menos visitados do mundo em 2015

0

Existem lugares no mundo que sempre estão abarrotados de turistas e fazem parte da lista de desejos de tantos outros. No entanto, alguns lugares do mundo recebem pouquíssimos visitantes. Em uma reportagem divulgada recentemente pelo site Business Insider, foram listados os 25 países menos visitados do mundo em 2015.

Os motivos para que alguns países sejam poucos visitados variam, mas as principais razões estão relacionadas à localização, logística da viagem, custos, dificuldade para conseguir visto, problemas com os governos de cada país e até mesmo questões que envolvem guerras e conflitos, que acabam afastando até o mais aventureiro dos viajantes.

A ONU (Organização das Nações Unidas) tem um órgão, o World Tourism Organization, que gera relatórios sobre a indústria do turismo, mas cita o problema de ter informações suficientes e confiáveis para a elaboração destes documentos, já que existem países que não divulgam números oficiais. Por este motivo, alguns números acabam sendo estimativas pouco precisas dos dados disponíveis para consulta. Alguns desses locais podem ser boas oportunidades para incluir no roteiro de viagens futuras, por serem pouco explorados. Outros, no entanto, com problemas estruturais e governamentais, é melhor passar longe!

Vamos, então, conhecer quais são os 25 países menos visitados em 2015 e verificar os pontos positivos de cada um deles e os motivos para receberem tão poucos turistas? Já adiantamos que a maior parte deles está na África ou Oceania.

Países menos visitados do mundo:

25. Dominica, América Central

(78 mil turistas) – empate
  • PRÓS: Lugar belíssimo e vazio, frequentado até por estrelas de Hollywood.
  • CONTRAS: Tem pouca estrutura voltada ao turismo e os aeroportos não permitem grandes aviões comerciais.

25. Timor Leste, Sudeste Asiático

(78 mil turistas) – empate
  • PRÓS: Hotéis luxuosos e locais ótimos para mergulho são grandes atrativos do local. O visto pode ser retirado assim que chegar ao aeroporto.
  • CONTRAS: Pelo fato de estar em um território isolado e pouco conectado com o resto do mundo, poucas companhias aéreas se arriscam a disponibilizar voos para lá.

23. República Centro Africana, África

(71 mil turistas) – empate
  • PRÓS: Existem comunidades e vilarejos de pigmeus que não são encontrados em outros lugares do mundo. Além disso, é uma excelente lugar para quem gosta de vida selvagem, pois há muitos elefantes e gorilas.
  • CONTRAS: A guerra civil e problemas religiosos têm prejudicado o turismo no país e grupos terroristas às vezes atacam o principal aeroporto.

23. São Vicente e Granadinas, América Central

(71 mil turistas) – empate
  • PRÓS: Essa ex-colônia britânica proporciona muito contato com a natureza, com águas cristalinas e muito verde.
  • CONTRAS: O nome do país é tão grande que dificulta que os turistas se lembrem dele.

22. Djibouti, África

(63 mil turistas)
  • PRÓS: Embora seja bastante seco, existem regiões que valem uma visita em que se pode praticar mergulho, curtir as formações vulcânicas e caminhar pelas montanhas.
  • CONTRAS: É um país quase que praticamente desconhecido e ocupado por tropas francesas.

21. Liechtenstein, Europa

(60 mil turistas)
  • PRÓS: As montanhas do país podem proporcionar vistas incríveis.
  • CONTRAS: Seus vizinhos Áustria e Suíça acabam sendo muito mais atrativos para os turistas do que o minúsculo Liechtenstein, que não possui nenhuma vida noturna.

20. Guiné, África

(56 mil turistas)
  • PRÓS: Um ponto forte é a experiência de ver o pôr-do-sol em uma de suas praias.
  • CONTRAS: Embora seja um belo país, a infra-estrutura turística não é muito boa e o surto do vírus ebola prejudicou ainda mais a indústria turística do local.

19. Tonga, Oceania

(45 mil turistas)
  • PRÓS: O povo é hospitaleiro, gosta de fazer festas, churrascos e beber.
  • CONTRAS: Esta pequena ilha da Polinésia é uma das últimas monarquias absolutas do mundo. Poucas pessoas conhecem conseguem pronunciar o nome da capital, Nuku’alofa, ou do aeroporto do país, Fua’amotu.

18. Serra Leoa, África

(44 mil turistas)
  • PRÓS: É o país dos leões da montanha e com paisagens incríveis. As temperaturas giram em torno de 24ºC a 30ºC.
  • CONTRAS: O acesso do principal aeroporto do país para as cidades só pode ser feito por barco. Além disso, é o país com o pior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo.

16. Estados Federados da Micronésia, Oceania

(35 mil turistas) – empate
  • PRÓS: É um lugar fantástico para mergulhar e surfar.
  • CONTRAS: Apenas uma companhia aérea voa para este país que é uma reunião de pequenas ilhas, dificultando a vida dos turistas.

16. Mauritânia, África

(35 mil turistas) – empate
  • PRÓS: Pode ser um lugar atraente para fotógrafos profissionais registrarem a beleza típica do local.
  • CONTRAS: É bem fácil entender o motivo de poucos turistas visitarem um país em que 75% do território é deserto.

15. Ilhas Salomão, Oceania

(24 mil turistas)
  • PRÓS: Há lindas praias, vulcões, floresta tropical com cachoeiras e lagos.
  • CONTRAS: É um território muito menos conhecido do que os países vizinhos como Papua Nova-Guiné e, claro, Austrália.

14. Libéria, África

(24 mil turistas)
  • PRÓS: O país tem belas praias.
  • CONTRAS: O interesse de turistas caiu pois o país foi assolado pelo vírus ebola nos últimos tempos.

13. Comores, África

(21 mil turistas)
  • PRÓS: O país oferece excursões para vulcões e é possível mergulhar e velejar.
  • CONTRAS: Apenas 800 mil pessoas vivem neste país que é uma ex-colônia francesa.

12. Afeganistão, Ásia

(13 mil turistas)
  • PRÓS: As montanhas do país proporcionam vistas belíssimas e o povo é incrível.
  • CONTRAS: Frequentes bombardeios eataques terroristas transformaram o país em uma zona de guerra.

11. São Tomé and Príncipe, África

(10 mil turistas)
  • PRÓS: É uma ex-colônia portuguesa, com belas praias e ótima para pescar.
  • CONTRAS: A dificuldade de chegar ao local é um dos principais problemas para visitar o país.

10. Turcomenistão, Ásia

(8.697 turistas)

  • PRÓS: Atrações da natureza incríveis. Os habitantes recebem eletricidade, água e gás natural de graça.
  • CONTRAS: País complicado com relações internacionais, seguindo linha semelhante a da Coréia do Norte.

9. Guiné-Bissau, África

(7.500 turistas)
  • PRÓS: Há lugares muito bonitos e as ostras são divinas.
  • CONTRAS: Infra-estrutura deficiente e poucas companhias aéreas voam para o país.

8. Líbia, África

(6.250 turistas)
  • PRÓS: É possível pegar o visto na chegada ao país.
  • CONTRAS: Ainda há terrorismo e bombardeios no país.

7. Kiribati, Oceania

(6.000 turistas)
  • PRÓS: Existem várias possibilidades de se chegar ao país através de companhias aéreas de países próximos.
  • CONTRAS: Praticamente ninguém já ouvi falar alguma vez na vida neste paraíso no meio do Pacífico.

6.Guiné Equatorial, África

(5.700 turistas)

  • PRÓS: Belas praias em que é possível fazer snorkel.
  • CONTRAS: A burocracia é gigantesca caso você não seja um cidadão americano. Infra-estrutura de turismo muito deficiente. Não se pode tirar fotos, a menos que você queira ter problemas, já que o país é dominado por um ditador.

5. Sudão do Sul, África

(5.500 turistas)
  • PRÓS: Difícil encontrar algum.
  • CONTRAS: País em guerra civil. Fotografar é ilegal no país. Só 5% da população têm energia elétrica.

4. Ilhas Marshall, Oceania

(4.600 turistas)
  • PRÓS: A diversidade biológica é imensa, com muitos tipos de peixes e corais ao longo das ilhas.
  • CONTRAS: Ninguém sabe que este país existe, já que ele fica localizado no meio do Oceano Pacífico.

3. Tuvalu, Oceania

(1.200 turistas)
  • PRÓS: Povo genuíno, carinhoso e muito amigável.
  • CONTRAS: Poucos voos comerciais atendem o país.

2. Somália, África

(400 turistas)
  • PRÓS: Existem lugares considerados seguros e muitos negócios têm sido abertos no país.
  • CONTRAS: Guerra, falta de governo por muitos anos, violentos extremistas muçulmanos.

1. Nauru, Oceania

(160 turistas)
  • PRÓS: É o país menos visitado do mundo!
  • CONTRAS: Ninguém conhece esse país minúsculo com menos de 10 mil habitantes.

Deixe seu comentário