Os 10 melhores países para viajar sozinho

Para muitos, é impensável considerar viajar sozinho. Para outros, essa escolha já tem se tornado um estilo de vida e um momento de introspecção e auto-conhecimento. Se você está querendo viajar, mas não encontra ninguém para acompanhá-lo na sua viagem, não deixe de fazê-la! É o que dizem centenas de viajantes que embarcaram nesta aventura e afirmam não ter se arrependido da escolha que fizeram.

Em um artigo publicado no site da Business Insider foram organizados os dados da Global Peace Índex, que é uma pesquisa que analisa 162 países de acordo com a sua tranquilidade e da Happy Planet Índex, que considera o impacto no meio-ambiente e no bem-estar do ser humano em 151 países, medindo a longevidade e a felicidade das pessoas para se criar um ranking dos melhores países para viajar sozinho. A reportagem completa com o critério utilizado para a elaboração do ranking você pode conferir aqui (em inglês). Seguem as 10 primeiras posições, e sugestões de passeios sugeridos pela reportagem da Business Insider.

1) Nova Zelândia

No país do cenário exuberante do Senhor dos Anéis, os viajantes solos podem se aventurar nas geleiras, nas florestas, e nos picos dos Alpes do Sul. Além disso, pode-se praticar bungee jumping, jet boat, e caminhadas na lendária Milford Track.

2) Noruega

Uma das melhores maneiras para viajantes individuais de experimentar um país caro é a bordo de um dos barcos a vapor Hurtigruten que navegam até a costa da Noruega, na cidade de Bergen, e através de alguns dos mais belos fiordes do país, parando em dezenas de portos ao longo do caminho.

3) Suíça

É ideal usar boas botas de caminhada e um passe Swiss Rail Pass para andar de trem, bonde e barco. Você pode começar passando alguns dias na cidade imponente e ótima para pedestres Zurique e, em seguida, seguir para o sul para as margens do Lago de Genebra, tendo a oportunidade de aproveitar os bistrôs, vida noturna e museus de Montreux e Lausanne antes de prosseguir para a região de língua italiana de Ticino.

Zurique, uma das mais importantes cidades suíças
Zurique, uma das mais importantes cidades suíças

4) Costa Rica

Pode-se até falar que o conceito de turismo de aventura nasceu na Costa Rica, conhecido por ser o país mais feliz do mundo. Este destino na América Central vem atraindo muitos turistas por décadas para surfar na costa do Pacífico ou participar de um rafting na água branca do Reventazón ou Rio Pacuare. Se o conforto é uma prioridade, reserve um dos lodges de aventura célebres do país e aproveite para curtir passeios de um dia na floresta.

5) Áustria

Viena é uma das cidades européias mais fáceis de explorar como um viajante solitário. A cidade dispõe de um enorme número de salas de concerto, dezenas de museus e cafés. Salzburg é ainda menor, mas igualmente acolhedora para solteiros. A rede ferroviária é maravilhosa e é muito fácil ir para qualquer outro lugar do país.

Prefeitura de Viena, capital da Áustria
Prefeitura de Viena, capital da Áustria

6) Vietnã

A vida nas ruas é colorida e segura nas principais cidades do Vietnã, seja explorando o mercado Ben Thanh em Ho Chi Minh City ou em Hanói no enorme Mercado Dong Xuan. Fazer tai chi com centenas de outras pessoas pelo lago Hoan Kiem antes de ir para as montanhas do Planalto Central, é uma ótima opção.

7) Chile

Os chilenos tendem a ser simpáticos e acolhedores, uma grande vantagem para viajantes individuais aventureiros ávidos por explorar este lindo país de desertos, montanhas e imenso litoral. No norte, o mágico Deserto de Atacama e no sul, a Patagônia. Visite também Santiago, uma cidade segura e fácil de explorar.

8) Japão e Suécia (empatados)

Depois de alguns dias na fascinante megalópole Tóquio, faça um passeio de trem bala passado Monte Fuji para experimentar a tranquilidade contrastante da antiga Kyoto. Você pode desfrutar de um banho quente, meditar em um jardim Zen, e jantar no balcão de um restaurante de sushi, um favorito clássico de viajantes individuais.

É fácil ser um viajante solitário em Estocolmo, capital da Suécia, uma cidade compacta cercada pelas águas do arquipélago. Pratique esportes como caiaque e ande de bicicleta. A experiência sueca por excelência é ao ar livre, à beira do lago ou caminhadas no extremo norte.

10) Indonésia

Ver templos, fazer yoga na praia, além de tudo barato: comida, hospedagem e massagens. Bali é o único destino mais popular para viajantes individuais ocidentais na Indonésia. Se você preferir um lugar menos turístico, pegue um vôo de 25 minutos para Lombok, uma ilha fora da costa de Bali para viajar no tempo de volta para 1970 na Indonésia.