O que fazer em Luxemburgo – Roteiro de 1 dia

0

Luxemburgo, embora pequeno, é um país adorável. A principal cidade, que leva o mesmo nome do país, é o principal destino de quem quer conhecer o único Grão-Ducado que ainda existe no mundo. Neste post, contamos nossa experiência de bate-volta a partir de Bruxelas, com sugestões bacanas sobre o que fazer em Luxemburgo, neste roteiro de 1 dia na cidade. Vamos lá?

O GRÃO-DUCADO DE LUXEMBURGO

No post “Europa: Vale a pena incluir Luxemburgo no roteiro?” explicamos nossas razões para incluir Luxemburgo no roteiro de viagem pela Europa. Além disso, demos uma visão ampla sobre o país, o que é um Grão-Ducado, principais informações sobre Luxemburgo, como incluir a cidade no roteiro, idiomas falados (do luxemburguês ao português!) e muitas informações bacanas para quem está planejando uma viagem. Agora, vamos destacar algumas das principais atrações.

O QUE FAZER EM LUXEMBURGO – ROTEIRO DE 1 DIA

A cidade de Luxemburgo é bem compacta e, por isso, é possível conhecer todo o centro histórico a pé. A estação de trem de Luxemburgo fica a uns 15 a 20 minutos de caminhada do centro. Para ajudar nesta tarefa, fizemos um mapa com as principais atrações da cidade:

No dia em que estivemos em Luxemburgo, pegamos uma chuvinha no começo da manhã logo que desembarcamos na cidade. A chuva durou em torno de 40 minutos e acabou nos atrasando um pouco para começar o passeio em Luxemburgo, mas depois o tempo firmou e até mesmo um solzinho tímido começou a aparecer. Era um sábado e a cidade estava toda agitada. As praças estavam tomadas de feiras livres e eventos públicos.

1. VIADUC

Para chegar ao centro da cidade, basta seguir pela Avenue de la Gare e passar o Viaduto de Luxemburgo (também conhecido como Passerelle). A vista (à direita de quem está indo sentido centro) é muito bonita e é possível admirar a área de Vallé de la Pétrusse, onde ali perto ficam localizadas as Casemates de Pétrusse, que estão fechadas para visitação (vamos falar mais sobre as Casemates em seguida) e um lindo parque onde há até mesmo uma pista de skate e bicicletas. Nós ficamos babando com a vista mesmo antes de começar a conhecer, de fato, a cidade.

luxemburgo18
Viaduc à esquerda
luxemburgo20
Pista de skate e bike no meio do parque Pétrusse

2. PRAÇA CLAIREFONTAINE

Foi andando despretensiosamente após cruzar o Viaduto que chegamos a esta linda praça com o chão coberto de paralelepípedos. No centro da praça fica um monumento em homenagem à grã-duquesa Charlotte.

Praça de Clarefontaine
Praça Clairefontaine

3. CATEDRAL NOTRE DAME DE LUXEMBURGO

Saindo da praça, fomos sentido oeste em direção a uma das principais igrejas da cidade, a Catedral Notre Dame de Luxemburgo. Ela é a única catedral da cidade e foi construída entre 1613 e 1621 por padres jesuítas em estilo gótico, com alguns elementos renascentistas. No final do século XVIII, a igreja recebeu a imagem milagrosa da Virgem Maria Consolatrix Afflictorum, a santa padroeira da cidade e do país. Entre os anos de 1935 e 1938, ela passou por um grande processo de expansão e reforma.

  • Endereço: Rue Notre Dame, 2240 Luxemburgo
  • Horários: diariamente de 10h às 12h e de 14h às 17h30
  • Entrada: gratuita
Notre Dame de Luxemburgo
Notre Dame de Luxemburgo

4. PRAÇA DA CONSTITUIÇÃO

A Praça da Constituição foi construída sobre a antiga fortaleza Beck (1644-1685). Na praça, fica um obelisco, colocado em 1923, para homenagear os luxemburgueses que morreram durante a Primeira Guerra Mundial. No alto do obelisco fica uma estátua dourada da deusa Nike, que é um símbolo da liberdade e da resistência do povo de Luxemburgo. Dali também é possível ver a Ponte Adolphe, uma ponte de 153 metros de comprimento construída entre os anos de 1900 e 1903, que se tornou um símbolo nacional não-oficial, representando a independência de Luxemburgo. A ponte foi nomeado em homenagem ao Grão-Duque Adolphe, que reinou em Luxemburgo entre 1890 e 1905.

Deusa Nike do triunfo e da glória
Deusa Nike do triunfo e da glória

5. CASEMATES DE PÉTRUSSE

Lembra que comentamos sobre as Casemates de Pétrusse no começo do post? A Praça da Constituição fica pertinho da entrada para as Casemates de Pétrusse que são Patrimônio Mundial da UNESCO. Elas tiveram origem numa época em que os espanhóis foram modernizando obras medievais e construindo grandes bastiões, cuja plataforma é ocupada pela Praça da Constituição. Estas obras são uma das poucas fortificações de Luxemburgo que foram preservadas. Entre 1728 e 1729, os austríacos construíram uma “escadaria” no local. Após a fortaleza ter sido desmantelada em 1867, as lacunas foram simplesmente emparedadas e a maioria das entradas fechadas. Desde 1933, elas estão disponíveis para visitação pública. No entanto, estão temporariamente fechadas. O que é possível fazer na área no momento é aproveitar as belíssimas vistas.

Vista do Parque Pétrusse
Vista do Parque Pétrusse

6. PRAÇA WILLIAM

É na Praça William (também chamada Guillaume II) que está localizado o escritório de turismo de Luxemburgo (para quem quiser tirar dúvidas de passeios ou retirar um mapa da cidade), uma grande estátua equestre do grão-duque William II e a prefeitura da cidade. No dia em que visitamos, a praça estava lotada de barraquinhas vendendo todo tipo de produtos, principalmente frutas frescas e legumes. Por isso, foi difícil conseguir bater uma foto que mostrasse a dimensão dela.

luxemburgo5
Feira livre na Praça William; à direita fica o escritório de turismo; em frente, a prefeitura

7. PREFEITURA DA CIDADE DE LUXEMBURGO

Na praça William está localizada a Prefeitura da Cidade de Luxemburgo (Hôtel de Ville, em francês). Trata-se de um prédio de dois andares, guardados por leões de bronze na escadaria. As janelas estavam todas cheias de flores vermelhas, dando um charme especial ao edifício.

luxemburgo6
A prefeitura, quase escondida no meio das barraquinhas de comida

8. PALÁCIO DOS DUQUES

Pertinho da prefeitura fica o Palácio dos Duques, que é o Palácio Real oficial onde reside o grão-duque de Luxemburgo. Ele não é tão imponente e nem chama tanta atenção quanto outros palácios da Europa. O palácio fica aberto poucas semanas durante o ano e é preciso comprar tickets no escritório de turismo da cidade. A solene troca da guarda em frente ao Palácio dos Duques ocorre uma vez por mês durante os meses de junho a setembro e dura 45 minutos.

  • Endereço: 32 Rue de l’Eau, 1449 Luxemburgo
  • Horários: meio de julho a início de setembro diariamente (exceto quartas-feiras) – tours em inglês (10h, 15h30 e 17h); francês (10h30 e 16h30); alemão (11h, 14h e 16h); holandês (15h); luxemburguês (14h30)
  • Entrada: 10 euros
Palácio dos Duques
Palácio dos Duques

9. PRAÇA DAS ARMAS

Durante nossa visita a Luxemburgo, a Praça das Armas estava cheia e estavam ocorrendo eventos públicos de conscientização sobre acidentes automobilísticos. Na praça fica o monumento Dicks-Lentz, dois poetas que escreveram a letra do hino nacional. No topo do monumento está um leão, que representa o Grão-Ducado e há também um ferreiro que simboliza a indústria do aço. Nesta praça também fica o Palácio Municipal (Cerce), que foi originalmente concebido como um edifício administrativo com salas de recepção. A estrutura principal foi concluída em 1906, mas o trabalho no interior só terminou em 1909. Aproveite sua passagem pela Praça das Armas para almoçar (foi o que nós fizemos) porque o lugar é recheado de restaurantes.

luxemburgo3
Monumento Dicks-Lentz
luxemburgo4
Palácio Municipal

10. IGREJA SAINT MICHEL

Esta é a igreja mais antiga da cidade de Luxemburgo. A primeira igreja foi construída no local em 987 como a capela do castelo para o Conde de Luxemburgo. No entanto, ao longo dos séculos seguintes, o edifício foi destruído, reconstruído e renovado várias vezes. Sua aparência atual data de 1688, e une os estilos arquitetônicos românico, gótico e barroco. O que mais nos chamou atenção na igreja foram os vitrais. Ficamos curiosos para saber o motivo pelo qual uma igreja tão antiga exibe vitrais tão modernos! São lindíssimos!

  • Endereço: Rue Sigefroi, Luxemburgo
  • Entrada: gratuita
luxemburgo7
Interior da charmosa igreja
luxemburgo8
Ficamos apaixonados pelos vitrais

11. CHEMIN DE LA CORNICHE

Até agora Luxemburgo mostrou algumas belezas, mas parece uma cidade normal. Mas a região de Chenin de la Corniche, considerada a “varanda mais bonito do mundo” (segundo palavras do escritor luxemburguês Batty Weber), rende um UAU daqueles! Que vista incrível que esta área proporciona! Caminhe pela ruazinha de pedestres que dá vista à área da cidade que é cortada pelo rio Alzette e veja a parte da cidade que fica em uma área mais baixa. A paisagem parece que saiu de um quadro! Embaixo, há até uma horta e uma pequena queda d’água. Este é o lugar que faz a visita à Luxemburgo valer a pena!

luxemburgo11
As fotos não conseguem refletir a beleza deste lugar
luxemburgo12
Vista da cidade baixa às margens do rio

12. CASEMATES DU BOCK

Bock é o nome de um promontório que fica localizado na região da Corniche, que fornece fortificação natural, com suas falésias rochosas às margens do Rio Alzette. Em 963, o Conde Siegfried construiu um castelo fortificado no promontório Bock, que veio se tornar com o passar dos anos, o que conhecemos hoje por Luxemburgo. A cidade de Luxemburgo ficou conhecida como “Gibraltar do Norte”, por sua posição estratégica que dificultava invasões e a região de Bock foi sendo, com o decorrer dos anos, cada vez mais reforçada. Após de várias tentativas frustradas de invasão, o Tratado de Londres, em 1867, determinou o desmonte das fortificações. As ruínas do antigo castelo e túneis e galerias subterrâneas, chamadas de casamatas, tornaram-se uma das mais importantes atrações turísticas da cidade. As Casemates du Bock compreendem, aproximadamente, 23 km de túneis, cavados na montanha. E, hoje, uma das coisas mais bacanas para se fazer por lá é andar por esses túneis e sair nas “janelas” para ter vistas incríveis da cidade.

  • Endereço: 10 Montée de Clausen, Luxemburgo
  • Horários: diariamente de abril a setembro de 10h às 20h30 / outubro a março de 10h às 17h
  • Entrada: 4 euros
luxemburgo16
Túneis das Casemates du Bock
luxemburgo21
Vale a pena sair nas janelas e admirar as vistas

13. CITÉ JUDICIAIRE

Esta bonita praça de chão de paralelepípedo, cercada por vários edifícios é o Ministério da Justiça de Luxemburgo. A construção dos edifícios começou em 2003 e o local foi inaugurado oficialmente em 2008.

  • Endereço: Bâtiment BC, Luxemburgo
  • Horários: de segunda a sexta de 8h30 à meia-noite
luxemburgo10
Cité Judiciaire

14. GRUND

Grund é como é chamada a região baixa da cidade que é vista a partir de Corniche. É possível chegar até lá indo sentido Cité Judiciaire e ir caminhando por uma descida bastante íngrime. Nós não fizemos isso porque o Paulo tem hérnia de disco e sente muita dor em descidas muito íngremes, mas pode ser uma opção bacana para quem tem pernas e coluna resistentes. Uma alternativa depois de descer pela Rue Grande é entrar em um pequeno túnel ao lado direto da rua. Lá você vai encontrar um elevador que leva de volta para o alto da cidade. Para chegar ao outro lado do rio, É possivel atravessá-lo pela Rue Münster e seguir por ela até a Igreja St. Jean du Grund.

luxemburgo23
É possível descer e ver o local por um outro ângulo

15. ST JEAN DU GRUND & ABADIA DE NEUMÜSTER

A Igreja de São João é uma igreja católica localizada do outro lado do Rio Alzette. Ela foi construída ao mesmo tempo que a Abadia de Neumünster (que fica ao lado), em 1606. A aparência atual da igreja remonta aos anos de 1688 e 1705. Ela contém mobiliário de estilo barroco muito bonito e um órgão de 1710. Depois de uma grande reforma, a Abadia de Neumünster (Neimënster, em luxemburguês) que era uma abadia beneditina, atualmente, é um lugar de eventos públicos e centro cultural. Ela abriga concertos, exposições e seminários.

luxemburgo14
Igreja de São João, à direita e a antiga Abadia Neumünster à esquerda

SE SOBRAR TEMPO? MUSEUS!

Aproveite para conhecer um pouco mais sobre a história e arte da cidade e do Grão-Ducado de Luxemburgo através de 4 museus:

TOURS

Para quem não quer se preocupar com traslado e ter que montar um roteiro na cidade, há tours saindo de Bruxelas com destino à cidade de Luxemburgo.

Além disso, uma opção para quem quer dar um tour pela cidade sem precisar caminhar muito é o ônibus Hop-On Hop-Off no qual é possível subir e descer quantas vezes quiser, parando nos pontos de destaque e leva também à estação ferroviária de Luxemburgo.


Leia mais sobre Luxemburgo:

Deixe seu comentário