10 experiências gastronômicas na Europa

2

Viajar, viajar, viajar…provar novas comidas, novos sabores em novos países! Quem não gosta de saborear uma boa comida, não é mesmo? Neste post, nosso primeiro (de muitos) focado na Europa, retratamos algumas das melhores refeições que fizemos pelas nossas andanças pelo velho continente. Não espere nenhum restaurante luxuoso ou requintado! São delícias do dia-a-dia que deixaram nossas viagens mais gostosas! Tem coisa melhor do que estar faminto, depois de ter feito aquele passeio bacana e encontrar um restaurante pequenininho e delicioso no meio do nada?

Sabemos que muitas pessoas gostam, mas nós não temos o costume de fazer reservas em restaurantes. Sempre acabamos comendo em algum próximo do local que estamos visitando. É claro que já tivemos experiências incríveis, mas também ruins. Mas isso faz parte da vida de viajante e o lado bom é que você fica com mais histórias para contar, certo?

A verdade é que não gostamos de gastar uma fortuna com comida, mas gostamos de comer algo saboroso por um preço decente. A maior parte dos restaurantes listados abaixo ou encontramos por acaso, ou algum amigo que já esteve lá nos indicou. Raros são os casos de recomendações de guias de viagem.

EXPERIÊNCIAS GASTRONÔMICAS NA EUROPA

A lista que segue não está em ordem de preferência, preço ou nada do tipo, é totalmente aleatória, mas ao mesmo tempo deliciosa! Mais do que uma boa comida, temos uma história por trás de cada uma dessas dicas gastronômicas. “Bon appetit”!

  • VENEZA, Itália: Pizza 4 queijos

Sabe quando um restaurante parece um oásis no meio do deserto? Estávamos visitando Veneza e um passeio vai, outro vem, já eram quase 15h e não tínhamos almoçado ainda. Tínhamos visto uma indicação de restaurante em um guia, mas não encontrávamos de jeito nenhum! Veneza é uma cidade feita para se perder, é uma delícia ficar caminhando pelas ruelas sem rumo, sem destino. Exceto quando você está com fome! E chegou uma hora que, com hipoglicemia, decidimos parar no primeiro restaurante que encontrássemos. E foi aí que comemos uma das pizzas mais gostosas da vida em um restaurante bem simpático, quase vazio por conta do horário. Um pãozinho com azeite, uma taça de vinho tinto e já estávamos nos sentindo mais vivos! E daí a pizza! Se ela era tão boa assim, nem nos lembramos. Mas comida boa é aquela que a gente come com vontade quando está com fome! E, para nós, estava um espetáculo!

Taverna Capitan Uncino

  • Endereço: Sestiere Santa Croce, 1501, Veneza, Itália
Pizza 4 queijos
Pizza 4 queijos individual
  • PRAGA, República Tcheca: Carne de porco, espinafre e batata

É difícil descrever como esse prato é saboroso! A cara dele pode não parecer das melhores, mas para vocês terem uma ideia, foi uma das melhores refeições da vida, bem parecida com comida caseira. Estávamos em Praga, andando à noite, procurando um lugar para comer na praça central da cidade que é repleta de restaurantes com mesas na calçada. Depois de dar duas voltas pelo local procurando opções mais baratas (estava bem difícil naquela região), entramos em um restaurante que tinha um cardápio gigantesco e em vários idiomas, inclusive português! Eram tantas opções que ficava difícil escolher. Não sentamos em uma mesinha na calçada para admirar o movimento, não conseguimos curtir as luzes da cidade, mas saboreamos o melhor prato da viagem na nossa última noite na República Tcheca. Inesquecível!

Staroměstská restaurace

  • Endereço: Staroměstské náměstí 19, Praga, República Tcheca
1229980_10200296961577631_1177672425_n
Carne de porco, espinafre e uma massa de batata fatiada
  • NUREMBERG, Alemanha: linguicinhas com chucrute ou purê de batatas

Esse restaurante foi uma super dica da nossa amiga e professora de alemão Cristina. O restaurante é uma gracinha, bem típico. Você senta em grandes mesas de madeira compartilhadas com outros clientes. No centro do salão, fica a cozinha! Tudo é feito pertinho de você. Você vai lá para comer as famosas linguicinhas servidas em um prato de metal em formato de coração! Você escolhe a quantidade de linguiças e o acompanhamento. O Paulo comeu com chucrute e a Ana com purê de batata. Na mesa, uma cesta de pretzels deliciosos, macios e salgadinhos na medida certa. Acompanhe com uma bela cerveja alemã e seu dia está feito!

Bratwursthäusle

Endereço: Rathausplatz 1, 90403 Nuremberg, Alemanha

1231246_10200283048029801_722897560_n
Liguicinhas alemãs com chucrute
  • FLORENÇA, Itália: pães, embutidos e queijos

Imagina só você fazer uma viagem e ir almoçar e jantar no mesmo dia no mesmo lugar! Esse é o caso da “La Prosciutteria” em Florença. O lugar, como definiu a amiga Camila que nos deu a dica, é um “botecão italiano”. Se não tivéssemos recebido a sugestão, provavelmente não teríamos entrado neste lugar. A portinha é estreita, a frente não chama atenção e o local não é um restaurante! Na verdade, o local lembra uma mercearia. Eles não possuem licença de restaurante e, embora conte com meia dúzia de mesinhas muito rústicas de madeira, não podem levar a comida na mesa por não serem um restaurante. Então, você tem que fazer o pedido no balcão e esperar chamarem para buscar o pedido. Eles têm opções de tábuas de frios deliciosos, pães e queijos. Escolha um a taça de vinho ou uma cerveja e aproveite o sabor da Itália. O ambiente é apertadinho, porém charmoso, com vários frios pendurados no teto! Incrível!

La Prosciutteria

Endereço: Via dei Neri, 54, Florença, Itália

foto 5
Tábua de frios e vinho italiano
  • PARIS, França: Croissant, queijos e crepe

Paris é um caso à parte. Tudo o que comemos lá foi maravilhoso. Logo que chegamos à cidade, deixamos as malas no hotel e saímos para caminhar. E na esquina, encontramos uma delicatessen que tinha croissants fresquinhos e quentinhos! A fome era grande e nos deliciamos com um delicioso croissant. Um não, dois para cada um de nós sentados em uma mesinha na calçada admirando a arquitetura desta linda cidade. Terminamos de comer e fomos pegar o metrô. A estação mais próxima ficava a dois quarteirões e já tínhamos destino certo para nosso primeiro passeio em Paris: a Torre Eiffel, é claro! Descendo na estação Trocadero, é só virar à esquerda e lá está a bela e mais famosa torre do mundo! Em Paris, parece que tudo é mais bonito, mais gostoso, tudo tem mais vida. E, em frente à torre, ficam diversas barraquinhas, cheias de turistas, que vendem deliciosos crepes franceses. Um de queijo e um de Nutella com banana e nosso dia ficou completo. Comendo crepes ao pé da Torre Eiffel…pedir mais o que da vida?

No dia seguinte, no café da manhã do hotel, saboreamos mais croissants e muitos, muitos queijos franceses! E geléias, bolos, pães…É sério, em Paris, indicar restaurantes é desnecessário. Até o lugar mais xexelento tem um croissant maravilhoso e queijos inesquecíveis. A dica é gastronômica é: vá para Paris o quanto antes!

Comendo crepe de Nutella aos pés da Torre Eiffel
Comendo crepe de Nutella aos pés da Torre Eiffel
  • ZURIQUE, Suíça: Fondue de queijo

Zurique é uma das cidades mais caras do mundo. Quando chegamos à cidade, após uma viagem de trem durante toda a noite que acabou atrasando, estávamos “verdes” de fome! Deixamos as malas no hotel e o primeiro lugar que encontramos virando a esquina foi um Burger King! Não, a dica gastronômica não é o Burger King de Zurique. Ele é igual aos outros do mundo. Com apenas uma diferença: é muito, muito, muito mais caro. Imagine você passando mal de fome pedindo 2 combos no Burger King (um para o Paulo e outro para a Ana) e o atendente fala o preço, em francos suíços, claro, já que a Suíça não adotou o euro como moeda oficial. Você meio desorientado, pois acabou de chegar no país, só dá o cartão de crédito e espera ansiosamente pelo seu pedido. Quando senta e começa a comer, repara na nota fiscal. E começa fazer a conversão…x francos suíços…quantos reais mesmo? E daí veio o susto! Pagamos quase R$ 70 para comer no Burger King!!! E isso foi em 2012, nem temos ideia de quanto está o câmbio atualmente. Bem, tudo isso para falar que se você for para a Suíça, saiba que vai sair caro. E se for para pagar caro, que não seja no McDonald’s, Burger King ou coisas do tipo.

A nossa dica gastronômica é comer fondue suíço! Sabemos que fondue é uma comida cara, mas você está em Zurique, então, o preço não é nada fora do normal. Estávamos tão desesperados por fondue que acabamos comendo um e depois pedimos outro! Foi exagero, confessamos! O restaurante é bem simpático e tem mesinhas para fora. Como não temos o costume de fazer reserva, fomos lá em um dia que estava chovendo e tivemos que pegar uma mesinha fora porque não tinha lugar dentro. A chuva não atrapalhou o jantar, mas seria bom ficarmos abrigados nesse dia. Este local vale uma reserva antecipada. Fica a dica!

Swiss Chuchi, no Hotel Adler

Endereço: Rosengasse 10, Zurique, Suíça

Fondue de queijo
Fondue de queijo
  • SAN GIMIGNANO, Toscana, Itália: Sorvete

San Gimignano é uma cidade no interior da Toscana, região dos vinhos da Itália. É conhecida como a “Manhattan da Idade Média”, em referência à cidade de Nova York, por conta de suas altas torres de pedra da época medieval. Além das torres, a cidade é famosa por mais uma coisa: possui o melhor sorvete do mundo! Não poderíamos deixar de provar (alguns) na sorveteria que foi eleita por vários anos a melhor do planeta. E não é que é verdade? Nunca na vida tínhamos provado um sorvete tão maravilhoso quanto os de lá. E mesmo depois da nossa viagem nunca provamos algo tão bom. Sorvete italiano é o melhor do mundo e ponto, não dá nem para discutir, mas o de San Gimignano consegue ser o melhor da galáxia! É absurdo como é gostoso!

Gelateria Dondoli

Endereço: Piazza Cisterna, 4, San Gimignano, Itália

O melhor sorvete do planeta
O melhor sorvete do planeta
  • APPENZELL, Suíça: Escalope de carne suína recheado de presunto e queijo

Appenzell é um vilarejo gracioso e minúsculo no interior da Suíça famoso pela produção de queijo chamado Appenzeller, em homenagem à cidade. Após fazermos uma visita a uma fábrica de queijo, ficamos caminhando uma tarde toda pelas suas estreitas ruelas. Devemos ter passado pela cidade inteira umas três vezes facilmente. Lá fomos a um restaurante com várias mesas à céu aberto, cheio de árvores que faziam sobra nas mesas. Comemos um maravilhoso filé de porco recheado de presunto e queijo derretido! Nossa, dá água na boca só de pensar!

Restaurant Sonne

Endereço: Landsgemeindeplatz, 1, Appenzell, Suíça

250629_3513111837450_766464223_n
Escalope de porco recheado de queijo e presunto com batatas fritas
  • MUNIQUE, Alemanha : Joelho de porco com batatas

Nosso último dia visitando Munique seria o primeiro dia da Oktoberfest, a mais famosa festa da cerveja do mundo. Na abertura, há desfiles, dança e música e tudo ficaria perfeito se não estivesse chovendo muito no dia. Como era o primeiro dia, o pavilhão estava lotado! E descobrimos lá que somente entrando em um dos restaurantes e sentando que você pode pedir uma cerveja. As barraquinhas que ficam do lado de fora são proibidas de vender bebidas alcóolicas. Conseguimos a muito custo entrar no pavilhão da Paulaner, uma das cervejarias mais famosas. Ficamos mais de 1 hora tentando sentar e nenhuma mesa era liberada. Até que resolvemos sair e comer alguma coisa em uma barraquinha de fora mesmo. Continuamos andando pelo local e ficamos mais 1 hora na fila para entrar em outra cervejaria, sem sucesso. A Ana já estava irritada e quando um garoto bêbado caiu em cima dela, foi a gota d’água. Tentando convencer o Paulo a sair da Oktoberfest, prometeu levar a um parque gigante de Munique, o Englischgarten, um parque que consegue ser maior do que o Central Park de Nova York!

E chegando lá, o Paulo se encantou com um restaurante com mesas ao ar livre do lado da Torre Chinesa. O local estava tranquilo, com pouquíssimas pessoas, comida boa, cerveja boa (Hofbrau em uma caneca de 1 litro, claro) e música alemã tocada ao vivo por uma banda local. O dia que tinha começado ruim, ficou perfeito!

Chinesischer Turm Biergarten

Endereço: Englischer Garten 3, Munique, Alemanha

229346_3531921547681_1920829552_n

  • VIENA, Austria: Spaghetti de Nutella

VIena foi uma surpresa gostosa. A cidade é bonita, limpa, organizada conta com uma rede de transporte público invejável e tem uma comida deliciosa! A variedade de restaurantes é grande e não tem como não comer muito bem na cidade. Bem pertinho do hotel em que ficamos encontramos um restaurante que para nós foi um “achado”, a Gelateria Castelletto. Não se deixe enganar pelo nome, é sim uma sorveteria, mas que também é restaurante e serve pratos deliciosos. Ficamos 4 ou 5 dias na cidade e fomos umas 3 vezes comer neste local. Todos os pratos eram muito gostosos. Nossa última passagem pelo restaurante, fomos conferir se o sorvete de lá era mesmo bom e pedimos uma mega sobremesa: o spaghetti de nutella (sorvete de creme e de chocolate, avelãs, calda de nutella e castanhas). Valeu cada uma das centenas de calorias!

Gelateria Castelletto

Endereço: Rotenturmstraße 24, Viena, Austria

Spaghetti de Nutella
Spaghetti de Nutella

E aí gostaram das sugestões? Bateu uma fome, não bateu? Quem tiver alguma dica de restaurante, manda para a gente e tentaremos ir na próxima viagem para a Europa!

2 COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário