Museu Freud em Londres: a última casa do pai da psicanálise

Em 2013, durante nossa viagem pela Áustria, visitamos o Museu Freud em Viena, instalado na casa em que Freud, o pai da psicanálise, passou 47 anos de sua vida. Relatamos nossa experiência no post Áustria: Museu Freud, o pai da psicanálise, em Viena. No entanto, a Áustria acabou sendo invadida por Hitler em 1938 e Freud, embora avesso à religião, tinha  origem judaica, o que o obrigou a ter que sair de seu país às pressas.

Sigmund Freud. Foto: site oficial Freud Museum
Sigmund Freud. Foto: site oficial Freud Museum

Desde que lemos o relato da Helô, do blog Aprendiz de Viajante sobre a visita dela ao Museu Freud em Londres, ficamos morrendo de vontade de conhecer também a casa que Freud viveu durante seu último ano de vida. Aproveitando nossa mudança da Califórnia para Londres, não dava para deixar essa oportunidade passar para conferir o que o Museu Freud em Londres tem a oferecer e as principais diferenças com o Museu Freud em Viena!

QUEM FOI FREUD

No post sobre o Museu Freud em Viena, demos detalhes sobre a vida deste médico neurologista que nasceu em 1856 e desenvolveu a técnica da psicanálise, que consiste no diálogo entre o paciente e o psicanalista. Muitas de suas teorias são debatidas até hoje e mesmo muitos especialistas não concordarem com alguns pontos de Freud, é inegável que sua importância para a ciência foi fundamental.

MUSEU FREUD EM LONDRES: A ÚLTIMA CASA DO PAI DA PSICANÁLISE

Freud já estava com a saúde debilitada por conta de um câncer no céu da boca quando se mudou de Viena para Londres em 1938. Mesmo assim, ele continuou atendendo pacientes e escrevendo livros importantes, que vieram a ser publicados após a sua morte, em 1939. A casa para onde se mudou fica nos subúrbios de Londres e foi construída na década de 1920.

Fachada da casa nos dias atuais
Fachada da casa nos dias atuais

A casa, mesmo depois de sua morte, permaneceu com sua filha caçula Anna Freud, a única de seus seis filhos que seguiu a carreira do pai. Anna se inspirou em pesquisas de seu pai, sendo pioneira no desenvolvimento das teorias de terapia infantil. Anna Freud faleceu em 1982 e era seu desejo que fosse construído um museu em memória de seu pai. Foi assim que, em 1986 foi fundado o Museu Freud de Londres, que em 2016, completa 30 anos de existência. As placas em frente da casa mostram que Sigmund Freud e sua filha, Ana Freud, moraram na residência.

Placas com os nomes de Sigmund Freud, fundador da psicanálise, e Anna Freud,
Placas com os nomes de Sigmund Freud, fundador da psicanálise, e Anna Freud, pioneira na psicanálise infantil

Uma curiosidade da mudança da família Freud para Londres é que conseguiram mover todos os móveis de sua casa em Viena para esta casa em Londres. E o móvel mais famoso, o divã de Freud, também está em exibição neste museu. Além do mobiliário, o museu abriga muitos objetos pessoais do pai da psicanálise como livros diversos e uma coleção antiguidades egípcias, gregas, romanas e orientais.

COMO É A VISITA AO MUSEU FREUD EM LONDRES

Chegando ao museu, dirija-se até o cômodo final para comprar os tickets. O ticket comprado tem validade de 1 ano e você pode voltar a visitar o museu sem precisar pagar nada! É super recomendável pagar um pouco mais para pegar o audio guide, que explica com detalhes cada um dos cômodos da casa e dá muitas informações sobre a vida de Freud. Dentro do museu é permitido tirar fotos sem flash.

Entre pela porta azul e siga até o final para comprar os tickets
Entre pela porta azul e siga até o final para comprar os tickets

A casa possui dois andares e o audio guide, depois de falar sobre o Hall de Entrada, recomenda começar pelo andar de cima. No mapa abaixo reproduzido do folheto recebido durante a vista, estão os cômodos visitados durante o tour. Em seguida, falaremos brevemente sobre o que encontrar em cada um deles.

Reprodução do mapa do Museu Freud em Londres
Reprodução do mapa do Museu Freud em Londres

1. Hall

Este é o hall de entrada da casa. Em um armário, estão um sobretudo preto de Freud e um guarda-chuva. Há também alguns livros e objetos pessoais.

Hall de entrada da casa
Hall de entrada da casa

2. Landing

Subindo as escadas a partir do hall, chega-se a essa área confortável cheia de quadrinhos nas paredes, duas cadeiras e uma mesa com objetos pessoais. A partir deste local é possível ter uma bonita vista da rua através de uma grande janela de vidro que deixa a luminosidade entrar na casa. Este era o local favorito de Anna e Martha (esposa de Freud).

Subindo as escadas a partir do hall, chega-se a essa área aconchegante
Subindo as escadas a partir do hall, chega-se a essa área aconchegante

Em mais um lance de escada, mais objetos pessoais e fotografias e, inclusive, um retrato de Freud rascunhado pelo grande pintor Salvador Dalí. Freud teve uma influência importante no movimento surrealista. Nesta área também está uma outra pintura “O homem com lobos”, um presente dado a Freud por um dos seus mais famosos pacientes, Sergej Pankejeff, retratando os sonhos que ele tinha.

Mais um lance de escada e chega-se a esta área com vários objetos pessoais e quadros importantes
Mais um lance de escada e chega-se a esta área com vários objetos pessoais e quadros importantes
Retrato de Freud, feito por Salvador Dalí
Retrato de Freud, feito por Salvador Dalí
Quadro "Homem com Lobos"
Quadro “Homem com Lobos”

3. Anna Freud

Em quarto estão os objetos pessoais de Anna Freud, nascida em 1895, e sexta filha de Martha e Sigmund Freud. Ali estão explicações sobre a vida da psicanalista que se especializou em terapia infantil, uma escrivaninha, um divã, fotografias da família Freud, livros escritos por ela e todos os diplomas universitários e certificados que Anna recebeu ao longo da vida. Até mesmo um dedal de ouro que Ana ganhou de sua avó em estão no acervo.

quarto-ana-freud
Divã e escrivaninha de Anna Freud
objetos-ana-freud
Vários artigos pessoais de Anna
livros-anna-freud
Livros escritos por Anna Freud sobre psicanálise infantil

Video Room / Exhibition Room

Eventos especiais e discussões organizadas pelo museu ocorrem em algumas salas que não possuem exposições. Há também uma outra sala em que é exibido um video de Freud falando sobre suas pesquisas.

4. Study / Front Room

Descendo as escadas, fica o cômodo mais importante da casa. Segundo o audio guide, antigamente, ficavam em quartos separados, mas para efeito de exibição no museu, todos os objetos de Freud foram reunidos neste lugar. O psicanalista tinha uma coleção impressionante de artefatos do Antigo Egito, Grécia e do Oriente, praticamente toda adquirida de lojas em Viena. Freud confessou que essa coleção de antiguidades era a sua segunda maior paixão, a primeira era seu vício em cigarros. Do lado direito do quarto estão uma lareira, objetos decorativos e livros. Freud tinha uma coleção de objetos de Eros, o deus do amor.

sala-freud
Lareira, poltronas e estantes cheias de livros
livros-antiguidades-freud
Muitos livros e antiguidades

Do lado esquerdo, estão a escrivaninha do médico (quase sem espaço para Freud trabalhar, porque era lotada de estatuetas), uma impressionante biblioteca, a cadeira de Freud (um modelo diferenciado, especialmente desenhado pelo arquiteto Felix Augenfeld no final dos anos 1920) e o famoso divã coberto por um tapete e almofadas originais da época (onde mais de 500 pacientes foram tratados), um dos objetos de mobiliária mais famosos do mundo. O audio guide conta que Freud não anotava nada do que os pacientes falavam, pois segundo ele, o ato de anotar atrapalhava o processo de entendimento com o paciente e, por isso, ele preferia somente escutar com muita atenção. Esse é o alicerce do método desenvolvido por ele, a psicanálise. Freud costumava se sentar na cadeira verde ao lado do divã, de forma que o paciente não o visse.

Escrivaninha de Freud repleta de estátuas e sua cadeira diferenciada
Escrivaninha de Freud repleta de estátuas e sua cadeira diferenciada
O famoso divã de Freud com o tapete e almofadas originais. Ao lado, a cadeira verde em que ele se sentava durante as sessões.
O famoso divã de Freud com o tapete e almofadas originais. Ao lado, a cadeira verde em que ele se sentava durante as sessões.

No passado, as janelas costumavam ficar abertas, dando vista para um belo jardim no quintal que foi construído pela família depois da aquisição da casa. No entanto, em caráter de preservação no museu, as janelas ficam fechadas e o ambiente é iluminado com luzes vermelhas.

5. Dinning Room

Nesta sala de jantar ficam uma mesa com várias informações sobre cada um dos moradores da casa, Freud, sua filha Ana, sua esposa Martha e outras pessoas da família. Vários móveis em madeira decorada também trazidos da Áustria estão em exposição.

Sala de jantar da casa
Sala de jantar da casa

Jardim

O jardim também é uma das áreas abertas a visitação. Trata-se de um ambiente bastante agradável gramado, com algumas flores e bancos/mesas em madeira. Alguns eventos realizados pelo Museu também aproveitam o espaço da área externa.

Jardim da casa de Freud
Jardim da casa de Freud

DIFERENÇAS COM O MUSEU EM VIENA

O Museu Freud em Viena tem muitas informações sobre o início da vida de Freud, sua escolha pela medicina e explicações detalhadas sobre os primórdios da psicanálise e controvérsias enfrentadas por ele. O foco do museu de Londres é falar sobre o período final de sua vida, a importância de sua filha caçula que aplicou os conhecimentos desenvolvidos pelo pai para desenvolver a psicanálise infantil e, sem dúvida, a casa é um grande espaço para expor sua coleção pessoal de livros, antiguidades e mobiliário original trazido de Viena.

LOJA DO MUSEU

A lojinha do museu fica no mesmo lugar onde os ingressos são comprados. Além de muitos livros, tem tanta coisa bonitinha que a vontade era levar tudo para casa! Muitos objetos misturam a figura de Freud com muito bom humor! O que será que o Paulo faria se recebesse pantufas do Freud de presente? 🙂

loja-museu-freud
Lojinha do Museu Freud em Londres
bonecos-freud
Bonecos de Freud
pantufas-freud
Pantufas divertidas com a cara do psicanalista

COMO CHEGAR

É muito fácil chegar ao museu de metrô através da estação Finchley Road na Jubilee Line (cinza) ou Metropolitan Line (roxa). O Museu Freud estará a 5 minutos a pé da estação.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Freud Museum London

  • Endereço: 20 Maresfield Gardens, London NW3 5SX
  • Horários: de quarta a domingo de 12h às 17h
  • Entrada: £7.00
  • Audio guide: £2.00 (tem em português brasileiro)


Leia mais sobre o Reino Unido: