Londres: O Grande Incêndio de 1666

0

Um dos acontecimentos mais marcantes da história da cidade de Londres foi o Grande Incêndio de 1666, que devastou grande parte da cidade. Muitas mudanças na construção das casas acabaram sendo feitas devido a este acontecimento desastroso que se tornou um marco na história londrina e há muitas referências sobre esse fato em museus da cidade. Em 2016, o Grande Incêndio completa 350 anos! Vamos conhecer um pouco mais sobre este fato que assolou Londres?

LONDRES: O GRANDE INCÊNDIO DE 1666

O famoso The Great Fire of London (O Grande Incêndio de Londres) foi um incêndio de grandes proporções que assolou partes centrais da cidade de Londres entre os dias 2 de setembro e 5 de setembro de 1666. O incêndio destruiu a cidade medieval de Londres no interior da antiga muralha da cidade romana. Estima-se que o fogo consumiu 13.200 casas, 87 igrejas, a St. Paul’s Cathedral, e a maioria dos edifícios públicos da cidade. O fogo destruiu, aproximadamente, 70 mil casas e afetou cerca de 80 mil habitantes da cidade.

Pintura de autor desconhecido mostra Londres sendo devastada pelo fogo. À direita, a Torre de Londres
Pintura de autor desconhecido mostra Londres sendo devastada pelo fogo. Fonte: Museum of London

O Grande Incêndio de 1666 começou na padaria de Thomas Farriner na Pudding Lane, logo após a meia-noite de domingo dia 2 de setembro e se espalhou rapidamente. A principal técnica de combate a incêndios da época era para criar aceiros por meio de demolição. No momento em que as demolições em larga escala foram ordenadas no domingo à noite, o vento já tinha espalhado o fogo da padaria, criando uma tempestade de fogo. Para se ter uma ideia da intensidade deste incêndio, uma peça fundida de cerâmica em exposição no Museum of London encontrada por arqueólogos na Pudding Lane, local onde o fogo começou, mostra que a temperatura pode ter chegado a incríveis 1.250 ° C!

Mapa da área afetada pelo Grande Incêndio de 1666. Figura: Wikimedia Commons - desenho feito por Bunchofgrapes
Mapa da área afetada pelo Grande Incêndio de 1666. Figura: Wikimedia Commons – desenho feito por Bunchofgrapes

Legenda: 

  • em preto: antiga muralha medieval que cercava a “The City”, a Londres original
  • Pudding Lane: rua em que o fogo começou
  • em rosa: área afetada pelo incêndio
  • em azul: edifícios importantes da cidade

Este desastre motivou uma grande mudança na forma de construção dos edifícios londrinos que eram, até então, construídos com uma estrutura em madeira. A partir daí, a reconstrução da cidade começou a utilizar estruturas de tijolos e pedras, procurando evitar que novos incêndios causassem tanto transtorno como o Grande Incêndio de 1666.

THE MONUMENT

Entre 1672 a 1677 foi construído o The Monument to the Great Fire of London (O Monumento ao Grande Incêndio de Londres), conhecido popularmente como “The Monument”. Projetado por Christopher Wren e Robert Hooke, trata-se de uma coluna de 62 metros de altura em estilo dórico romano. No topo, uma urna dourada representando o fogo.

A imponente estrutura de 62 metros de altura
A imponente estrutura de 62 metros de altura

Sua localização e tamanho não são por acaso: o monumento fica no cruzamento da Monument Street e da Fish Street Hill a 62 metros de Pudding Lane, local onde o grande incêndio começou em 2 de setembro de 1666.

Detalhe do topo do The Monument
Detalhe do topo do The Monument

Na base do The Monument, 3 lados possuem inscrições em latim. A do lado sul, descreve as medidas tomadas pelo rei Charles II na sequência do incêndio. A do leste, descreve como a construção do monumento foi iniciada. Inscrições no lado norte descrevem como o fogo começou, os danos causados, e como ele foi extinto. O lado oeste não possui inscrições porque é a porte de entrada para subir ao topo do monumento.

Placa no lado leste fala sobre características da construção do The Monument
Placa no lado leste fala sobre características da construção do The Monument

Chega-se à parte superior The Monument por uma estreita escada em espiral de 311 degraus. Devido a 6 casos de suicídio entre 1788 e 1842, no século XIX, foi instalada uma gaiola metálica de proteção. Isso atrapalhou um pouco a vista de quem sobe ao topo para admirar a vista incrível da cidade, mas não tirou o charme do local.

Escada em espiral com 311 degraus
Escada em espiral com 311 degraus. Foto: site oficial
Deck de observação no topo do The Monument
Deck de observação no topo do The Monument. Foto: site oficial
A Tower Bridge vista do topo do The Monument
A Tower Bridge vista do topo do The Monument. Foto: site oficial

The Monument to the Great Fire of London

  • Endereço: Fish St Hill, London EC3R 8AH
  • Horários: 
    • de outubro a março de 9h30 às 17h30 (última entrada às 17h)
    • de abril a setembro de 9h30 às 18h (última entrada às 17h30)
  • Entrada: £4 / combo The Monument + Tower Bridge: £10.50
  • Como chegar de metrô: Estação Monument na District Line (verde) ou Circle Line (amarela) / Estação London Bridge na Northern Line (preta) ou Jubilee Line (cinza)

EXPOSIÇÃO ESPECIAL NO MUSEUM OF LONDON

Em memória deste acontecimento marcante na história de Londres, o Museum of London, museu que retrata a história de Londres da pré-história até os dias atuais, está com uma exposição especial sobre o Grande Incêndio de 1666. A exposição se chama Fire! Fire! e estará disponível para visitação até o dia 17 de abril de 2017. Embora a entrada para o Museum of London seja gratuita, essa exposição especial tem entrada paga.

museum-london-capa

Museum of London

  • Endereço: 150 London Wall, London EC2Y 5HN, Reino Unido
  • Horários: diariamente de 10h às 18h
  • Entrada: gratuita / exposição “Fire! Fire!” de £8 a £12 adultos (depende do dia da semana)
  • Como chegar de metrô: Estação Bank na Central Line (vermelha), Northern Line (preta), Waterloo & City Line (verde clara) / Estação Barbican na Circle Line (amarela), Hammersmith & City Line (rosa), Metropolitan (roxa)

Leia mais sobre Londres:

VAI VIAJAR? PROGRAME AQUI SUA VIAGEM!

=> RESERVA DE HOTEL: Há anos utilizamos o Booking.com para escolhermos nossa hospedagem!

=> ALUGUEL DE CARRO: Nossa dica é fazer uma cotação pela RentalCars e consultar o preço nas principais locadoras do mundo!

=> ENVIO DE BAGAGEM: Para quem está de mudança para outro país ou precisa viajar com muitas malas, confira as opções oferecidas pelo Send My Bag, um serviço incrível de envio de bagagens.

=> INGRESSOS: Não perca seu precioso tempo na fila para comprar tickets. Compre online ingressos para as principais atrações no mundo com Get Your Guide!

=> TOURS E EXCURSÕES PELO MUNDO: Para tours, excursões e passeios variados, a melhor opção é a Viator, uma empresa do grupo do TripAdvisor. Há várias opções bacanas para quem quer dispensar o carro!

=> DESCONTO NAS MELHORES ATRAÇÕES DOS EUA: Com CityPass você conhece as melhores atrações por um preço único de 12 cidades incríveis (11 nos EUA e 1 no Canadá)!

=> SEGURO VIAGEM: Não deixe de contratar um seguro viagem antes de viajar!  Na Europa, o seguro viagem é obrigatório! Com a Real Seguro Viagem você pode fazer cotações para diversos planos e destinos.

=> CHIP INTERNACIONAL DE CELULAR: Não dá para imaginar ficar sem celular e plano de dados! Com a TravelMobile, você terá o chip funcionando e seu novo número antes de viajar!

Deixe seu comentário