Itália: O que fazer em Veneza – Roteiro de 3 dias

0
Vista do centro de Veneza

A cidade de Veneza é linda, cheia de história e com muitas opções culturais. E, para nós, é uma cidade muito especial porque é onde se originou a família do Paulo, que além de brasileiro, é também cidadão italiano. Neste post completinho, com mapa e muitas dicas, sugerimos muitas atrações e ideias sobre o que fazer em Veneza, a cidade das gôndolas e dos canais. Vem com a gente?

A CIDADE DE VENEZA

Já reparou que o formato de Veneza lembra um peixe? Pois é essa linda e histórica cidade cheia de pontes e canais é formada por nada menos que 117 pequenas ilhas! Algumas áreas de Veneza são famosas pela beleza de suas configurações, arquitetura e obras de arte. A cidade, que atualmente tem em torno de 270 mil habitantes, está listada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. O nome “Veneza” é derivado do antigo povo Veneti que habitou a região até o século X a.C..

Canal de Veneza
Canal de Veneza

Um pouco de história…

A República de Veneza foi uma grande potência marítima durante a Idade Média e o Renascimento, bem como um centro comercial muito importante (especialmente seda, fibra e especiarias) e da arte do século XIII até o final do século XVII. Isso fez Veneza uma cidade rica em quase toda a sua história. Ela também é conhecido por seus vários movimentos artísticos importantes, especialmente do período renascentista. Após as Guerras Napoleônicas e o Congresso de Viena, a República foi anexada pelo Império Austríaco, até que se tornou parte do Reino da Itália em 1866, na sequência de um referendo realizado como resultado da Terceira Guerra de Independência Italiana. Veneza tem desempenhado um papel importante na história da música sinfônica e ópera, e é o local de nascimento do grande compositor Antonio Vivaldi.

Veneza dividida em regiões. Figura: montagem a partir do trabalho de Giovanni Fasano
Veneza dividida por regiões. Figura: montagem a partir do trabalho de Giovanni Fasano

A cidade é muito famosa por seu carnaval pomposo com fantasias belíssimas e máscaras decoradas que acontece durante 10 dias na mesma época do Carnaval como conhecemos no Brasil. Para mais informações, acesse o site oficial do Carnaval de Veneza.

Passeio de Gôndola, uma das atrações mais famosas de Veneza
Passeio de Gôndola, uma das atrações mais famosas de Veneza

Uma dica: deixe um tempo disponível no seu roteiro para você se “perder” pelas ruelas venezianas. Garantimos que é um passeio diferente e muito divertido. Descobrimos cada coisa interessante, construções antigas, canais desconhecidos. Um passeio instrutivo e totalmente gratuito! Siga as plaquinhas e ande muito pela cidade!

placas-veneza
Placas indicando a Ponte di Rialto e a Basílica de San Marco
ruela-veneza
Em algum lugar de Veneza

TRANSPORTE EM VENEZA: VAPORETTO

Há duas maneiras de se deslocar em Veneza: a pé e de barco, uma vez que muitas das “ruas” de Veneza são feitas de água. É por esse motivo que o principal meio de transporte da cidade é o Vaporetto. Vaporetto é um tipo de embarcação (estilo uma balsa) que transporta passageiros. Inicialmente, os vaporetti eram movidos a vapor (e por isso este nome), mas nos dias de hoje eles são a diesel e continuam com utilizando o mesmo nome tradicional. Eles são administrados pela Azienda del Consorzio Trasporti Veneziano (Actv). Veja mais informações, preços e horários no site oficial.

Vaporetto
Vaporetto

PONTES DE VENEZA NO GRAND CANAL

Veneza tem uma infinidade de pequenos canais, mas o canal mais famoso que divida a área principal da ilha em duas partes é chamado de Grand Canal. Existem 4 pontes em que possível atravessar o Grand Canal a pé sem precisar pegar um vaporetto:

  • Ponte della Costituzione: fica localizada na região da Santa Croce relativamente perto da estação de trem Santa Lucia
  • Ponte degli Scalzi: é a ponte mais próxima da estação de trem Santa Lucia
Ponte Scalzi
Ponte Scalzi
  • Ponte dell’Accademia: fica localizada perto da Gallerie dell’Accademia e da Collezione Peggy Guggenheim.
  • Ponte di Rialto: esta ponte, de quase 9 metros de comprimento, é mais famosa de Veneza e a mais antiga em que é possível atravessar o Grand Canal
Ponte Rialto, uma das mais famosas da cidade
Ponte Rialto, uma das mais famosas da cidade

ITÁLIA: O QUE FAZER EM VENEZA

No mapa abaixo, colocamos as nossas sugestões de lugares e atrações em Veneza para facilitar a localização pela cidade.

SAN MARCO & ARREDORES 

1. Basilica di San Marco & Campanário

Construída entre os anos de 1084 e 1817, a Basilica di San Marco é um dos exemplos mais impressionantes da arquitetura bizantina. Internamente, as paredes são cobertas por mosaicos, misturando os estilos bizantino e gótico. O piso é belíssimo, formando um mosaico de mármore colorido. Ao lado da Basílica fica o Campanário, uma torre de quase 99 metros de altura feita de tijolos vermelhos. No topo da Torre há uma agulha piramidal, em que encontra um cata-vento dourado com a figura do Arcanjo Gabriel.

A belíssima Basilica di San Marco
A belíssima Basilica di San Marco
Altar da Basilica di San Marco
Altar da Basilica di San Marco
  • Endereço: San Marco, 328, 30124 Venezia, Itália
  • Horários: 
    • Basílica:
      • de novembro até a Páscoa: de segunda a sábado de 9h45 às 17h / domingos e feriados de 14h às 16h
      • da Páscoa até novembro: de segunda a sábado de 9h45 às 17h / domingos e feriados de 14h às 17h
    • Museo di San Marco: diariamente de 9h45 às 16h45
    • Pala d’oro / Tesouro: 
      • de novembro até a Páscoa: de segunda a sábado de 9h45 às 16h / domingos e feriados de 14h às 16h
      • da Páscoa até novembro: de segunda a sábado de 9h45 às 17h / domingos e feriados de 14h às 17h
    • Campanário:
      • outubro: diariamente de 9h às 19h
      • de novembro até a Páscoa: diariamente de 9h30 às 15h45
      • da Páscoa até junho: de 9h às 19h
      • de julho a setembro: de 9h às 21h
  • Entrada:
    • Basílica: gratuita
    • Museo di San Marco: 5 euros
    • Pala d’oro: 2 euros
    • Tesouro: 3 euros
    • Campanário: 8 euros
  • Tours guiados: de segunda a sábado durante os meses de abril a outubro às 11h

2. Piazza San Marco

A Praça de São Marcos é a praça pública principal de Veneza cuja construção foi iniciada no século IX como área pequena em frente à Basílica de São Marcos. A praça foi expandida para a sua forma e tamanho atuais no ano de 1177. Ela é considerada o centro de Veneza e onde são realizados os principais eventos da cidade nos últimos séculos. Na praça ficam localizados vários restaurantes, cafés e lojas, além da famosa Basílica de São Marcos e o Campanário, o Palácio Ducale a famosa torre do Relógio, completada em 1499. A Praça de São Marcos é o lugar mais baixo de Veneza, e quando o nível sobe no Mar Adriático, a praça acaba sendo inundada. O fenômeno é chamado de “Acqua Alta”.

san-marco-veneza
Piazza di San marco, com o Campanário à esquerda
relogio-veneza
A famosa Torre do Relógio

3. Palazzo Grassi

Palazzo Grassi é um edifício em estilo clássico veneziano com uma fachada de mármore branco, que foi projetado por Giorgio Massari, cuja construção foi realizada entre 1748 e 1772. O Palazzo foi comprado pelo Grupo Fiat em 1983 e passou por uma restauração completa. O objetivo do grupo era transformar Palazzo Grassi em um salão de exposições para as artes visuais. Ele continua sendo usado como uma galeria de arte até hoje.

  • Endereço: Campo San Samuele, 3231, 30124 Veneza, Itália
  • Horários: de quarta a segunda de 10h às 19h / fechado às terças-feiras
  • Entrada: 15 euros (20 euros: Palazzo Grassi + Punta della Dogana)

4. Teatro La Fenice

La Fenice é o principal teatro lírico de Veneza, onde são apresentadas as Óperas mais importantes da cidade. Traduzido como “a fênix” em italiano, o La Fenice copiou o pássaro místico surgindo das cinzas de dois incêndios ao longo de sua história. Agora restaurado à sua glória do século XVIII, a famosa casa de ópera possui um interior impressionante. O teatro abrigou apresentações de grandes nomes como Rossini, Bellini, Donizetti, e Verdi. O calendário de eventos é extenso e inclui além de óperas, concertos musicais e apresentações de dança. (Consulte o site oficial para conferir a programação e adquirir ingressos).

  • Endereço: Campo San Fantin, 1965, 30124 Veneza, Itália
  • Tours: para quem quiser fazer um tour para conhecer internamente o teatro e saber mais sobre a sua história, acesse este link

5. Igreja de Santo Stefano

A Igreja de São Estevão (Santo Stefano em italiano) foi fundada no século XIII, reconstruída no século XIV e alterada novamente no início do século XV, quando foram adicionados um portal gótico. O interior de altura também é gótico e tem três absides.

  • Endereço: Campo Santo Stefano, 3825, 30124 Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 10h às 17h

6. Museo Correr

Fundado em 1830, o edifício fica localizado na extremidade da Piazza San Marco é conhecida como a Ala Napoleónica, sendo um dos 11 museus cívicos gerenciados pela Fondazione Musei Civici di Venezia. Com suas coleções ricas e variadas, o Museo Correr abrange tanto a arte e a história de Veneza. Começando na sala 19, a coleção de arte no Museo Correr é dividida em duas partes. No primeiro andar, quatro salas abrigam a coleção de obras de bronze, incluindo peças de escultores Região do Vêneto do final XV até o século XVII. No segundo andar, 19 salas exibem a Galeria de Pinturas, que se concentra principalmente na pintura veneziana até o século XVI.

  • Endereço: Piazza San Marco, 52, 30124 Veneza, Itália
  • Horários: diariamente de 10h às 19h
  • Entrada: 19 euros (o ticket permite a entrada do Palácio Ducale, Museu Arqueológico Nacional e Biblioteca Nazionale Marciana)

7. Palazzo Ducale

O Palazzo Ducale (também conhecido como Palácio Doge) é um símbolo da cidade de Veneza e uma obra-prima do gótico veneziano. O palácio foi construído entre os anos de 1309 e 1424 e abrigava a antiga sede do ducado de Veneza e da magistratura veneziana. O palácio é impressionante e uma visita obrigatória em Veneza. Salas belíssimas com decoração deslumbrante em madeira maciça, até mesmo o calabouço (ligado pela Ponte dei Sospiri) vale a pena ser visto!

  • Endereço: San Marco, 1, 30124 Veneza, Itália
  • Horários: diariamente de 8h30 às 19h
  • Entrada: 19 euros (o ticket permite a entrada do Museu Correr, Museu Arqueológico Nacional e Biblioteca Nazionale Marciana)
Fachada do Palazzo Ducale
Fachada do Palazzo Ducale

8. Ponte dei Sospiri

A Ponte dei Sospiri é uma ponte fechada feita de pedra calcária branca e tem janelas com barras de pedra. Ela passa sobre o Rio di Palazzo e conecta a nova prisão (Prigioni Nuove) com as salas de interrogatório no Palácio Ducale. Ela foi projetado por Antonio Contino (cujo tio Antonio da Ponte tinha projetado a ponte de Rialto) e foi construído em 1600. A vista da “Ponte dos Suspiros” foi a última vista de Veneza que os condenados viam antes da sua detenção. O nome da ponte, dado por Lord Byron no século XIX, vem da sugestão de que os prisioneiros suspiravam, pois viam a beleza de Veneza através da janela antes de ser levados para suas celas.

Ponte dos Suspiros
Ponte dos Suspiros

9. Igreja San Salvador

O Chiesa di San Salvatore (do Santíssimo Salvador) que foi consagrada pela primeira vez em 1177 pelo Papa Alexandre III. A igreja atual, no entanto, foi construída por volta de 1508 por Giorgio Spavento e continuou depois de sua morte, no ano seguinte por Tullio Lombardo, Vincenzo Scamozzi e, possivelmente, Jacopo Sansovino. Eles construíram uma igreja grande, formada a partir de três cruzes gregas. A fachada foi introduzida em 1663 por Giuseppe Sardi.

  • Endereço: Sestiere di S. Marco, 4835, 30122 Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 9h ao meio dia e de 16h às 18h30

CASTELLO

10. Museo Storico Navale di Venezia

O Museu Histórico Naval de Veneza é uma das atrações mais diferentes e interessantes da cidade. Trata-se de um museu com um acervo incrível de navios, embarcações históricas e armas antigas.

  • Endereço: Riva S. Biasio, 2148, 30122 Castello, Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sexta de 8h45 às 13h30 / sábado de 8h45 às 13h / fechado aos domingos e feriados
  • Entrada: 1,55 euro
Embarcação no Museo Navale
Embarcação no Museo Navale

11. Igreja San Zaccaria

A Igreja San Zaccaria original foi construída em 1170 e foi substituída por uma igreja gótica do século XV. A igreja é dedicada ao pai de São João Batista, São Zacarias. Os restos mortais de vários duques estão enterrados na cripta da igreja.

  • Endereço: Campo S. Zaccaria, 4693, 30122 Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 10h às 12h e de 16h às 18h / domingo de 16h às 18h

12. Basilica dei Santi Giovanni e Paolo

Esta linda e imponente igreja de fachada de tijolos vermelhos de estilo gótico italiano é uma das maiores igrejas da cidade. A partir do século XV, todos os serviços funerários dos doges de Veneza foram realizadas na Basílica de São João e Paulo.

  • Endereço Castello, 6363, 30122 Veneza, Itália
  • Horários: diariamente de 7h30 às 18h30

13. Igreja Santa Maria dei Miracoli

A Igreja “Santa Maria dos Milagres” também conhecida como a “igreja de mármore”, é um dos melhores exemplos do início do Renascimento veneziano. A igreja foi construída entre 1481 e 1489 por Pietro Lombardo para abrigar um ícone milagroso da Virgem Maria. Os planos para a igreja foram expandidos em 1484 para incluir a construção de um novo convento de freiras de Santa Clara. O convento foi conectado à galeria da igreja por uma passagem fechada que mais tarde foi destruída. Entre 1987 e 1997, a igreja passou por um grande processo de restauração que custou US$ 4 milhões.

  • Endereço: Campo Santa Maria Nova, 30121 Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 10h às 17h / domingo de 15h às 17h

DORSODURO

14. Ca’Rezzonico

Ca’Rezzonico é um palácio localizado no Grand Canal, que se tornou um museu. O local foi anteriormente ocupado por duas casas pertencentes à família Bon, uma das famílias patrícias de Veneza. Em 1649 o chefe da família, Filippo Bon decidiu construir um grande palácio. O projeto incluía uma fachada de mármore de três andares de frente para o canal. O Ca’Rezzonico foi aberto como um museu público em 1936. Hoje, é um dos melhores museus em Veneza, com muitas obras de arte e pinturas belíssimas do século XV ao século XX..

  • Endereço: Dorsoduro 3136, 30123 Veneza, Itália
  • Horários: de quarta a segunda de 10h às 17h / fechado às terças-feiras
  • Entrada: 10 euros

15. Basílica Santa Maria della Salute

Projetada em estilo barroco e construída entre 1631 e 1687, a Igreja Santa Maria da Saúde fica localizada na região da Punta della Dogana. Tudo começou em 1630, quando Veneza experimentou um surto extraordinariamente devastador da praga negra. Como uma oferenda para a libertação da cidade da peste, a República de Veneza prometeu construir e dedicar uma igreja para Nossa Senhora da Saúde.

  • Endereço: Fondamenta Salute, 30123 Venezia, Itália
  • Horários: diariamente de 9h às 12h e de 15h às 17h
A bela Basílica della Salute
A bela Basílica della Salute

16. Igreja de Santa Maria dei Carmini 

Santa Maria dei Carmini, também chamada de Santa Maria del Carmelo e comumente conhecida simplesmente como o Carmini foi fundada oficialmente em 1597. A fachada de tijolos e mármore contém óculos esculpidos por Giovanni Buora. Entre as decorações estão as imagens de Eliseu e Elias, que se acredita serem os fundadores da ordem carmelita.

  • Endereço: Dorsoduro, 2617, 30123 Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 12h30 às 17h

17. Gallerie dell’Accademia

Fundada em 1750, a Gallerie dell’Accademia foi uma das primeiras instituições para estudar restauração de arte. Aberta ao público em 1817, é até os dias de hoje uma belíssima galeria de arte que contém obras-primas da pintura veneziana até o século XVIII, organizadas em ordem cronológica.

  • Endereço: Campo della Carità, 1050, 30123 Veneza, Itália
  • Horários: de terça a domingo de 8h15 às 19h30 / sexta de 8h15 às 14h
  • Entrada: 16,50 euros

18. Peggy Guggenheim Collection

A Colecção Peggy Guggenheim é um museu de arte moderna que é uma das atrações mais visitadas de Veneza. Não é à toa! A belíssima coleção está alojada no Palazzo Venier dei Leoni, um palácio do século XVIII, que foi a casa da herdeira americana Peggy Guggenheim por três décadas. Ela começou a exibir sua coleção particular de obras de arte moderna ao público sazonalmente em 1951. Após sua morte, em 1979, passou o acervo para a Fundação Solomon R. Guggenheim, que acabou por exibir a coleção durante todo o ano. A coleção inclui obras de futuristas italianos proeminentes e modernistas americanos que trabalham em gêneros como o cubismo, o surrealismo e expressionismo abstrato. Há também várias esculturas.

  • Endereço: Dorsoduro, 701-704, 30123 Veneza, Itália
  • Horários: de quarta a segunda de 10h às 18h
  • Entrada: 15 euros

19. Punta della Dogana

Punta della Dogana é um museu de arte no antigo edifício da Alfândegae refere-se também à área triangular de Veneza, onde o Grande Canal encontra o Canal Giudecca, e sua coleção de edifícios: Santa Maria della Salute, Patriarcal Seminário de Veneza, e Dogana da Mar na ponta do triângulo. Uma das coisas que mais chama a atenção na área externa é uma estátua branca de 2,5 metros de um menino nu segurando um sapo pelas patas.

  • Endereço: Dorsoduro, 2, 30123 Venezia, Itália
  • Horários: de quarta a segundo de 10h às 19h
  • Entrada: 15 euros (20 euros: Palazzo Grassi + Punta della Dogana)
A famosa estátua do "O menino e o sapo"
A famosa estátua do “O menino e o sapo”

20. Igreja San Pantalon

A Igreja de São Pantaleão foi fundada em 1745. O edifício em que se encontra a igreja é antigo, mas se sabe exatamente de quando. A aparência atual deve-se à reconstrução iniciada em 1668 sobre projeto de Francesco Comino. No entanto, a fachada da igreja permaneceu incompleta.

  • Endereço: Dorsoduro, 3703, 30123 Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 10h às 12h e de 13h às 15h

SAN POLO / SANTA CROCE

21. Basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari

A Basílica di Santa Maria Gloriosa dei Frari, normalmente chamado apenas de Frari, é uma das maiores igrejas da cidade. Em 1250, o terreno foi concedido aos franciscanos para construir uma igreja, mas o edifício não foi concluído até 1338. O campanário, o segundo mais alto da cidade depois da de San Marco, foi concluído em 1396.

  • Endereço: San Polo, 3072, 30125 Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 9h às 17h30 / domingo de 13h às 17h30
A bela igreja Frari
A bela Basílica Frari

22. Ca’Pesaro

O Ca’Pesaro é um palácio de mármore barroco em frente do Grande Canal. Ele originalmente concebido por Baldassarre Longhena em meados do século XVII. Atualmente, é um dos 11 museus administrados pela Fondazione Musei Civici di Venezia, abrigando belas coleções de arte moderna dos séculos XIX e XX, que incluem pinturas, esculturas e arte gráfica.

  • Endereço: Santa Croce, 2076, 30135 Venezia, Itália
  • Horários: de terça a domingo de 10h às 18h / fechado às segundas-feiras
  • Entrada: 10 euros

23. Mercato di Rialto

A região do Rialto sempre foi o coração comercial de Veneza. Ainda hoje nesta área estão localizados os principais mercados da cidade com peixes e vegetais frescos. Estes mercados estão abertos durante toda a semana, e ficam sempre cheios de turistas e venezianos. Em dois edifícios com vista para o Grande Canal, no Campo della Pescheria, encontram-se barracas de peixe. O Erberia, no entanto, é o mercado de frutas e vegetais, que oferece um passeio interessante com muitas frutas frescas e legumes coloridos.

  • Endereço: Campo della Pescheria, 30125 San Polo, Veneza, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 7h30 às 13h30

CANNAREGIO

24. Ca’D’Oro

Um dos palácios mais antigos da cidade, cujo nome oficial é Palazzo de Santa Sofia, o Ca’D’Oro é assim chamado devido às decorações externas douradas e policromadas que outrora adornavam as paredes. O palácio foi construído entre 1428 e 1430 para a família Contarini. Após a queda da República de Veneza, em 1797, o palácio mudou de proprietário várias vezes. Em 1894, o palácio foi adquirido pelo seu último proprietário, o barão Giorgio Franchetti, que ao longo de sua vida acumulou uma coleção de arte importantes. Em 1916, Franchetti doou a Ca ‘d’Oro ao Estado italiano. Ele está agora aberto ao público como uma galeria de arte chamada Galleria Giorgio Franchetti alla Ca ‘d’Oro.

  • Endereço: Cannaregio, 3933, 30121 Venezia, Itália
  • Horários: diariamente de 8h15 às 18h15
  • Entrada: 6 euros

25. Igreja Madonna dell’Orto

A igreja foi erguida pela ordem religiosa agora extinta a “Humiliati” em meados do século XIV, sob a direção de Tiberio da Parma, que esta enterrado em seu interior. Ela foi inicialmente dedicada a São Cristóvão, padroeiro dos viajantes, mas seu nome, que sugere uma homenagem à Santa Virgem, vem do século seguinte, quando uma estátua supostamente milagrosa de Nossa Senhora foi trazida para a Igreja.

  • Endereço: Cannareggio, 3512, 30121 Venezia, Itália
  • Horários: de segunda a sábado de 10h às 17h / domingos e feriados de 12h às 17h

OUTRAS ILHAS DE VENEZA

Vamos dedicar um post especial para falar sobre outras ilhas famosas de Veneza. Neste momento, daremos apenas uma visão geral de cada uma delas.

  • Murano: famosa pela produção de obras belíssimas em vidro, conta também com o Museu do Vidro
  • Burano: ilha de pescadores, famosa por suas casas coloridas
  • Torcello: é considerada a região de Veneza continuamente habitada há mais tempo e possui muitas obras de arte em estilo bizantino, incluindo belos mosaicos
  • Lido: trata-se de uma ilha estreita com 18 km de comprimento onde são realizados eventos como a Bienal de Veneza e o Festival Internacional de Cinema de Veneza
A linda Burano e suas casinhas coloridíssimas
A linda Burano e suas casinhas coloridíssimas

QUANTOS DIAS EM VENEZA

Ficamos muito, muito chateados quando ouvimos histórias de pessoas que dizem que “conheceram” Veneza depois de terem ficado menos de 24 horas na cidade. Sério? Uma cidade tão linda merece tão pouco tempo no roteiro? Nós ficamos 3 dias inteiros na cidade e ficou aquele gostinho de que não conseguimos visitar todos os lugares de que gostaríamos.

Curta a beleza de Veneza
Curta a beleza de Veneza

Isso porque 1 dia da viagem ficou dedicado a visitar as outras ilhas de Veneza: Murano, Burano e Torcello (que deixaremos para detalhar em outro post). Em dois dias na “ilha principal”, vimos muita coisa, mas não foi possível ver tudo o que gostaríamos. Veneza possui tantas igrejas, tantos museus, palácios, galerias de arte que fica difícil selecionar o que incluir no roteiro. Fica a dica: Veneza é muito mais do que a Piazza di San Marco e a Basílica!

ONDE SE HOSPEDAR EM VENEZA

Nossa dica é ficar em um hotel próximo à estação de trem Santa Lucia. Tivemos uma hospedagem excelente em um hotel simples, porém muito confortável, com um café da manhã incrível e muito fácil de acessar.

COMO CHEGAR EM VENEZA

  • Trem: estação Santa Lucia
  • Avião: aeroporto Marco Polo di Venezia, localizado em Mestre (continente)

PASSEIOS ORIGINAIS EM VENEZA


Leia mais:

Deixe seu comentário