Noruega: Dica de hospedagem econômica em Oslo

0
Foto: Booking.com

A Noruega tem fama de ser um país mega caro. Uma das formas de aproveitar melhor as atrações da cidade e ficar dentro do orçamento é conseguir uma hospedagem em conta. Neste post, damos uma dica de hospedagem econômica em Oslo, capital do país.

DICA DE HOSPEDAGEM ECONÔMICA EM OSLO

Quando começamos a procurar um hotel para nos hospedarmos em Oslo em um final de semana, foi assustador. Mesmo agendando com 7 meses de antecedência, tudo parecia muito caro. Foi, então, que encontramos o Citybox Oslo, um hotel econômico e bem pertinho da Estação Central da cidade, justamente a localização pela qual estávamos procurando. O fato de o hotel ficar a 5 minutos a pé é extremamente conveniente porque o trem que liga o aeroporto de Oslo até o centro da cidade para nesta estação (leia mais em: Noruega: Como ir do aeroporto de Oslo ao centro).

UM HOTEL SEM FUNCIONÁRIOS

O que faz com que ele seja muito mais barato do que os hotéis de Oslo é uma característica bem interessante: ele não tem funcionários. Quer dizer, o hotel possui funcionários, mas eles estão em número reduzido. Por exemplo, não há recepção. No momento em que fizemos a reserva, recebemos um código. Esse código precisa ser utilizado em uma das máquinas de autoatendimento que ficam na entrada do hotel. Basta inserir o seu email e o código para verificar a reserva. As “chaves” do quarto (que na verdade são cartões) são expelidos pela máquina de auto-atendimento. Uma folha é imprensa com todas as informações do hotel, número do quarto, senha do wifi). Super prático e rápido. Fizemos o check in em 3 minutinhos. Há uma salinha no hall em que alguns funcionários ficam para atender quem tiver alguma dificuldade (Falamos com eles quando precisamos deixar a nossa bagagem guardada depois do check out).

Terminais de check in. Foto: Booking.com

Os quartos são muito limpos, possuem uma mesa de trabalho, uma televisão e wifi gratuito. Vale lembrar que para ser mais barato que os demais hotéis, não existe limpeza diária no quarto, nem serviço de quarto. Apenas duas toalhas de banho são disponibilizadas, nada de toalhas de rosto e nem tapete de banheiro (que não conseguimos entender, mas isso é super normal nos hotéis Escandinávia). As amenidades do banheiro também são bem simples e, caso você precise de secador de cabelo, é preciso ligar para um funcionário.

Um dos quartos do Citybox Oslo. Foto: Booking.com
Os quartos possuem uma decoração minimalista e são confortáveis. Foto: Booking.com

NOSSA EXPERIÊNCIA NO CITY BOX OSLO

Depois de chegar a Oslo, pegamos o trem até a estação principal e, em poucos minutinhos, estávamos no hotel. Fizemos o check in online umas 2 horas do horário previsto e correu tudo bem. Entramos no saguão e havia na parede uma indicação dos dois elevadores do hotel referentes aos prédios A e B. No papel que recebemos da máquina durante o check in havia qual era o nosso prédio e o número do nosso apartamento. Em frente ao elevador, há uma área com mesinhas e sofás.

Saguão do hotel. Foto: Booking.com

O quarto era compacto, mas muito limpo e organizado. O hotel é todo renovado, com uma decoração moderna e minimalista. Havia uma grande janela fazia com que a luz natural entrasse no quarto. O banheiro tinha um chuveiro gostoso, nada das comuns banheiras da Europa. Para quem é hóspede do hotel, há um desconto de 10% no almoço e jantar no restaurante e pizzaria Rent Mel Bakeri que fica no Piso Térreo. É uma boa opção para um café da manhã rápido (um café com croissant) ou uma refeição descomplicada como saladas e pizzas.

Restaurante no Piso Térreo do hotel. Foto: Booking.com

Como o hotel fica bem no centro, todas as principais atrações podem ser feitas à pé, a uma curta e agradável caminhada. A área é bem amigável e, como toda a cidade, muito segura e limpa. Não tempos dúvidas de que em uma nova viagem para Oslo, ficaríamos novamente no Citybox Oslo.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Citybox Oslo

  • Endereço: Prinsens gate 6, 0152 Oslo, Noruega

Quer outras sugestões de hospedagem? Confira neste link.


Leia mais sobre a Escandinávia:

Deixe seu comentário