Holyroodhouse: Palácio oficial da realeza britânica na Escócia

0

Quem visita Edimburgo não pode deixar de incluir no roteiro o Palácio Holyroodhouse, o lar oficial da rainha na Escócia. Confira como aproveitar a sua visita ao palácio e o que encontrar por lá.

O PALÁCIO HOLYROODHOUSE

Palace of Holyroodhouse, também conhecido como Holyrood Palace é o palácio oficial da monarquia britânica na Escócia desde o século XVI. O palácio fica localizado na Royal Mile, na ponta oposta ao Castelo de Edimburgo. Todos os anos no início do verão no hemisfério norte (entre final de junho e começo de julho), a rainha Elizabeth costuma ficar no palácio, que é a sua residência principal no país. As origens do Palácio Holyroodhouse residem na fundação de uma abadia agostiniana em 1128 pelo rei David I. No entanto, esta primeira igreja se tornou muito pequena para comportar o número de fiéis. Entre os anos de 1195 e 1230, foram adicionados extensos edifícios monásticos, incluindo claustros, uma casa capitular, um refeitório e quartos.

Nós em frente ao Palácio Holyroodhouse

No século XVI, o rei James IV decidiu converter o local em um palácio. Seu sucessor, James V, fez diversas ampliações e melhorias no palácio. As obras tiveram início em 1528 em uma enorme torre retangular, arredondada nos cantos, para fornecer novos quartos reais no canto noroeste do Palácio. Durante o reinado de James VI foram realizadas extensas reparações ao Palácio, e os jardins foram ampliados e melhorados. O Palácio e a Abadia foram renovados ainda mais em 1633 para a coroação escocesa do filho de James, Charles I.

Fonte localizada em frente ao palácio

Em 1650, houve um incêndio na área leste do Palácio durante a chegada de Oliver Cromwell e seus soldados. Depois disso, as partes ao leste do Palácio foram efetivamente abandonadas. As partes restantes foram usadas como quartéis, e um bloco de dois andares foi adicionado à área oeste em 1659. Em 1966, a monarquia foi restaurada e Holyroodhouse voltou a ser um palácio real sob comando de Charles II. O rei solicitou diversas reformas, melhorias e construções. Em 1679, o Palácio tinha sido reconstruído, em grande parte na sua forma atual.

Detalhe na entrada do palácio
Área gramada do palácio

COMO É A VISITA A HOLYROODHOUSE

O Palácio Holyroodhouse não possui a mesma decoração suntuosa do Palácio de Buckingham. Antes de mais nada, assim que você comprar o seu ticket na bilheteria que fica ao lado da Galeria da Rainha (falaremos mais dela adiante), siga em frente para pegar o audio guide, sem custo adicional, que ajudará você a se guiar durante a visita (tem em português brasileiro!). Infelizmente, é proibido tirar fotos, mas vamos dar uma ideia do que é possível conhecer no palácio.

1. APARTAMENTOS DE ESTADO

A maior parte dos seus cômodos possui painéis em madeira escura e muitas tapeçarias nas paredes. Há uma enorme seleção de itens da coleção real expostos no palácio. Entre os destaques da visita estão:

  • Sala do Trono: A Sala do Trono é onde é realizado um almoço para os Cavaleiros e Senhoras da Ordem do Cardo, por ocasião da nomeação de um novo Cavaleiro.
Sala do Trono. Foto: site oficial do palácio
  • Sala de Estar da Manhã: Onde a Rainha dá audiências privadas, como por exemplo, com o Primeiro Ministro da Escócia, Senhor Alto Comissário ou outros dignitários visitantes.
Sala de Estar da Manhã. Foto: site oficial do palácio
  • Grande Galeria: Esta grande sala exibe retratos de personalidades escocesas e membros da realeza. A Grande Galeria é a maior sala do Palácio, conectando o quarto do Rei no lado leste com os apartamentos históricos na Torre James V, a oeste.
Grande Galeria. Foto: site oficial
  • Curiosidades:
    • A Rainha recebeu o Papa Bento XVI em Holyroodhouse durante a visita oficial do Papa ao Reino Unido em setembro de 2010. O papa presenteou a rainha com um fac-símile dos Evangelhos Lorsch, está em exibição na Sala de Estar da Manhã.
    • Há também uma exibição no palácio com itens sobre a Ordem do Cardo (Order of the Thistle), que é a maior honraria da Escócia. A Ordem homenageia homens e mulheres escoceses que ocuparam cargos públicos ou que contribuíram de maneira particular para a vida nacional.

2. QUARTOS HISTÓRICOS DA RAINHA MARY DA ESCÓCIA

Os apartamentos históricos no palácio de Holyroodhouse foram o lar de Mary, Rainha dos Escoceses, depois do retorno da França em 1561. Mary se casou com Henry Stuart, Lord Darnley, em Holyroodhouse em 1565 e no ano seguinte testemunhou o brutal assassinato de seu secretário italiano, David Rizzio, pelo marido. Na visita aos quartos de Mary é possível conhecer o quarto com a cama de Mary, descrito como “a sala mais famosa da Escócia”, que possui pinturas lindíssimas nas paredes; a “Outer Chamber” (algo como a “Câmara Externa”), local onde Rizzio foi assassinado, entre outros cômodos.

Quarto de Mary com sua cama ao centro. Foto: site oficial do palácio
Cômodo onde Rizzio foi assassinado. Foto: site oficial do palácio

3. RUÍNAS DA ABADIA AGOSTINIANA 

Terminada a visita pelos aposentos reais, siga as instruções do audio guide para sair do palácio e ir até a área externa onde estão as ruínas da antiga Abadia Agostiniana que mencionamos no início deste post. A estrutura da antiga abadia continua de pé, embora não exista mais nada do teto que cobria o local. Nos meses de verão, há tours guiados pelas ruínas da Abadia para quem tiver interesse em saber mais detalhes sobre a história do local.

JARDINS DO PALÁCIO HOLYROODHOUSE

A última área oficial da visita ao palácio Holyroodhouse são os belos jardins da propriedade. Há uma grande variedade flores e árvores, transformando o local em uma bela área verde. Infelizmente, é preciso ficar na área delimitada, que não permite um amplo passeio pelos jardins. No entanto, é possível ver a Abadia pelo lado de fora, além da área traseira do palácio. Durante os meses de verão (de maio a setembro) é possível fazer um tour guiado pelos jardins pagando um valor adicional.

Área dos jardins do palácio
O dia ensolarado colaborou conosco
Muitas árvores e plantas nos jardins
Vista do palácio a partir dos jardins
Deu até para brincar na “casinha” do guarda real

A GALERIA DA RAINHA EM HOLYROODHOUSE

Assim como acontece na Galeria da Rainha do Palácio de Buckingham, há exposições periódicas de peças que fazem parte do acervo real na Galeria da Rainha. Todo ano a exposição é modificada e uma nova exposição pode ser visitada. Nós acabamos não visitando a Galeria da Rainha em Holyroodhouse porque a exposição que estava aberta na época era exatamente a mesma que já havíamos visto no Palácio de Buckingham 9 meses antes. Vale a pena comprar a entrada adicional para visitar a Galeria caso a exposição seja sobre algum artista que você tem interesse, conheça a obra ou tenha curiosidade. Para saber a programação da Galeria da Rainha em Holyroodhouse, consulte este link.

Fachada da Galeria da Rainha a partir da rua. Compre os ingressos na bilheteria que fica neste edifício.

CAFÉ & LOJA DO PALÁCIO

Depois de bater perna pelo palácio, você pode aproveitar para tomar um chá da tarde no Café Holyroodhouse, que conta com uma seleção de pratos típicos, saladas, sanduíches, doces e bebidas quentes. Há também uma lojinha de presentes com diversos itens que remetem à família real, louças, lembrancinhas, livros e guloseimas.

O gostoso café do palácio

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Palace of Holyroodhouse

  • Endereço: Conongate, Edimburgo EH8 8DX, UK
  • Horários: de novembro a março de 9h30 às 16h30 / de abril a outubro de 9h às 18h / o palácio fecha no período em que a rainha vai passar férias na Escócia (alguns dias de maio, junho e julho – consulte o site para mais informações)
  • Entrada: inclui audio guide / o ticket vale por 1 ano para voltar ao palácio
    • Palácio: £12.50
    • Palácio + Galeria da Rainha: £17.50
    • Palácio + Galeria da Rainha + Tour pelos Jardins da Rainha Mary (somente entre maio e setembro): £21.50
  • Tours: é possível fazer tours guiados pelas ruínas da abadia.
  • Importante: É proibido tirar fotos ou filmar dentro do palácio.

Nós visitamos o Palácio Holyroodhouse a convite da Visit Scotland, que nos providenciou tickets e todo suporte para nossa viagem a Edimburgo.


Leia mais sobre Edimburgo:

Deixe seu comentário