Dinamarca: O que fazer em Copenhagen – Roteiro de 3 dias

0

Copenhagen entrou no nosso roteiro meio por acaso. Foi a nossa primeira viagem fora da Inglaterra depois que nos mudamos para Londres. E a escolha foi simplesmente financeira: as passagens estavam extremamente baratas. Não pensamos duas vezes e fomos conhecer a simpática cidade em que os habitantes usam as bicicletas como meio de transporte. Neste post, você vai encontrar muitas dicas para curtir o melhor de Copenhagen em 3 dias!

A CIDADE DE COPENHAGEN

Podemos sem medo dizer que Copenhagen, capital da Dinamarca, nos surpreendeu. Já tínhamos ouvido de alguns conhecidos que a visita à cidade não tinha sido das melhores. E, por isso, acabamos indo com expectativas um pouco baixas para lá. E isso teve seu lado bom, porque a viagem à København (nome da cidade em dinamarquês) acabou sendo uma experiência muito bacana para a gente. Fundada no século X, a cidade teve origem como uma vila viking de pescadores. Ela se tornou capital da Dinamarca cinco séculos mais tarde. Nos séculos XVII e XVIII a cidade se desenvolveu muito devido ao investimento em suas instituições e infra-estrutura. A cidade é o centro cultural, econômico e governamental da Dinamarca.

Castelo Rosenborg em Copenhagen 🇩🇰

A post shared by Viajonários ✈️🌎📷🍷🍴⚽️🎥 (@viajonarios) on

Atualmente, Copenhagen é a maior cidade do país com pouco mais de 600 mil habitantes (quase 1,3 milhão na zona metropolitana). Copenhagen é considerada a cidade das bicicletas (em dezembro de 2016, o número de bikes ultrapassou o de veículos – 265 mil contra 252 mil – segundo dados oficiais) e da Pequena Sereia, contando com uma famosa estátua. Antes de viajar, nós recomendamos que você leia o post “12 coisas que você precisa saber antes de visitar Copenhagen” para estar bem preparado para visitar esta linda cidade.

Vista da cidade a partir da Torre Redonda

O QUE FAZER EM COPENHAGEN

Para facilitar a sua programação de viagem para Copenhagen, colocamos todas as nossas dicas de passeios e atrações no mapa interativo abaixo. Dividimos as atrações em 3 cores distintas (verde, azul e roxa), para dividir o seu roteiro em 3 dias. Caso tenha apenas dois dias para ficar na cidade, nossa sugestão é que você priorize as atrações com as cores verde e azul, deixando os itens em roxo por último, caso sobre um tempinho ou você tenha um interesse especial por alguma das atrações.

DIA 1

1. CASTELO ROSENBORG & JARDIM DO REI

Em 1606, o Castelo Rosenborg foi construído para ser uma casa de veraneio a pedido do Rei Christian IV e foi passando por uma série de ampliações ao longo de 28 anos. O Castelo foi utilizado como residência real até 1710, quando o Rei Frederik IV, optou por residências de verão mais modernas. Assim, o Castelo passou a ser um local para guardar as coleções reais. Além das belas salas, é possível visitar diversos artefatos reais (inclusive a caneta com a qual foi assinada a Constituição do país) e joias da Coroa Dinamarquesa. É partir do castelo que os guardas reais marcham para a cerimônia de troca de guarda que acontece em frente ao Palácio Amalienborg. Em frente ao Castelo, fica o mais antigo jardim real da Dinamarca, o Jardim do Rei.

  • Endereço: Øster Voldgade 4A, 1350 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: variam bastante ao longo do ano, confira a tabela completa neste link
  • Entrada: 105 kr. / ticket combinado com Amalienborg 145 kr.

Leia mais: Copenhagen: Castelo Rosenborg e Joias da Coroa Dinamarquesa

Coroas da monarquia dinamarquesa

2. NYHVAN

Nyhavn (“Novo Porto”, na tradução do dinamarquês) é um canal construído no século XVII, famoso pela existência de casinhas coloridas de dois andares, as quais abrigam bares, cafés e restaurantes. No passado, o local era frequentado por marinheiros e era um ambiente em que reinavam as bebidas alcoólicas e a prostituição. A partir dos anos 1960, começou-se um projeto para revitalizar a área, mas foi por volta dos anos 1980 que o local abriu como um cais para pedestres, tornando-se uma das atrações mais visitadas da cidade.

Leia mais: Nyhavn: Canal com casinhas coloridas em Copenhagen

A belíssima região de Nyhvan

3. IGREJA DE MÁRMORE

A Marmorkirken é uma igreja luterana em estilo rococó, construída entre 1749 e 1894. Inspirada na Basílica de São Pedro no Vaticano, ela tem o maior domo da Escandinávia com 31 metros de diâmetro, sustentado por 12 colunas. Ela começou a ser construída no reinado de Frederiks V e, por isso, também conhecida como Frederiks Kirke. Embora os planos originais eram que ela fosse inteiramente construída de mármore, devido a restrições orçamentárias, o calcário foi o material mais utilizado. Uma série de estátuas de teólogos proeminentes e figuras eclesiásticas circunda os fundamentos do edifício.

  • Endereço: Frederiksgade 4, 1265 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: de segunda a quinta e sábado de 10h às 17h / sexta e domingo de 12h às 17h
  • Entrada: gratuita
A bela Igreja de Mármore vista da praça do Amalienborg

4. PALÁCIO AMALIENBORG & JARDINS

O Palácio Amalienborg é o lar da família real dinamarquesa. Em estilo rococó, o complexo consiste em 4 edifícios idênticos que ficam ao redor de uma praça onde está uma estátua equestre do Rei Frederick V, fundador do Amalienborg. O palácio foi construído originalmente para abrigar membros da nobreza, mas se tornou o lar oficial da família real quando o Palácio Christianborg pegou fogo em 1794.

  • EDIFÍCIOS FECHADOS À VISITAÇÃO:
    • Palácio de Christian IX: É a residência oficial da monarquia dinamarquesa desde 1967 (a Rainha Margrethe II governa o país desde 1972)
    • Palácio de Frederick VIII: Onde reside o herdeiro do trono dinamarquês
  • EDIFÍCIOS ABERTOS À VISITAÇÃO:
    • Palácio de Christian VIIEste palácio que recebe ilustres hóspedes da Dinamarca e do resto do mundo há mais de 250. É possível visitar o Palácio de Christian VII através de tours guiados para conhecer um dos locais mais bonitos do país.
    • Palácio de Christian VIII: Este é o principal palácio do complexo aberto à visitação. Embora pequeno, há salas decoradas muito bonitas, embora praticamente se perdeu o estilo rococó original, devido a uma série de mudanças ao longo dos séculos. Atualmente, é um museu que mostra objetos originais da realeza e quartos reais privados, além de uma pequena exposição sobre os atuais membros da monarquia dinamarquesa.
Sala do Palácio de Christian VIII

Em frente a este complexo ocorre a Cerimônia de Troca de Guarda Real que se inicia, diariamente, do Castelo Rosenborg às 11h30 e chega a Amalienborg ao meio-dia. O trajeto pelas ruas de Copenhagen varia (existem 3 rotas diferentes). Próximo à região dos palácios fica o Amaliehaven, um jardim construído em 1983, à beira da água. O jardim possui estátuas de mármore e uma fonte central criada pelo italiano Arnaldo Pomodoro.

Cerimônia de Troca de Guarda Real
  • Endereço: Amalienborg Slotsplads 5, 1257 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários:
    • Palácio de Christian VIII: variam conforme a época do ano (confira neste link)
    • Palácio de Christian VII: tours guiados de terça a sexta de 13h às 14h30 e sábado e domingo de 13h30 às 15h
  • Entrada:
    • Palácio de Christian VIII: entre DKK 75 e DKK 95 / ticket combinado com o Christianborg DKK 145
    • Palácio de Christian VII: DKK 95
Biblioteca do Palácio de Christian VIII

5. IGREJA ST. ALBAN

St. Alban é uma igreja anglicana construída entre 1885 e 1887 em estilo neogótico. Ela recebeu este nome em homenagem ao Santo Albano, primeiro mártir da Grã-Bretanha. Em 2013, Charles, o príncipe de Gales, contribuiu com um fundo que permitiu instalar 7 novos sinos na igreja.

  • Endereço: Churchillparken 11, 1263 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: de março a setembro de segunda da sábado de 10h às 16h / domingo de 13h às 16h
  • Entrada: gratuita
Igreja St Alban fica localizada em uma área belíssima ao lado de uma fonte

6. MUSEU DA RESISTÊNCIA DINAMARQUESA

Este pequeno museu retrata o período da Segunda Guerra Mundial quando a Dinamarca foi invadida pela Alemanha nazista. O país tentou resistir bravamente e a exposição mostra isso, exibindo desde jornais impressos de forma ilegal, comunicações secretas com a Inglaterra e materiais relativos a sabotagem das fábricas e ferrovias com o objetivo de sabotar os planos de Hitler. Em 2013, o museu sofreu um sério incêndio e foi obrigado a fechar suas portas para uma profunda reforma de 5 anos. Segundo o site oficial, os planos são que ele reabra em 2018.

  • Endereço: Churchillparken 7, 1263 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: de outubro a abril de terça a domingo de 10h às 15h / de maio a setembro de terça a domingo de 10h às 17h / o museu está fechado para reforma até o final de 2018
  • Entrada: gratuita

7. KASTELLET

Kastellet é uma das mais preservadas fortificações na Europa. Usado para objetivos militares desde 1626, ele foi construído em forma de um pentágono (ou uma estrela de 5 pontas), cercado por muralhas. Diversos edifícios foram construídos dentro do Kastellet como galpões, uma igreja e um moinho de vento. A área abriga várias atividades militares, mas serve principalmente como um parque público e um local histórico. O Kastellet tem dois portões que datam de 1663 e foram construídos no estilo barroco holandês: o “Portão do Rei” no lado sul, de frente para a cidade, e o “Portão Noruega” no lado norte do edifício. O local é muito bonito e vale muito a visita.

  • Endereço: Gl. Hovedvagt, Kastellet 1, 2100 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: diariamente de 6h às 22h
  • Entrada: gratuita
Uma das entradas para o Kastellet
Bandeira da Dinamarca dentro do Kastellet

8. ESTÁTUA DA PEQUENA SEREIA

Uma das atrações mais famosas de Copenhagen é a estátua de bronze da “A Pequena Sereia”, a personagem ficou muito famosa através do filme da Disney de mesmo nome. Quem criou essa e várias histórias infantis foi o escritor dinamarquês Hans Christian Andersen (1805-1875). Com apenas 1,25 metro e 175 kg, a estátua foi esculpida pelo artista Edvard Eriksen em 1913. Ela já foi alvo de vandalismo diversas vezes, chegando a ficar até mesmo sem cabeça em um desses atos. Atualmente, ela fica em cima de uma rocha, ao lado da água, no bonito parque Langelinie. Curiosidade: O autor da “A Pequena Sereia” também é famoso por ter escrito “O Patinho Feio”, “A Roupa Nova do Rei”, “A Polegarzinha” e “A Rainha da Neve”, que inspirou o filme “Frozen”.

  • Endereço: Langelinie, 2100 Copenhagen, Dinamarca

DIA 2

9. PARQUE DE DIVERSÕES TIVOLI GARDENS

Tivoli Gardens é um parque de diversões que está localizado no centro da cidade e possui 83 mil m². Ele é o segundo parque de diversões mais antigo da Dinamarca e abriu suas portas pela primeira vez em 15 de agosto de 1843! O parque recebeu em 2015 quase 5 milhões de visitantes, consolidando-se como o quarto parque mais visitado da Europa. O Tivoli inclui uma variedade de atrações: edifícios em estilos exóticos do Oriente, um teatro, palco para apresentação de concertos musicais, restaurantes e cafés, jardins de flores, e parques de diversões com brinquedos eletrônicos. Walt Disney, o famoso criador do Mickey e companhia, confirmou que seus parques temáticos foram inspirados no Tivoli, após uma viagem com a esposa para visitar o local à procura de inspiração.

Entrada principal do Tivoli
Dica: Para quem viaja com crianças, dá para reservar um dia inteiro do roteiro só no parque. Nós preferimos curtir o Tivoli durante à noite para jantar e nos divertir um pouquinho, depois que já tínhamos visitado muitas atrações da cidade. Fica a critério de cada viajante como incluir o Tivoli no roteiro.
  • Endereço:  Vesterbrogade 3, 1630 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: Varia conforme a época do ano e dia da semana (confira neste link)
    • Verão: entre abril e setembro (de domingo a quinta de 11h às 23h / sexta e sábado de 11h à meia-noite)
    • Fechado entre janeiro e março / Programação especial no Halloween e Natal
  • Entrada: DKK 120 / crianças até 7 anos não pagam

Leia mais: Copenhagen: Tivoli – a inspiração para os parques da Disney

Parque Tivoli à noite

10. PREFEITURA DE COPENHAGEN

Com estilo arquitetônico românico, o edifício que abriga a prefeitura de Copenhagen foi inaugurado em 1905, e teve como inspiração a prefeitura de Siena, na Itália. Possui uma fachada toda ornamentada e um dos seus destaques é a torre do relógio com 105,6 metros de altura. É possível fazer tours guiados por dentro da prefeitura e passeios à torre em alguns horários. Quanto à torre, basta subir cerca de 300 degraus para chegar em um mirante de observação com vistas amplas para o Parque Tivoli. Não há elevadores.

  • Endereço: Rådhuspladsen 1, 1599 Copenhagen, Dinamarca
  • Tours guiados (em inglês): de segunda a sexta às 13h; sábado às 10h / 45 minutos
  • Vista à Torre: de segunda a sexta às 11h e às 14h; sábado às 12h / 30 a 40 minutos
  • Entrada: DKK 50 para tours guiados / DKK 30 para visitas à torre
Prefeitura de Copenhagen em um dia ensolarado

11. GLIPTOTECA NY CARLSBERG

Muita gente não está familiarizada com o termo, mas enquanto pinacoteca significa um museu dedicado à exposição de quadros e pinturas, gliptoteca é o museu que tem como foco exibições de estátuas. Sua origem se deu através de uma coleção particular de Jacob Christian Jacobsen, fundador da cervejaria local Carlsberg, a mais famosa da cidade. A Gliptoteca Ny Carlsberg foi fundada em 1882 e, atualmente, possui a maior coleção de arte antiga no norte da Europa. Seu acervo inclui não só esculturas belíssimas (do Antigo Egito, Roma e Grécia), mas também pinturas (de Monet, Pissaro, Van Gogh, Renoir, Cézanne) que foram incorporadas posteriormente.

  • Endereço: Dantes Plads 7, 1556 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: de terça a domingo de 11h às 18h (quinta até 22h)
  • Entrada: DKK 95
Gliptoteca Ny Carlsberg

12. MUSEU NACIONAL DA DINAMARCA

O Museu Nacional da Dinamarca possui exposições desde a Idade da Pedra, da Era Viking, da Idade Média, do Renascimento e da História Dinamarquesa Moderna. O museu está localizado no Palácio do Príncipe, que foi construído por Nicolai Eigtved entre 1743 e 1744 para o dinamarquês Príncipe herdeiro Frederik V. Nós acabamos visitando o museu porque queríamos ver artigos da Era Viking, mas, embora interessante, a exposição era menor do que esperávamos.

  • Endereço: Prinsens Palæ, Ny Vestergade 10, 1471 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: de terça a domingo de 10h às 17h
  • Entrada: DKK 75
Museu Nacional da Dinamarca
Artefatos Vikings em exposição

13. CENTRO DA CIDADE: STRØGET & PRAÇAS

Strøget é a maior rua de pedestres do mundo com, aproximadamente, 1100 metros. Trata-se de um calçadão super simpático, cercado por lojas, restaurantes e cafés. O local foi fechado para carros a partir de 1962 e se  tornou uma ótima opção para quem gosta de caminhar sem compromisso para conhecer as particularidades de uma cidade. No centro de Copenhagen também ficam duas praças importantes: Nytorv (praça nova) e Gammeltorv (praça antiga).

Delicioso calçadão de pedestres
Centro de Copenhagen

14. IGREJA DE NOSSA SENHORA

A Vor Frue Kirke (Igreja de Nossa Senhora, traduzido do dinamarquês) é a catedral de Copenhagen. Em estilo neoclássico e com uma torre de 60 metros de altura, a igreja teve sua construção finalizada em 1829.

  • Endereço: Nørregade 8, 1165 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: de segunda a quinta  e sábado de 8h20 às 17h / sexta de 8h30 às 10h30 e de 12h às 17h / domingo de 12h às 16h30
  • Entrada: gratuita
Parte interna da Igreja de Nossa Senhora

15. RUNDETÅRN (TORRE REDONDA)

A Rundetårn é uma torre construída no século XVII pelo rei Christian IV, entre os anos 1637 e 1642, com o objetivo de abrigar um observatório astronômico no seu topo. No entanto, no início do século XIX, o observatório da Torre Redonda se tornou ultrapassado como um observatório astronômico. Atualmente, a Torre Redonda é mais do que um observatório astronômico público, é também uma atração turística servindo como um deck de observação, localizado a 34,8 metros de altura, onde é possível ter uma vista 360º de Copenhagen.

  • Endereço: Købmagergade 52A, 1150 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: 
    • de final de maio a final de setembro: diariamente de 10h às 20h
    • de final de setembro a meados de outubro e de meados de março a final de maio: diariamente de 10h às 18h
    • de meados de outubro a meados de março:
      • de segunda e de quinta a domingo de 10h às 18h
      • terça e quarta: de 10h às 21h
  • Entrada: DKK 25

Leia mais: Rundetårn: Torre Redonda de Copenhagen

A Torre Redonda de Copenhagen

16. PALÁCIO CHRISTIANSBORG

O Palácio Christiansborg é tão lindo e tão grande que merece um post exclusivo para ele. É uma das atrações de que mais gostamos durante nossa visita a Copenhagen. Este palácio abriga a sede do Parlamento dinamarquês, do Gabinete do Primeiro Ministro dinamarquês e do Supremo Tribunal da Dinamarca. Várias partes do palácio também são usadas pelo monarca dinamarquês, incluindo as salas de recepção reais, a capela do palácio e os estábulos reais. Christiansborg é, assim, o lar dos três poderes supremos: o poder executivo, o poder legislativo e o poder judiciário, sendo o único edifício no mundo que abriga todos os três poderes de um país. O que pode ser visitado no Christiansborg:

  • Salões Reais de Recepção
  • Cozinha Real
  • As Ruínas
  • Estábulos Reais
  • Capela do Palácio
  • Teatro Real
  • Parlamento
Uma das entradas do Christiansborg
  • Endereço: Prins Jørgens Gård 1, 1218 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: diariamente de 10h às 17h
  • Entrada: Ticket combinado com todos os acessos DKK 150 / há tickets avulsos para cada área do palácio
Biblioteca do palácio
Salão utilizado para recepções repleto de tapeçarias modernas

DIA 3

17. CIDADE LIVRE DE CHRISTIANIA

Freetown Christiania, ou somente Christiania é uma área de 34 hectares com cerca de 850 habitantes que vivem em uma comunidade autogerida. Criada em 1971 em uma antiga área militar, Christiania é alvo de controvérsia. O espírito da comunidade é baseado em valores anarquistas e ideais hippies, sendo o consumo de “drogas leves” como a maconha permitido. Embora muita coisa parece ser “livre” nesta comunidade, é estritamente proibido tirar fotos e correr. Tem gente que ama e tem gente que odeia visitar o local, mas a maioria concorda que não é recomendado visitar Christiania à noite. De fato, o lugar não é muito bonito e parece que “parou no tempo”. Quem quiser conhecer um pouco mais, vale a pena ler o post do blog “Andarilhos pelo Mundo” que conta mais detalhes sobre uma visita a essa comunidade.

18. IGREJA DE SÃO SALVADOR

A Vorfrelserskirke (Igreja de São Salvador na tradução do dinamarquês) foi construída em estilo barroco e finalizada em 1695. A igreja é famosa por sua torre de 90 metros de altura, em formato de hélice, com uma escada externa que pode ser escalada ate topo, oferecendo vistas panorâmicas incríveis da cidade.

  • Endereço: Sankt Annæ Gade 29, 1416 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: 
    • Igreja: diariamente de 11h às 15h30
    • Torre: horários variam, confira neste link / fechada entre dezembro e fevereiro
  • Entrada: igreja gratuita / visita à torre varia entre DKK 35 e DKK 45 dependendo da época do ano – confira aqui
Igreja de São Salvador

19. PAPIRØEN – COPENHAGEN STREET FOOD

Para quem gosta de comida de rua, este é o lugar, que significa Ilha de Papel na tradução do dinamarquês! Trata-se de um animado galpão com diversas barraquinhas de comida de todos os sabores e nacionalidades. Encontramos até mesmo churrasco brasileiro no local, mas acabamos provando (e aprovando) uma comida marroquina deliciosa e comendo um doce dinamarquês de sobremesa. Para quem gosta de provar novos sabores, é simplesmente imperdível. Além disso, a área externa é deliciosa para apreciar a bela vista.

  • Endereço: 1436 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: de segunda a quinta de 12h às 21h / de sexta a sábado de 12h às 22h / domingo de 12h às 21h
  • Entrada: gratuita, você paga pelo o que comprar
Área interna deste grande mercado de comida de rua

20. CERVEJARIA CARLSBERG

A cerveja Carlsberg está presente em todos os bares e restaurantes de Copenhagen. Mas é na Cervejaria Carlsberg, onde ela foi fundada em 1847, que é possível conhecer mais sobre a produção desta famosa cerveja dinamarquesa e fazer degustações especiais. Atualmente, são produzidos mais de 500 tipos diferentes de cervejas! A localização da Cervejaria fica um pouco mais distante do centro, mas vale a pena para quem gosta de uma boa gelada.

  • Endereço: Gamle Carlsberg Vej 11, 1799 Copenhagen, Dinamarca
  • Horários: 
    • Cervejaria: diariamente de outubro e abril de 10h às 17h / de maio a setembro de 10h às 20h
    • Degustação de Cerveja: diariamente às 12h, 14h e 16h
    • Tour guiado: diariamente às 13h, 14h e 15h
  • Preços: é possível reservar online
    • Entrada normal: DKK 100 (direito a um copo de cerveja e bebidas não alcoólicas)
    • Degustação de cerveja: entrada normal + DKK50
    • Tour guiado: entrada normal + DKK50
Corredores da Cervejaria Carlsberg

DICA DE ECONOMIA: COPENHAGEN CARD

Para quem está pensando em visitar várias atrações em Copenhagen, a super dica é comprar o Copenhagen Card. Neste cartão está inclusa a entrada nos principais museus e palácios reais da cidade, além da entrada no parque Tivoli, na Cervejaria Carlsberg e transporte público (até o trem que leva do aeroporto até o centro da cidade). Adquirimos e não nos arrependemos, pois usamos muito! Confira este link para mais informações.

HOSPEDAGEM EM COPENHAGEN

Como nós iríamos chegar à noite e voltaríamos logo pela manhã, queríamos ficar hospedados em um hotel que fosse bem pertinho da estação central de trem da cidade. Isso ajudou bastante porque há um trem que liga o aeroporto da cidade até o centro através desta estação. Ficamos hospedados no Hotel Astoria, um hotel 3 estrelas bem pertinho do parque Tivoli. Foi super bacana, pois aproveitamos o parque à noite e andávamos menos de 5 minutinhos para voltar para o hotel. O hotel é interessante para quem está procurando uma opção econômica.

Um dos quartos do Hotel Astoria. Foto: Booking.com

Os quartos são um pouco apertados, possuem wifi gratuito, e um bar/restaurante que fica ao lado do saguão. Os funcionários foram bem prestativos conosco. No final da tarde, o hotel oferece uma taça de vinho para os hóspedes. O único item de que não curtimos muito o formato estranho da banheira. Outras opções para hospedagem em Copenhagen podem ser encontradas neste link.


Leia mais sobre a Dinamarca:

Deixe seu comentário