Inglaterra: O que fazer na simpática cidade de Bristol

0

Bristol é uma das maiores cidades da Inglaterra e está recheada de atrações interessantes para todas as idades. Confira os motivos para incluir Bristol no roteiro de sua próxima viagem!

A CIDADE DE BRISTOL

Fundada em 1155 e elevada a categoria de cidade em 1373, atualmente, Bristol possui uma população de mais de 450 mil habitantes. Do século XXIII ao XVIII ela figurava como as mais ricas da Inglaterra. Uma das explicações para isso é que Bristol foi um ponto de partida para as primeiras viagens de exploração para o “Novo Mundo”.

Cabot Tower, uma homenagem aos 400 anos da viagem de John Cabot para o “Novo Mundo”
Antiga área portuária de Bristol

O crescimento da cidade e do comércio veio com a ascensão das colônias americanas da Inglaterra no século XVII. A localização de Bristol, no lado oeste da ilha da Grã-Bretanha, deu aos seus navios uma vantagem em navegar para o “Novo Mundo”, e os comerciantes da cidade aproveitaram ao máximo disso. O século XVIII viu uma expansão do papel da cidade no comércio negreiro, no qual africanos eram capturados para a escravidão e levado às Américas.

Casas georgianas coloridas em Bristol
Wills Memorial Building

A cidade também é associada ao antigo engenheiro Isambard Kingdom Brunel, responsável pelo projeto de dois pioneiros navios a vapor (SS Great Britain e SS Great Western) e da Ponte Pênsil Clifton, inaugurada em 1864, que se tornou um dos cartões postais de Bristol. A ponte está localizada sob o rio Avon (o mesmo rio que corta a cidade de Shakespeare, Stratford-upon-Avon) e possui 412 metros de comprimento.

Ponte Pênsil Clifton

A economia moderna de Bristol é construída nas indústrias criativas de mídia, eletrônica e aeroespacial, e as antigas regiões das docas no centro da cidade foram redesenhadas como centros de patrimônio e cultura. A cidade tem duas universidades, a University of Bristol e a University of the West of England, e uma variedade de organizações e locais artísticos e esportivos. Em 2015, Bristol ganhou o Prêmio Europeu de Capital Verde da União Europeia e, em 2017, ela foi nomeada pelo jornal The Sunday Times como a melhor cidade para se viver na Grã-Bretanha

Prefeitura de Bristol
Catedral de Bristol
Um dos canais que cortam a cidade

O QUE FAZER EM BRISTOL

Para facilitar a organização de sua visita a Bristol, todas as atrações sugeridas neste post foram colocadas no mapa interativo abaixo. Além de dicas de lugares para conhecer na cidade (em azul no mapa), colocamos algumas sugestões de lugares para comer e beber e dicas de onde fazer compras na cidade (pontos em vermelho no mapa).

1. IGREJA SANTA MARIA DE REDCLIFFE

A Igreja Santa Maria fica localizada no bairro de Redcliffe e, por isso, tem esse nome. Com arquitetura em estilo gótico, ela foi construída entre os séculos XII e XV e tem sido usada como um lugar religioso há mais de 900 anos. Dizem que a rainha Elizabeth I a considerava “a igreja paroquial mais bonita, agradável e famosa da Inglaterra”. E ela, realmente, tem seu charme. Os belos vitrais coloridos chamam atenção e ela é bem ampla e arejada. Com 15 sinos, a torre possui 89 metros de altura, fazendo com que a igreja seja o edifício mais alto de Bristol.

  • Endereço: 12 Colston Parade, Avon, Bristol BS1 6R, Inglaterra
  • Horários: de segunda a sábado de 8h30 às 17h / domingo de 13h às 17h
  • Entrada: gratuita
Fachada da Igreja St Mary Redcliffe
Lindos vitrais da Igreja de Santa Maria

2. QUEEN SQUARE

A Queen Square é uma praça com 2,4 hectares no centro da cidade. O local em que a praça foi construída estava fora das muralhas da cidade de Bristol e era conhecido como  Town Marsh. A praça, que foi uma homenagem à rainha Anne, foi planejada em 1699 e a construção terminou em 1727. No centro da praça fica uma estátua equestre de William III, colocada ali em 1736. O local é muito agradável e muitos habitantes de Bristol aproveitam os dias de verão para deitar no gramado e almoçar sentados em um dos bancos da praça.

Queen Square

3. ARNOLFINI

Fundado em 1961, Arnolfini é um centro internacional de artes e galeria de arte. O nome da galeria é tirado da pintura do século XV de Jan van Eyck: “The Arnolfini Portrait”. Arnolfini tem três andares de galerias, uma livraria de artes especializadas, um cinema que também pode ser usado como espaço de atuação para teatro, arte ao vivo, dança e música, uma sala de leitura que fornece material de referência para todas as exposições passadas e ampla variedade de livros e catálogos e, ainda, um Café-Bar.

  • Endereço: 16 Narrow Quay, Bristol BS1 4QA, Inglaterra
  • Horários: de terça a domingo de 11h às 18h / fechado às segundas-feiras
  • Entrada: gratuita
Arnolfini. Foto: Jamie Woodley

4. WE THE CURIOUS

Quando fui visitar Bristol esse lugar se chamava At-Bristol, mas mudou seu nome em setembro de 2017. We The Curious é um centro de ciência para todas as idades. O objetivo é criar uma cultura de curiosidades, através de exposições praticas interativas, shows e workshops. Além disso, o local abriga o primeiro planetário 3D do Reino Unido, com uma agenda recheada de eventos.

  • Endereço: Anchor Rd, Harbourside, Bristol BS1 5DB, Inglaterra
  • Horários: de segunda a sexta de 10h às 17h / sábado e domingo de 10h às 18h
  • Entrada: a partir de £15.30 adultos /  £9.90 crianças de 3 a 15 anos
We the Curious

5. CATEDRAL DE BRISTOL

A Catedral de Bristol foi fundada em 1140 e consagrada em 1148. Originalmente, ela era conhecia como Abadia de Santo Agostinho, mas com a criação da Igreja Anglicana por Henrique VIII, ela foi fechada. Em 1542, ela se tornou a sede do recém-criado bispado de Bristol e catedral da cidade. Grande parte da igreja foi reconstruída no estilo gótico inglês durante o século XIV, com enormes vitrais nas paredes. No século XV, foram adicionados o transepto e a torre central. As torres gêmeas em frente à igreja foram concluídas somente em 1888. Ao lado da igreja fica um lindo parque público chamado College Green. Em frente dele, fica o prédio da prefeitura de Bristol.

  • Endereço: College Green, Bristol BS1 5TJ, Inglaterra
  • Horários:
  • Entrada: gratuita

6. THE GEORGIAN HOUSE MUSEUM

A Casa Georgiana é um edifício histórico que foi construída por volta de 1790 por John Pinney, um rico comerciante açúcar. Ela está bem preservada e funciona como um museu. É possível visitar a sala de estar, sala de jantar, sala de estudo, cozinha lavanderia e quarto dos empregados. Alguns dos móveis e acessórios presentes na casa são originais da época. Há também uma pequena exibição em escravidão e plantações de açúcar. Acredita-se que esta seja a casa onde os poetas William Wordsworth e Samuel Taylor Coleridge se conheceram pela primeira vez.

  • Endereço: 7 Great George St, Bristol BS1 5RR, Inglaterra
  • Horários: de abril a dezembro de sábado a terça de 11h às 16h / fechado de quarta a sexta | fechada de janeiro a março
  • Entrada: gratuita
Georgian House. Foto: site oficial

7. BRANDON HILL PARK & CABOT TOWER

Brandon Hill é uma colina que era utilizada como pasto até 1625, ano a partir do qual a prefeitura inaugurou um parque público, possivelmente o espaço aberto municipal mais antigo do país. A parte superior da colina é um parque íngreme, dividido em jardins informais, uma pequena reserva natural e gramados abertos. Há também uma lagoa que serve para a reprodução de algumas espécies de sapos. No centro do parque fica a Torre Cabot, inaugurada em 1897 para comemorar o aniversário de 400 anos da viagem de John Cabot para o “Novo Mundo” (futuro Canadá), em 1497. Como o parque é bem íngrime, dá um trabalho danado subir até lá. A torre passou por um amplo trabalho de restauração de 2007 a 2011. Atualmente, é possível subir os degraus da torre para chegar ao seu topo e ter uma visão ampla de Bristol.

  • Endereço: Park St, Bristol BS1 5RR, Inglaterra
  • Horários da Torre: de segunda a quinta de 8h15 às 15h45 / sexta de 8h15 às 12h45 / sábado e domingo de 8h15 às 19h30
  • Entrada: gratuita
Torre Cabot vista da lagoa

8. BRISTOL MUSEUM & ART GALLERY

Fundado em 1823, o Museu e Galeria de Arte de Bristol fica localizado em um bonito edifício de arquitetura barroca eduardiana. Ele possui coleções que incluem geologia, arte oriental, artigos egípcios e assírios, história de Bristol, história natural, arqueologia nacional e internacional, entre outras. A galeria de arte contém obras de todos os períodos, incluindo muitos por artistas internacionalmente famosos, como Renoir e Pissarro, e também uma coleção de pinturas modernas de Bristol. No hall central, fica uma réplica do Bristol Biplane, a primeira aeronave construída pela Companhia de Aviões de Bristol, entre 1910 e 1914.

  • Endereço: Queens Rd, Bristol BS8 1RL, Inglaterra
  • Horários: de terça a domingo de 10h às 17h / fechado às segundas-feiras
  • Entrada: gratuita

9. ROYAL WEST OF ENGLAND ACADEMY OF ART

Está foi a primeira galeria de arte a ser criada em Bristol. Sua fundação foi financiada por  Ellen Sharples em 1849 e um conhecido grupo de artistas (principalmente pintores) de Bristol, conhecido como Bristol Society of Artists. Entre as pinturas da coleção permanente estão as obras de artistas das escolas Newlyn, St Ives e Bloomsbury e pinturas de Elizabeth Blackadder, Bernard Dunstan, Mary Fedden, Matthew Hale, David Inshaw, Derek Balmer, Anne Redpath, George Swaish e Carel Weight.

  • Endereço: Queen’s Road, Clifton, Bristol BS8 1PX, Inglaterra
  • Horários: de terça a sábado de 10h às 18h / domingo de 11h às 17h / fechado às segundas-feiras
  • Entrada: £6.95 (inclui uma doação de 70 centavos) 

10. THE RED LODGE MUSEUM

Este museu é, na verdade, uma casa histórica da cidade que foi construída entre 1579 e 1580. As principais fases de construção adicionais são da década de 1730 e do início do século XIX. Ao que tudo indica, a Red Lodge teria sido usada originalmente como uma hospedaria e local de entretenimento da família Young. Havia também oito jardins ornamentais e videiras. Depois de passar por muitas mãos, em 1919, a casa foi comprada por James Fuller Erbele e, em 1920, ela se tornou sede do Conselho da Cidade de Bristol. Desde o final da década de 1950 ela funciona como um museu. Os cômodos superiores são todos decorados com madeira de carvalho com adornos belíssimos. Recentemente, foi descoberto até mesmo um antigo poço, que fica dentro de uma das salas. Um dos itens notáveis da casa é uma pintura da rainha Elizabeth I no Great Oak Room.

  • Endereço: Park Row, Bristol BS1 5LJ, Inglaterra
  • Horários: de sábado a terça de 11h às 16h / fechado de quarta a sexta-feira
  • Entrada: gratuito
Vista dos jardins da Red Lodge
Lindos painéis de carvalho decorando os cômodos e o retrato de Elizabeth I 

11. CHRISTMAS STEPS

Christmas Steps é uma ruela bem estreita e íngrime no centro da cidade. A rua, originalmente, se chamava Queene Street, no período medieval. Quando uma série de comerciantes se instalaram no local, ela passou a se chamar Knyfesmyth Street. Antes, um caminho lamacento, a ruela foi construída em 1669 pelo rico comerciante de vinho, Jonathan Blackwell. Quatro lances de escadas foram adicionados em 1865 e 1881. Atualmente, a rua é o lar de uma grande variedade de estabelecimentos comerciais, incluindo lojas e restaurantes.

Descendo pela rua Christmas Steps
Há diversos estabelecimentos comerciais na ruela

12. IGREJA DE SÃO PEDRO

A Igreja de São Pedro é uma igreja que está em ruínas e fica localizada no Castle Park. Fundada em 1106, ela passou por diversas modificações durante o século XV. Escavações realizadas em 1975 sugerem que ela foi a primeira igreja construída em Bristol. Ela foi bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial entre 24 e 25 de novembro de 1940. Seus restos estão preservados até hoje como um memorial para homenagear as vítimas civis da guerra na cidade. O que se pode ver hoje são as ruínas da igreja do lado de fora, uma vez que a entrada não é permitida por questões de segurança.

  • Endereço: Newgate, Bristol BS1 3XB, Inglaterra
  • Horários: área externa 24 horas por dia
  • Entrada: gratuita
Igreja de São Pedro

13. TEMPLE CHURCH (IGREJA DOS TEMPLÁRIOS)

A Temple Church, também conhecida como Igreja de Santa Cruz é também uma igreja que se encontra ruínas por ter sido bombardeada em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial. Ela foi construída no local de uma igreja anterior, redonda, que havia sido erguia pela Ordem dos Cavaleiros Templários no final do século XII. Boa parte da estrutura da igreja está em bom estado de conservação, com todas as paredes e a alta torre ainda em pé. No entanto, a igreja não possui mais telhado e a parte interna está completamente arruinada. Assim como a Igreja de São Pedro, é possível visitar somente a parte externa, que fica ao lado de um bonito jardim, Temple Gardens.

  • Endereço: Church Ln, Bristol BS1 6HS, Inglaterra
  • Horários: parte externa, 24 horas por dia
  • Entrada: gratuita 
O que sobrou da Temple Church
Parte interna da igreja

14. M SHED

Aberto em 2011, o M Shed é um museu localizado no Prince’s Wharf que abriga exibições de cerca de 3 mil artefatos de Bristol, mostrando a vida e trabalho na cidade e papel da cidade no comércio de escravos, com de itens de transporte, pessoas e artes. Há uma coleção de navios históricos ancorados em frente ao museu, que incluem uma lancha de 1934 (o Pironaut Fire-float) e dois rebocadores (Mayflower, o mais antigo a vapor sobrevivente do mundo e John King, a diesel de 1935).

  • Endereço: Princes Wharf, Wapping Rd, Bristol BS1 4RN, Inglaterra
  • Horários: de terça ad domingo de 10h às 17h / fechado às segundas-feiras
  • Entrada: gratuita

15. MUSEU MARÍTIMO BRUNEL’S SS GREAT BRITAIN

Brunel’s SS Great Britain é um dos navios históricos mais importantes do mundo. Quando foi lançado em 1843, foi chamado de “a maior experiência desde a Criação”. Com 98 metros de comprimento, ele foi o mais longo navio de passageiros do mundo de 1845 a 1854. Foi projetado por Isambard Kingdom Brunel para o serviço transatlântico da Great Western Steamship Company entre Bristol e Nova York. Enquanto outros navios tinham sido construídos de ferro ou equipados com uma hélice de parafuso, ele foi o primeiro a combinar essas características em um grande navio oceânico. SS Great Britain foi o primeiro navio de ferro a vapor a atravessar o Atlântico, em 1845. Ao combinar tamanho, potência e tecnologia inovadora, Brunel criou um navio que mudou a história. Desde os anos 1970, ele está aberto à visitação, funcionando como um museu marítimo.

  • Endereço: Great Western Dockyard, Gas Ferry Rd, Bristol BS1 6TY, Inglaterra
  • Horários: de novembro a março diariamente de 10h às 16h30 / de abril a outubro diariamente de 10h às 17h30
  • Entrada: £16.50 adultos / £9.50 para crianças de 5 a 16 anos
Brunel’s SS Great Britain. Foto: divulgação

ONDE COMER / BEBER EM BRISTOL

ONDE COMPRAR EM BRISTOL

Se você está pensando em aproveitar a vista a Bristol para fazer umas comprinhas, o lugar que você precisa conhecer é o Bristol Shopping Quarter, um shopping center enorme e muito moderno, com arquitetura inovadora com teto de vidro, lojas variadas, restaurantes e cinema que é formado por 4 partes: The Galleries, The Arcade, Cabot Circus e Broadmead.

ONDE SE HOSPEDAR EM BRISTOL

Para quem vai estender a passagem por Bristol e pretende dormir na cidade, separamos algumas sugestões bem localizadas de hospedagem  na cidade:

Um dos quartos do Holiday Inn Express Bristol City Centre. Foto: divulgação

COMO CHEGAR A BRISTOL

Para quem estiver em Londres e quiser ir para Bristol, a maneira mais rápida e eficiente é ir de trem. O sistema ferroviário na Inglaterra é de excelente qualidade, com muitas linhas disponíveis e poucos atrasos. Os trens saem da estação London Paddington e a maneira mais fácil de explorar a cidade é descer na estação Bristol Temple Meads, a mais próxima do centro da cidade. Vale a pena comprar os tickets com antecedência para conseguir preços melhores. Veja tudo o que você precisa saber sobre viajar de trem no post “Dicas para viajar de trem pela Inglaterra“.


Confira outros roteiros de cidades importantes na Inglaterra:

VAI VIAJAR? PROGRAME AQUI SUA VIAGEM!

=> RESERVA DE HOTEL: Há anos utilizamos o Booking.com para escolhermos nossa hospedagem!

=> ALUGUEL DE CARRO: Nossa dica é fazer uma cotação pela RentalCars e consultar o preço nas principais locadoras do mundo!

=> ENVIO DE BAGAGEM: Para quem está de mudança para outro país ou precisa viajar com muitas malas, confira as opções oferecidas pelo Send My Bag, um serviço incrível de envio de bagagens.

=> INGRESSOS: Não perca seu precioso tempo na fila para comprar tickets. Compre online ingressos para as principais atrações no mundo com Get Your Guide!

=> TOURS E EXCURSÕES PELO MUNDO: Para tours, excursões e passeios variados, a melhor opção é a Viator, uma empresa do grupo do TripAdvisor. Há várias opções bacanas para quem quer dispensar o carro!

=> TICKETS DAS MELHORES ATRAÇÕES DO MUNDO: Com Tiqets você pode adquirir entradas para as melhores atrações das principais cidades do mundo.

=> SEGURO VIAGEM: Não deixe de contratar um seguro viagem antes de viajar!  Na Europa, o seguro viagem é obrigatório! Com Seguros Promo você pode fazer cotações para diversos planos e destinos.

=> CHIP INTERNACIONAL DE CELULAR: Não dá para imaginar ficar sem celular e plano de dados! Com a TravelMobile, você terá o chip funcionando e seu novo número antes de viajar!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por gentileza, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui