Áustria: Museu Mozart em Viena

Quem é fã de música clássica não pode perder a super oportunidade de conhecer mais sobre a vida e obra de uma de um dos maiores compositores de todos os tempos no Museu Mozart em Viena, localizado no edifício onde o consagrado músico morou durante 3 anos de sua vida.

QUEM FOI MOZART

Wolfgang Amadeus Mozart (27 de janeiro de 1756 – 5 dezembro de 1791) foi um dos compositores de música clássica mais fantásticos de todos os tempos. Nascido na cidade de Salzburg, no interior da Áustria, Mozart foi um talento prodígio. Tocando piano e violino, começou a compor aos 5 anos de idade! Aos 17 anos, ele foi chamado para tocar na corte de Salzburg. Em 1781, ele visitou Viena e decidiu permanecer na capital austríaca. Foi na cidade que ele compôs as suas mais famosas sinfonias, óperas e concertos. Estima-se que durante toda a sua vida, Mozart compôs mais de 600 trabalhos, com os quais conquistou fama e estabilidade financeira. Mozart faleceu com apenas 35 anos, deixando sua esposa e dois filhos. O que Mozart compôs:

  • Óperas: Die Schuldigkeit des Ersten Gebots (1767); Apollo et Hyacinthus (1767); Bastien und Bastienne (1768); La finta semplice (1769); Mitridate, ré di Ponto (1770); La Betulia liberata (1770); Ascanio in Alba (1771); Il sogno di Scipione (1772); Lucio Silla (1772); La finta giardiniera (1775); Il re pastore (1775); Zaide (1780); Idomeneo, ré di Creta (1781); O Rapto do Serralho (1782); L’oca del Cairo (1783); Lo sposo deluso (1784); O Empresário Teatral (1786); As Bodas de Fígaro (1786); Don Giovanni (1787); Così fan tutte (1790); A Flauta Mágica (1791); A Clemência de Tito (1791)
  • Concertos: Compôs diversos concertos para piano, clarinete, harpa, flauta, fagote, violino
  • Sinfonias: Compôs sinfonias entre os anos 1764 e as últimas de 1788, sendo a K550 uma das mais famosas.
  • Música Sacra: Uma de suas músicas mais famosas é uma marcha fúnebre chamada Requiem em ré menor.
  • Música de Câmara: Aproximadamente 20% de sua obra é de abrange uma grande variedade de formatos, desde quartetos e quintetos de cordas, sonatas para piano e outros.
  • Danças e Arranjos: Mozart compôs cerca de 120 minuetos, mais de 50 danças alemãs e cerca de 40 contradanças.

ÁUSTRIA: MUSEU MOZART EM VIENA

Mozarthaus Vienna (“Casa de Mozart” em alemão) é um museu que está abrigado no local em que Mozart residiu entre os anos 1784 e 1787. A casa foi construída no século XVII, inicialmente, com dois andares e, posteriormente, reconstruída em 1716. A entrada original da casa ficava na Rua Schulerstraße, mas foi emparedada para dar lugar a uma loja. Para entrar no museu é preciso se dirigir para trás do prédio, na rua Domgasse.

A frente do prédio não tem mais entrada para o edifício
A frente do prédio não tem mais entrada para o edifício

Em 1941, no aniversário de 150 anos de sua morte, seus antigos quartos foram abertos para visitação pública. O museu passou por uma grande reforma em 2004, a tempo de celebrar o quer seria o aniversário de 250 anos de Mozart, em 2006. Assim, foram criadas novas galerias, nas quais são exibidas de forma detalhada a vida e a obra deste gênio musical, com particular ênfase para os seus anos em Viena 1781-1791. Os cômodos em que Mozart realmente viveu no edifício foram incorporados ao museu. Além disso, foram inseridas instalações áudio-visuais e o porão foi transformado em um salão de eventos.

Em frente à entrada do museu
Em frente à entrada do museu
Pequena rua de paralelepípedo onde fica o museu
Pequena rua de paralelepípedo onde fica o museu

O museu é muito informativo, colocando o visitante por dentro do cenário da época, falando sobre a vida pessoal do compositor e destacando suas obras mais importantes. Tudo é muito visual e, ao entrar no museu, você receberá um audio guide que traz informações relevantes do que está sendo mostrado em cada uma das salas visitadas. Infelizmente, é proibido tirar fotos dentro do museu, mas vamos dar uma ideia de como estão divididos os 3 andares de exposições:

1. Mozart’s Vienna

A instalação multimídia mostra todos os lugares Mozart viveu durante seus anos em Viena. Há informações interessantes sobre os lugares que ele frequentava e as pessoas com as quais convivia, mostrando o contexto sócio-político vigente, suas ligações com a maçonaria e sua vida social.

Exposição na Mozart Haus. Foto: wien.info
Exposição na Mozart Haus. Foto: wien.info

2. Mozart’s Music

O segundo andar tem exposição focadas nas principais obras musicais do compositor. Uma instalação multimídia de “A Flauta Mágica” mostra colagens tridimensionais de cenas da ópera.

Primeira página da música Requiem. Foto: site oficial do museu
Primeira página da música Requiem. Foto: site oficial do museu

3. Mozart’s Apartment

Este são exatamente os cômodos onde Mozart e sua família viveram entre os anos 1784 e 1787, período no qual ele escreveu a ópera mundialmente famosa “As Bodas de Fígaro”, entre outras obras. É o apartamento, maior, mais elegante e mais caro já ocupado por Mozart e o único que ainda está intacto até hoje. O apartamento consiste em quatro grandes salas, duas pequenas e uma cozinha. Com a ajuda de fotos e documentos, móveis e outros objetos, os visitantes podem viajar no tempo e seguir os passos de Mozart e sua família.

Suposto quarto de estudos de Mozart, reconstruído no terceiro andar. Foto: site oficial do museu
Suposto quarto de estudos de Mozart, reconstruído no terceiro andar. Foto: site oficial do museu

LOJA DO MUSEU

No final do passeio, você ainda pode comprar artigos para presente na lojinha do museu, que incluem itens que remetem à música clássica, além de livros e CDs.

COMO CHEGAR

O Museu Mozart fica pertinho da principal igreja da cidade a Catedral de São Estevão. Para chegar de metrô, desça na estação Stephanplatz utilizando as linhas U3 (laranja) ou U1 (vermelha).

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Mozarthaus Vienna

  • Endereço: Domgasse 5, 1010 Wien, Áustria
  • Horário: diariamente de 10h às 19h
  • Entrada: € 11 (inclui audio guide)


Leia mais sobre Viena: