San Diego: Balboa Park, Zoológico e Old Town

0

É impressionante como San Diego não parou de nos surpreender durante nossa passagem por lá. Primeiro, a incrível região de La Jolla que retratamos no primeiro post, depois o fantástico USS Midway Museum, Coronado Island e Gaslamp Quarter que falamos no segundo post. Mas muita coisa boa ainda estava por vir e no terceiro dia conhecemos o Balboa Park, o famosíssimo zoológico e a inesquecível Old Town San Diego.

O Paulo gostou tanto da cidade que no final do nosso passeio já estava falando que adoraria morar lá! É bem fácil se apaixonar pela cidade mesmo.

  • BALBOA PARK

Nosso dia começou no Balboa Park que é um parque grande e muito bonito em San Diego. Neste parque estão localizados além do zoológico, vários museus (Museu do Homem, Museu de Arte, Museu Automotivo, Museu Espacial, Museu da Ciência, Museu de História Natural, Museu de Fotografia),  Jardim Japonês, Jardim Botânico, entre outras atrações.

Estacionamos o carro e lá fomos nós andar pelo parque. E não é que logo no início do nosso passeio, demos de cara com uma cobra? Sim, uma cobra em um lugar super movimentado do parque! A Ana saiu correndo, óbvio, mas o Paulo foi chamar um funcionário para avisar que a maldita estava lá e que poderia causar transtornos. Mas, quando ele voltou no local para mostrar para o funcionário onde estava, ela já tinha sumido.

Passado o susto, continuamos conhecendo o parque. A arquitetura dos prédios é muito bonita e o local é muito agradável para uma caminhada.

Na entrada do Balboa Park
Na entrada do Balboa Park

DSC04995

Jardim Botânico ao fundo
Jardim Botânico ao fundo

dsc05008

DSC05012IMG_1991

Entre tantas opções do parque, decidimos conhecer o zoológico mesmo para entender o motivo de ser tão famoso. A Ana não curte zoológicos, mas o Paulo queria muito conhecer, então, lá fomos nós.

  • ZOOLÓGICO DE SAN DIEGO

O zoológico de San Diego faz parte de um grupo chamado San Diego Zoo Global, que é a maior associação zoológica do mundo, com mais de 250 mil famílias membros e 130 mil crianças afiliadas, representando mais de meio milhão de pessoas. Ele foi pioneiro no conceito de exibições ao ar livre sem jaulas que recriam habitats naturais dos animais, sendo um dos poucos zoológicos no mundo que abriga um panda gigante.

DSC05029

DSC05019

É bom preparar o bolso porque a entrada é bem salgada (o ticket mais barato sai por $48 para adultos e $38 para crianças). O zoológico é cheio de atrações, filmes 3D, apresentações, tours.

A primeira coisa que fizemos quando chegamos lá foi fazer um tour de ônibus pelo zoo. Valeu a pena para conhecer o local. O zoo é grande e dá para passar um dia todo lá. Como não tínhamos todo esse tempo, o ônibus ajudou muito, pois passou por locais em que não teríamos tempo de ir.

DICA: No ônibus, vá na parte superior e do lado direito para ver melhor os animais.

Flamingos
Flamingos
Olha o tamanho do marfim desse elefante!
Olha o tamanho do marfim desse elefante!
Rinoceronte
Rinoceronte
Girafas mandando ver no almoço
Girafas mandando ver no almoço
Girafas bebês!
Girafas bebês!

CURIOSIDADE: É o local de nascimento do único coala albino do mundo e concentra a maior concentração de coalas do mundo fora da Austrália (uma pena que nossas fotos do coala não ficaram boas).

Depois do tour de ônibus, paramos para almoçar e começamos a conhecer melhor o zoológico. Ele é grande e tem esteiras rolantes, muitas escadas…é bem grande mesmo! Estima-se que no local habitem mais de 3.700 animais de 650 espécies!

Duas coisas imperdíveis atualmente no zoo estão na ala dos macacos. Há um orangotango de pouco mais de 1 ano e um incrível gorila bebê! Imperdível.

O panda-gigante comendo bambu! A área dos pandas fica isolada e são autorizadas poucas pessoas a entram por vez. Não desanime por causa da fila!
O panda-gigante comendo bambu! A área dos pandas fica isolada e são autorizadas poucas pessoas a entram por vez. Não desanime por causa da fila!
Dentro do imenso aviário. São vários andares cheios de plantas e aves.
Dentro do imenso aviário. São vários andares cheios de plantas e aves.
Aves coloridas dentro do aviário
Aves coloridas dentro do aviário
Uma das melhores coisas do zoo atualmente é ver a mamãe gorila carregando o baby gorila nas costas! Quanto amor!
Uma das melhores coisas do zoo atualmente é ver a mamãe gorila carregando o baby gorila nas costas! Quanto amor!
Enquanto o leão não saiu do lugar, a leoa deu um show para a gente! Andava de um lado para o outro fazendo graça.
Enquanto o leão não saiu do lugar, a leoa deu um show para a gente! Andava de um lado para o outro fazendo graça.
“Acho que vi um gatinho!” Estávamos separados por um vidro e vimos bem de perto que ela realmente é imensa!!!
“Acho que vi um gatinho!” Estávamos separados por um vidro e vimos bem de perto que ela realmente é imensa!!!

O zoológico também conta com um teleférico que atravessa o parque. Já estávamos cansados e com o horário avançado, pegamos o teleférico para chegar na saída do parque.

  • OLD TOWN SAN DIEGO

Saindo do zoológico, fomos à região chamada de Old Town San Diego, considerada o berço de nascimento da Califórnia, que lembra muito filmes de “Velho Oeste”. Tudo em San Diego é relativamente perto e nosso maior deslocamento na cidade deve ter levado cerca de 15 minutos. Chegamos na Old Town quando faltava pouco para o pôr-do-sol. Não conseguimos aproveitar nenhuma atração, infelizmente. Dizem que há um casarão mal assombrado muito legal de se visitar, mas como chegamos já no horário do fechamento, não conseguimos entrar.

DSC05244

DSC05251

DSC05253

DSC05258DSC05259DSC05263DSC05279

DSC05286

Ficamos “in love” por uma vilinha mexicana do local. Há restaurantes, lojas, quiosques. Um lugar delicioso! E, claro, aproveitamos para jantar por ali, no restaurante Casa de Reyes. A comida estava deliciosa, o atendimento ótimo, uma noite inesquecível!

DSC05289

DSC05296IMG_2004

IMG_2005

Tivemos sorte que o nosso voo atrasou meia hora e pudemos curtir bem o jantar na Old Town. Mas, infelizmente, tínhamos que ir para o aeroporto para voltar para Stanford.

Sem dúvida, San Diego deixará muitas boas recordações. Ficamos encantados pela beleza da cidade, comida gostosa e povo simpático! Destino mais do que recomendado…um dia a gente volta lá!

Deixe seu comentário