San Diego: La Jolla e Cabrillo National Monument

0

Sabe aquela cidade que você já ouviu muitas coisas boas, todo mundo gosta, mas que consegue superar as suas expectativas mesmo assim? Esse foi o caso de San Diego para nós! A cidade é muito mais bonita do que imaginávamos, com muito mais coisas interessantes que acreditávamos. Fomos mesmo surpreendidos por San Diego!

VISITANDO SAN DIEGO

Nosso primeiro dia na cidade era justamente o “Valentine’s Day”, 14 de fevereiro. E foi repleto de coisas boas! Teve até ator de Hollywood neste nosso dia ensolarado e cheio de  energia!

Antes de mais nada, fica aqui uma dica: o ideal é passar no mínimo 5 dias em San Diego porque a cidade é repleta de atrações. Nós não tínhamos 5 dias e, por isso, tivemos que fazer um esforço de conciliar tudo o que queríamos em 3 dias. Não foi tarefa fácil! Tivemos que apressar o passo, deixar algumas atrações de lado para curtir o tempo que tínhamos. Aproveitamos o final de semana e a segunda-feira que foi feriado aqui (President’s Day).

Nossa intenção nessa viagem era economizar (pensando em viagens futuras, é claro) e, por isso, pegamos pela primeira vez aqui nos EUA uma empresa aérea de baixo custo, a Southwest (vamos falar sobre ela em outro post). Nosso voo era às 7h da manhã, o que nos obrigou a acordar às 4h. Tudo vale a pena quando é para viajar, não é mesmo?

O voo até San Diego foi muito tranquilo e em pouco mais de 1 hora aterrissamos. O dia estava lindo, ensolarado, um céu azul absurdo e os termômetros chegaram a 26ºC. É bom lembrar que ainda estamos no inverno! Fomos pegar o carro na Sixt, que é uma locadora de veículos que já tínhamos usado anteriormente na Alemanha com carros muito bons e bons preços também.

  • FORT ROSECRANS NATIONAL CEMETERY

Nossa intenção era seguir para a região de Point Loma, onde existe um parque nacional que se localiza em uma península, cuja ponta abriga um bonito farol. Por nossa sorte, por conta do feriado do President’s Day, a entrada no parque era free! Em dias normais, é necessário desembolsar $5. No caminho para lá, paramos em um cemitério militar, o Fort Rosecrans National Cemetery. Há lápides dos dois lados da pista e, por ser uma estreita península, em ambos os lados é possível ter uma vista incrível do Oceano Pacífico. A paisagem é realmente deslumbrante!

Vista do Fort Rosecrans
Vista do Fort Rosecrans

DSC04309

DSC04324

  • CABRILLO NATIONAL MONUMENT

Seguindo pela estrada, chegamos o Cabrillo National Monument. O local é uma homenagem ao navegador português João Rodrigues Cabrillo que em 1542, financiado pela Coroa Espanhola, saiu do México navegando para o Norte, alcançando três meses depois a Baía de San Diego, tornando-se o primeiro europeu a desembarcar no que é atualmente o estado da Califórnia. É interessante que no local há uma estátua em sua homenagem financiada pelo governo de Portugal e uma placa em português e inglês!

DSC04335

Panorâmica do local, ao fundo, a ilha do Coronado
Panorâmica do local, ao fundo, a ilha do Coronado

DSC04356

A estátua de João Rodrigues Cabrillo, primeiro europeu a pisar na Califórnia
A estátua de João Rodrigues Cabrillo, primeiro europeu a pisar na Califórnia

DSC04363

dsc04369

É muito gostoso ficar caminhando pelo local apreciando a vista sem pressa!

Saindo de lá, passamos por uma região que tem duas praias com faixas grandes de areia, a Ocean Beach e a Dog Beach. Essa última é uma praia especial para levar os cãezinhos para passear. Onde você olha tem cachorros, muitos cachorros! Infelizmente, não ficamos muito tempo no local porque as praias estavam lotadas e conseguir um local para estacionar o carro estava impossível (imagina como é isso no verão!!!).

Rua de San Diego em um dia ensolarado!
Rua de San Diego em um dia ensolarado!

Passamos por locais maravilhosos onde crianças estavam empinando pipa e o céu azul abria espaço para um grande colorido! A região do Mission Bay, próxima a área em que se localiza o Sea World de San Diego e o Aquatic Center, é de cair o queixo! Não chegamos a parar no local por falta de tempo mesmo, mas recomendamos muito para quem tiver mais tempo na cidade.

Foto: reprodução Mission Bay
Foto: reprodução Mission Bay
  • LA JOLLA

No restante do dia e da noite ficamos em La Jolla (lê-se La Roia), que é uma estância que pertence à cidade de San Diego e que ocupa cerca de 11 km. Almoçamos em um bistrô italiano, tomamos um delicioso sorvete na Häagen-Dazs (aqui ainda temos uma história para contar, mas falaremos mais adiante) e fomos apreciar a vista maravilhosa da La Jolla Cove com seus pássaros e leões marinhos tomando um solzinho delicioso à tarde.

Delicioso rigatoni 4 formaggi do Bistrô Pazzo, em La Jolla
Delicioso rigatoni 4 formaggi do Bistrô Pazzo, em La Jolla

DSC04386

IMG_1877

IMG_1889

DSC04409

DSC04427

O local é deslumbrante com uma formação toda de pedras. É um dos locais mais bonitos e com certeza imperdíveis de San Diego!

À noite, continuamos na região de La Jolla. Era Valentine’s Day e já tínhamos reservado um restaurante alguns dias antes. Foi difícil encontrar um que ainda tivesse vagas e acabamos indo ao Stella Italian Fare. Depois de umas deliciosas bruschettas (a fome era mais forte do que a disposição para tirar uma foto), comemos o melhor ravioli de lagosta da vida acompanhado de um Cabernet italiano. Uma delícia de celebração! O ambiente estava bem gostoso também, na parte de fora, mesinhas com iluminação mais baixa para casais e dentro estava rolando uma baladinha animada para os solteiros. O atendimento foi ótimo e lá encontramos um garçom brasileiro.

Saindo de lá, o guloso do Paulo quis passar novamente na Häagen-Dazs, lembram-se de que falamos que tínhamos uma história para contar? Pois então! A loja tinha umas mesinhas para fora, mas você tinha que primeiro fazer seu pedido lá dentro. Passando em frente a loja a Ana percebeu um senhor sentado em uma das mesinhas. Na hora, ela virou para o Paulo e disse: “Aquele senhor é muito parecido com o Robert Duvall!”

Parênteses: Para quem não conhece o Robert Duvall, ele é um famoso ator americano, indicado 7 vezes ao Oscar (inclusive está indicado esse ano na categoria de ator coadjuvante pelo filme “O Juiz”). Sua primeira indicação ao Oscar foi pelo filme “O Poderoso Chefão 2” (que é o segundo favorito da Ana e o terceiro do Paulo). Ganhou 1 estatueta em 1984 como melhor ator e já foi indicado ao Globo de Ouro em 7 oportunidades, ganhando em 4 delas, fora vários outros inúmeros prêmios adquiridos durante seus mais de 60 anos de carreira.

E o Paulo respondeu rapidamente: “Não é parecido, É O ROBERT DUVALL!” E, realmente, era ele mesmo! O Paulo até tentou tirar uma foto de longe, mas não ficou boa. Ficou na dúvida se iria até ele e perguntaria se ele era o Robert Duvall, mas acabou não indo. E a vergonha, né? Depois que ele saiu, todo mundo ficou comentando sobre ele e tivemos a certeza de que se tratava do Duvall. A Ana foi procurar por mais informações na internet e acabou descobrindo que ele nasceu na cidade de San Diego mesmo.

Imaginem se nós, cinéfilos que somos, não ficamos extremamente felizes com essa ocasião? Foi assim que passamos nosso primeiro Valentine’s Day nos EUA: vistas belíssimas, boa comida e vendo um ator hollywoodiano vencedor do Oscar! Nada mau para o primeiro dia na cidade, hein?

Deixe seu comentário